Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Artigos Sobre a Saída do Egito

Artigos Sobre Pêssach

Pêssach é um feriado judaico de origem bíblica com oito dias de duração. Marca o nascimento dos judeus como um povo há mais de 3.300 anos, e também seu surgimento como nação, sob a liderança de Moshê (Moisés), devotada a cumprir a vontade de D'us…

Por Que Derramamos Vinho no Seder de Pêssach?
Um costume que remonta aos primórdios do século 11 é derramar vinho durante o seder de Pêssach…
Os Últimos Dois Dias De Pêssach
What and How We Celebrate
O sétimo e oitavo dias de Pêssach são celebrados como feriados, Yom Tov, encerrando a celebração de uma semana que começa com o primeiro Seder…
Abrindo a Porta para Eliyahu HaNavi
Tenho poucas lembranças da comida, (certamente não era uma grande comilona), mas o que me marcou muito era a hora da visita de Eliyahu HaNavi...
Pitadas da Hagada
Dê a todos algo para dizer
Quinze explicações curtas e suculentas para acompanhar o seu Seder.
Moshê foi expurgado da Hagadá? 10 Abordagens
Why isn’t Moses part of the Haggadah’s Exodus narrative?
Kezayit
Kezayit; quanto é isto?
Guia do Viajante em Pêssach
Você decidiu passar Pêssach longe de casa? Talvez esteja viajando com a família indo para outro local, num hotel ou resort. Seja qual for a razão, as dicas a seguir e as orientações haláchicas o ajudarão a sentir-se em casa...
E Lembrarás,Todos os Dias de Tua Vida
Ben Zoma entendia que quando a Torá diz para relembrar a história do Êxodo “todos os dias da sua vida”, significa que você tem de mencionar isso toda noite, e não apenas pela manhã...
Uma Porta Para o Inconsciente
O sétimo dia de Pêssach é marcado pelo evento importante – popular até na cultura moderna – que ocorreu nesse dia há 3328 anos: a Abertura do Mar Vermelho...
A Mitsvá Comestível
Matsá é mais que um alimento, é a maneira pela qual revivemos o Êxodo. É também a única mitsvá que podemos realmente comer e digerir. Segundo a Cabalá, a matsá...
49 Passos Para o Nosso Refinamento
O que você esperaria que crescesse num campo não cultivado? Espinhos e ervas daninhas. Seria um milagre se crescesse uma plantação aproveitável. Se uma loja for deixada sem ninguém atendendo, o estoque pode ser...
Transformando Imperfeições
Pêssach nos lembra do grande evento histórico que tão firmemente nos uniu a D’us, o Criador do Céu e da Terra. A liberdade da escravidão no Egito, enviada pelo Céu, foi um preâmbulo e preparação para o próximo grande evento...
Quatro Perguntas Para o Corpo e Para a Alma
Eu nunca tinha imaginado que o Seder tinha uma estrutura tão rica, profunda e espiritual. Portanto agora, ao nos aproximarmos de Pêssach, eu gostaria de desafiar você e outros a ajudar a mim e a outros a ter o melhor da experiência...
A Longa Caminhada até a Liberdade
Há 3.300 anos, um grupo de escravos foi libertado e começou aquilo que Nelson Mandela chama de "A Longa Caminhada até a Liberdade".
15 Etapas para a Libertação Interior
O Seder de Pêssach é uma oportunidade que nos dá o poder de acessar a liberdade em nossa vida pessoal e coletiva. Consiste de um programa intenso de quinze passos, um projeto para a libertação psicológica, emocional e espiritual.
Terminando o Trabalho
Quem de nós não possui antepassados que morreram ou assistiram perecer parentes no holocausto? E quando em seu coração você escutar o clamor deles indagando: "Então, meu filho, valeu a pena?" Qual será sua resposta?
Por que mergulhar o carpás (vegetal) no seder?
Ótima pergunta! De fato, em um nível básico, é exatamente por isso que mergulhamos – para que você faça a pergunta “porquê?”
Um Só Povo
Contam que em 1954, Ben Gurion visitou os EUA para se reunir com o Presidente Eisenhower. Em um de seus encontros o então Secretário de Estado, John Fuster Dulles…
A Ciência da Sobrevivência Judaica
Há mais de três mil anos, um grupo de escravos judeus foram libertados do Egito. Desde então, nessa época do ano, revivemos sua história em Pêssach, a Festa da Liberdade...
Por que o Mar se Abriu?
Uma lição sobre por que os judeus precisaram viajar através do Mar Vermelho
Como podemos acessar este reservatório de potencial? Como o nosso mar pode ser terra seca? Há somente uma maneira. E sabemos disso pelo encontro no Mar Vermelho.
Sobrevivendo a Pêssach no Gulag Siberiano
Por Nissan Mindel
Foleh Kahan estava cumprindo uma sentença de três anos pelo crime de “atos prejudiciais contra o Estado”. Isso, no entanto, era um libelo. A verdade era que ele era um judeu religioso que tinha cometido o”crime” de guardar seu Judaísmo...
A Matsá Mágica do Maharal
Em vez de “pão da aflição”, o Maharal classifica a matsá como “pão simples”. Desprovida de aditivos, preservativos, nem adoçantes; é apenas farinha e água. A palavra oni, literalmente “homem pobre”, é comparada a esse tipo de pão, pois a pessoa empobrecida nada tem exceto o absolutamente básico.
Meditações Místicas sobre a Keará
Por Rabino Yitzchak Ginsburgh -Em inner.org
O Seder de Pêssach é repleto de significados revelados e ocultos. Segue um breve resumo da dimensão mística da travessa do Seder, a keará.
Convidados Indesejados
Antes de mais nada, tente lembrar-se de que esta não é uma reunião social ou uma festa. É um Seder de Pêssach e uma ocasião para você, sua família e amigos se reunirem para comemorar e relatar nossa história como escravos e o miraculoso êxodo do Egito.
O Homem Matsá
Na Cabalá, o você espiritual é o verdadeiro você, portanto é feita uma forte ênfase em desinflar o ser superficial a fim de permitir que o ser mais profundo aflore para brilhar.
Seja coerente em seus princípios
A Torá nos adverte a não trazer a oferenda pascal enquanto ainda possuímos chamêts. Isto ensinou um princípio vital aos israelitas em vias de ser libertados e seus descendentes: Não tente manter ideologias mutuamente contraditórias.
Ira Divina: A Torá é Um Livro Violento?
Temos o direito, não a obrigação, de desafiar D'us por toda experiência sofrida que passamos. Ao mesmo tempo lembrar que se não houvesse vida não haveria morte. Sem júbilo não haveria sofrimento.
Você é Um Quadrado ou Um Círculo?
A verdadeira humildade leva a pessoa à verdadeira grandeza.
Na Cabalá existe até uma metáfora do “quadrado dentro do círculo” e do “círculo dentro do quadrado”, porque o linear e o circular da existência estão interligados em um todo sem fim.
A Consciência da Liberdade
Por que os filhos se rebelam?
Durante 3.300 anos, a cada vez que Pêssach chegava, uma nação teimosa estava determinada a reviver a liberdade. Sob os olhos vigilantes da Inquisição, no Arquipélago Gulag de Stalin, até no Gueto de Varsóvia, você podia ouvir a mesma pergunta sendo feita todo ano: “Por que esta noite é diferente de todas as outras?” E a resposta : “Porque nesta noite fomos libertados!”
Multiplicando as Pragas
…e como os seres humanos afetam seu meio ambiente
O mundo inteiro fora de você foi projetado como palco para o mundo dentro de você. E o mundo dentro de você foi projetado para transformar o mundo fora de você. Os dois nasceram num só pensamento do Criador. E assim, os dois estão intimamente ligados.
Curando Um Povo Dividido
Tributo ao 110º aniversário do Rebe
A parte maior da matsá pode estar ausente da nossa mesa do Seder, mas é o nosso Aficoman; nossa matsá pode estar dividida, mas ainda somos uma matsá. Milhões de judeus podem estar ausentes da mesa do Seder, mas eles jamais serão esquecidos. E o mais importante, não podemos concluir nosso Seder se não trouxermos de volta o pedaço maior da matsá que foi levado da mesa do Seder.
Uma Escravidão Chamada Liberdade
Entrelaçado na magnífica tapeçaria de símbolos, costumes e cerimônias do Sêder de Pêssach está o insuperável tema da liberdade...na realidade, a ausência de escravidão em si não cria uma condição de liberdade...
Uma Experiência Única
As pessoas compartilham coisas, idéias, histórias, experiências – tudo que faz parte da aventura de ser uma pessoa. É por isso que fico um tanto descrente assim que as pessoas começam a dizer: "Você sabe o que há de único em nossa fé, que ninguém mais tem?"...
O Êxito do Êxodo
Pêssach é um feriado judaico de origem bíblica com oito dias de duração. Marca o nascimento dos judeus como um povo há mais de 3.300 anos, e também seu surgimento como nação, sob a liderança de Moshê (Moisés), devotada a cumprir a vontade de D'us...
Livros que Revolucionaram o Mundo
Suponho que cada um de nós tenha seus próprios candidatos para livros que nos mudaram e nos ensinaram a ver o mundo de maneira um pouco diferente...
Meu Faraó de Plástico
Pêssach está chegando. Logo estarei sentado à mesa do Sêder com a família e amigos, quando surgirá a mesma pergunta de todos os Dias Festivos: "O que estamos celebrando? Por que estamos todos aqui?"...
Escravidão Mental
"E se D’us não tivesse tirado nossos antepassados para fora do Egito, nós, nossos filhos, e os filhos de nossos filhos ainda estaríamos como escravos do faraó no Egito" (Hagadá de Pêssach)
Uma Luz Sobre os 4 Filhos
Todo ano, fazemos o Sêder de Pêssach. Todo ano, temos os Quatro Filhos fazendo suas perguntas. Todo ano, o Filho Perverso faz a pergunta amarga no Sêder e recebe uma resposta desagradável. Por que ele não aprende?
No Deserto, Tudo Dava Certo
A história de Pêssach é bem conhecida: o povo judeu era escravo do Faraó no Egito... Moshê (Moisés) o libertou da servidão para receber a Torá no Monte Sinai... e, após quarenta anos no deserto, entrou na Terra Prometida...
Uma Mensagem de Liberdade
Adaptado de uma carta do Rebe – 11 de Nissan de 5713
Com a aproximação de Pêssach, podemos novamente rememorar aquele grande evento no alvorecer de nossa história. Nosso povo foi libertado do cativeiro egípcio a fim de receber a Torá como homens e mulheres livres...
Caçadores de Liberdade
Entendendo muito bem a psicologia humana (óbvio, pois Ele a criou), D'us jamais deixou a tarefa de tirar o exílio de nossas psiques inteiramente em nossas mãos. Ele construiu determinados estágios no ano que nos tiram de nossas restrições ao tirar nossas restrições para fora de nós.
O Nasi
Costumamos celebrar a inauguração do Tabernáculo a cada ano, através da leitura, em cada um desses doze dias, de versos da Torá, que descrevem as ofertas de Nasi do dia.
A Humildade de Moshê
Moshê estava cuidando do rebanho de seu sogro. D'us revelou-se a ele numa sarça ardente no Monte Horev (Sinai) e instruiu-o a libertar os Filhos de Israel.
A Abertura do Mar
Por Jeff Jacoby – colunista do Boston Globe
De repente o mar estava diante deles, e os exércitos do faraó estavam fechando o cerco atrás. O Egito estava vivo e o mar, também, parecia alheio ao destino da nação recém-nascida.
Este Ano em Jerusalém
Por Chaim Cunin – Farbrenguen
Os atos de bondade que fizeram nascer Jerusalém a sustentam até o dia de hoje. Ao contrário de qualquer outra cidade, ela representa um estado de conscientização ao qual todos podemos aspirar.
Abra a Porta
Por Rabino David Azulay
Liberdade é algo que todos almejam na vida...
Chamêts e Matsá
É em virtude do singular ato de redenção que somos obrigados a servir D'us e cumprir Seus Mandamentos.
Sentaremos Aqui Amanhã
Se os jovens não tiverem abertura, amanhã poderão não estar mais aqui...
Reflexões pós Pêssach
Minha própria escolha seria a história que os judeus em todo o mundo leram na noite de Pêssach, a história do Livro do Êxodo que conta como nossos ancestrais, há 33 séculos, foram libertados da escravidão e começaram aquilo que Nelson Mandela chamou de "a longa caminhada até a liberdade"...
Você Tem Medo de Si Mesmo?
Por Yossef Y. Jacobson
Toda a história e mistério do Judaísmo começa na Torá com o seguinte episódio: “D’us disse a Avraham: ‘Anda de tua terra e da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que Eu te mostrarei. E farei de ti uma grande nação."
Tripla Inspiração
Por Steve Hyatt
A inspiração chega em todos os formatos e tamanhos. Há algumas semanas, durante um farbrenguen no Chabad do Norte de Nevada, Rabi Shlomie Chein que estava nos visitando contou a história de um cocheiro que pensava ter um emprego mundano, sem inspiração...
A Síndrome do Nilo
Por Yanki Tauber – Baseado nos ensinamentos do Rebe
O Profeta Yechezkel descreve o faraó (famoso por causa de Pêssach) como "o crocodilo gigante que agachado em seus rios, proclama: ‘Meu rio é meu, e eu fiz a mim mesmo…’
A Síndrome do Faraó
Por Tzvi Freeman
É fácil ser pejorativo sobre o faraó quando se considera o assunto superficialmente. Aqui ele vê uma nação inteira sendo guiada por um pilar de fogo sobre o chão do mar transformado em terra firme, entre duas paredes de água que se comportam como muralhas de pedra – até Indiana Jones teria de pensar duas vezes…
Limpeza da Primavera
Ao tentar nos equiparar com nossos vizinhos, todos desejamos ter a casa mais limpa e mais impecável para Pêssach. Mas talvez estejamos nos esquecendo de algo mais importante... Devemos nos lembrar que estávamos e ainda nos encontramos no estado de Galut.
O Mundo Não é Cor de Rosa
Por Jeff Jacoby – Colunista do Boston Globe
A lição que eu espero que você esteja gradualmente assimilando é que quando vítimas estão sofrendo, aqueles que podem ajudá-las têm a obrigação de fazê-lo.
A Longo Prazo
Por Rabino Shabsi Alpern
Quando há esperança no coração...
Aproximar Jovens Distantes
Os jovens se alimentam de amor, apoio, compreensão e...respostas.
Não Vamos Passar por Cima
Há importantes lições a serem compreendidas e "passadas a limpo".
Você, Sob Medida
Quem está satisfeito com suas conquistas espirituais está condenado a cair de nível...
Pós-Pêssach
A mensagem que nos acompanha o ano inteiro
Mas o Sêder é apenas o início. É como se estivéssemos ali… A esta altura, o passado e o presente se juntam num desafio às categorias normais do tempo. O serviço do Sêder não é só recordação, mas principalmente renovação.
O Presente da Identidade
Por Rabi Mordechai Gafni
Platão escreveu que a virtude é conhecimento, e a ignorância é a fonte do mal. Para os judeus, no entanto, a fonte primária do mal é a perda da memória, não a falta de conhecimento.
Habilidades Comunicativas da Hagadá de Pêssach
Aprendemos que toda aula deve terminar com a afirmação de um relacionamento de boa vontade entre professor e aluno, uma harmonia que é mais profunda quando fundamentada em uma prévia troca de elogios e feedback positivo.
Conte a História
O Seder de Pêssach é uma oportunidade que nos proporciona a energia para acessar a liberdade em nossa vida coletiva e pessoal. Consiste de um intenso programa com quinze etapas, um projeto rumo à libertação psicológica, emocional e espiritual.
Derramar Vinho
Por que é costume derramar um pouco de vinho enquanto as Dez Pragas são mencionadas?
Punição
embora os egípcios estivessem apenas cumprindo a Vontade Divina a fim de que os judeus tivessem que suportar exílio e servidão, mesmo assim, a razão pela qual foram punidos é que cada indivíduo egípcio foi culpado de sua opressão pessoal aos judeus.
Os Dez níveis
As três matsot, os seis símbolos e a própria travessa do sêder somam 10 elementos no total e representam as 10 sefirot (níveis cabalísticos), através das quais a luz Divina será revelada no mundo.
Por que Milagres Não Acontecem?
"Por que a gente vê tantos milagres acontecerem na saída dos judeus do Egito, e hoje, nenhum?"
O Poder da Fé
A fé é mais forte que o ato de "ver"; se encontra em um nível muito mais elevado que a simples visão.
Farinha e Água
Ambos chamêts e matsá são feitos de farinha e água. Entretanto, o chamêts cresce, simbolizando uma atitude de egoísmo inflado e orgulho exagerado.
Amor Mútuo
D'us sempre se orgulha das virtudes do povo judeu e o louva, e o povo, por sua vez, sempre louvou a grandeza de D'us. Rabi Levi Yitschac de Berdishev dá um exemplo disto através da forma distinta como D'us e seu povo referem-se à festa de Pêssach.
Liberdade no Passado e Presente
Em cada geração uma pessoa é obrigada a considerar-se como tendo realmente saído do Egito.
Uma Mensagem de Liberdade
Adaptado de uma carta do Rebe – 11 de Nissan de 5713
Pêssach, assim, é um processo contínuo de auto-libertação. A festa e suas práticas são símbolos de um conflito constantemente renovado num judeu: criar a liberdade de viver seu potencial espiritual.
Sobre Piolhos e Homens
Com certeza, D'us está nos eventos que, aparentemente para desafiar a natureza, chamamos de milagres. Mas Ele também está na própria natureza. A ciência não desaloja D'us, mas O revela, de maneiras ainda mais intrincadas e maravilhosas, o projeto da própria natureza.
Deixando o Egito
Extraído de “Keeping in Touch”, adaptado das obras do Lubavitcher Rebe.
Cada um de nós tem uma alma que é "uma verdadeira parte de D’us". Este é o âmago de nosso ser, nosso verdadeiro "eu". Mas encontramo-nos no Egito, pois há forças, tanto externas quanto internas, que nos impedem de fazer contato com este potencial espiritual e dar-lhe expressão.
Esta página em outros idiomas