Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!

Artigos

Artigos Sobre as Três Semanas

Se Eu Esquecer de Ti Jerusalém…
Por milhares de anos, o povo judeu rezou, esperou e cantou sobre sua cidade santa. A Bíblia, preces, canções, graça após as refeições e outros textos judaicos…
O Que Era o Templo Sagrado?
Agora, nossos corpos são nossos Templos, nossas almas são nossas janelas, nossas mentes são nossos Cohanim e nossos instintos animais são nossos sacrifícios.
Quando Meu Filho Começa a Bater…
Tenho muitas crianças em casa, graças a D'us. Elas fazem bagunça e barulho. Não é que eu particularmente goste de bagunça ou barulho, mas olho para elas, e vejo…
Criar Liberdade Sem Anarquia, Ordem Sem Tirania
O que a Torá nos diz primeiro é como a humanidade errou. Eles fizeram isso de duas maneiras. Criaram liberdade sem ordem. Ou criaram ordem sem liberdade.
Quatro Características Únicas do Terceiro Templo
No 25º ano do exílio da Babilônia, D'us mostrou uma visão do futuro Templo ao profeta Yechezekel…
As Tragédias de Tamuz
Essa data marca os trágicos eventos e foi estabelecido o jejum para inspirar o ao arrependimento e retificar suas causas.
Quebrando Muralhas – As Três Semanas
Começando no 17º dia do mês judaico de Tamuz e terminando no 9º dia do mês de Av, o Povo Judeu, como indivíduos e como um todo coletivo, lamentam e relembram as várias dolorosas tentativas de nossa destruição que ocorreram nessa época.
Nosso dia mais triste
O dia mais triste do Calendário Judaico é Nove de Av, “Tisha Be’Av”. É a data em que ambos os Templos Sagrados foram destruídos, e começaram o exílio, a perseguição e as…
Shabat Nachamu
"Shabat Nachamu" é o primeiro Shabat depois de Tisha B'Av, quando recordamos a destruição do Templo Sagrado. Após a leitura da Torá, lemos a Haftará que começa: "Nachamu, Nachamu – consolai, consolai-vos, Meu povo."
Nove Fatos Poucos Conhecidos Sobre os Templos Sagrados em Jerusalém
Fatos interessantes sobre a teologia, a função, o layout e a importância do local mais sagrado na terra.
A Expulsão dos Judeus da Espanha
É uma tradição antiga que após a destruição do Primeiro Templo Sagrado alguns dos exilados migraram para a Espanha e ali estabeleceram uma comunidade judaica. Após a destruição do Segundo Templo e a dispersão de muitos judeus pelos países da Europa, a comunidade espanhola foi muito aumentada pelos novos exilado…
Enxergando Através das Nuvens
Uma visão mais profunda
O mês hebraico de Av é frequentemente considerado um mês de tragédia, já que foi no dia 9 de Av que o Templo Sagrado foi destruído, assim como outros desastres...
Torne-se Seu Próprio Médico
Por Rabi Shimon bar Yochai
A história da luta de Yaakov com o anjo é usada pelo Zohar para mostrar como todos os dias do ano, assim como todos os órgãos do corpo, têm uma contraparte espiritual. Em sua luta com o anjo, ele foi ferido no nervo ciático…
Lágrimas para o Futuro
Reflexões para Tishá B’Av
O Maharal revela a localização do esconderijo de D’us - dentro de cada alma judia, pois a alma é realmente um aspecto de D’us oculto dentro do homem e esta alma humana fundamental chora sem parar pela Destruição do Templo.
Por que Jejuar?
Nosso jejum é a expressão de arrependimento pelo erro; é um tempo para séria reflexão, exame de consciência e arrependimento. É um tempo para tomar a firme resolução de jamais repetir os mesmos erros e transgressões que levaram à destruição do nosso Templo e da nossa Terra. É a hora de retornar sinceramente a D’us e à nossa Torá.
Perspectivas Chassídicas Sobre o Beit Hamicdash
Como o Mundo Vindouro
O Templo estava no nível espiritual do Mundo Vindouro, quando o espaço será transcendido, pois a existência do mundo material será então vista como realmente é – um fluxo externo da Luz Divina dentro dele.
O Templo Subterrâneo
Quando o Rei Shelomô construiu o Templo Sagrado, sabendo que estava destinado a ser destruído, ele construiu um local para esconder a Arca...
Quem Precisa de um Mashiach Humano?
Mashiach e os Corretores de Hipotecas
Por que o foco num ser humano como redentor? Se a redenção é tão crucial, D'us não poderia fazê-la por Si mesmo?
Intimidade em Chamas
Os judeus estavam a ponto de se tornarem afastados da presença manifesta da Divindade por milênios. Porém, paradoxalmente, foi nesse exato instante que os querubins se juntaram, simbolizando o mais profundo relacionamento entre D’us e Israel.
Tempo de Chorar
á um período de luto e grande tristeza recordado pelos judeus no mundo inteiro que compreendem três semanas.
Por que a Galut?
Durante as Três Semanas, entre 17 de Tamuz e 9 de Av, todos os judeus choram a destruição do Bet Hamicdash e o subseqüente exílio. Por que o exílio e sofrimento?
O Mapa da Vida
"Todos os judeus que são conscientes de sua identidades como judeus estão impregnados de história" – escreveu Sir Isaiah Berlin. "Eles têm lembranças mais longas, estão cônscios de uma continuidade mais longa como comunidade que qualquer outra que tenha sobrevivido."
O Shabat da Visão
O Shabat que antecede Tish’á Beav é denominado Shabat Chazon, pois nele é lida a Haftará que se inicia com as palavras "Chazon [a visão de] Yesha’yáhu".
Quem Construirá o Terceiro Templo Sagrado?
O Homem ou D'us?
Existe uma clássica diferença de opiniões a respeito da construção do Terceiro Templo Sagrado.
Uma Missão de
9 de Av, o começo do Exílio. É uma ocasião dedicada a urna séria afirmação de dois aspectos da Galut: O "exílio" individual e "descida" da sublime alma espiritual de cada pessoa para o seu ínfimo corpo material. O "exílio- geral do nosso povo, como um todo...
O Mês de Tamuz
Este mês marca o começo da destruição do Templo Sagrado em Jerusalém.
O Mundo de Volta em Seu Lugar
Então, como pode Jerusalém ser verdadeiramente reconstruída? Nossa liturgia nos dá algumas pistas. Antes de mais nada, não podemos falar sobre Jerusalém sem falarmos de amor, nos sentimentos de Israel pela Cidade Sagrada, mas também na maneira pela qual o retorno deve acontecer.
Aquilo de que Precisamos
Idéias e princípios não são o suficiente. Eles definem o quadro geral, mas poucos conflitos são sobre o quadro geral. A maioria das discórdias e dilemas são sobre o como, o quando e o onde. Não basta saber o que é correto — precisamos ter profundo conhecimento da integridade, para entender suas variações e sutilezas seus gostos e parcialidades.