ב"ה

Pinchas

Notícias
Metrô de Barcelona Exibe Pintura Colorida do Rebe

Enquanto os passageiros passam por um dos túneis subterrâneos no sistema de trânsito em Barcelona, Espanha, eles são surpreendidos pela representação do Rebe…
Comportamento
Você Ficou Furioso?

Você fica às vezes furioso? Tenho certeza que sim. Não estou dizendo que você deva ser perfeito. O homem foi destinado a este mundo para fazer teshuvá,
Ciência e Tecnologia
Pesquisa Israelense Faz Avanço para Tratamento do Melanoma
Pesquisadores israelenses alcançam 'avanço' na luta contra o câncer de pele:
Comportamento
Transcendendo Crenças Limitantes

Sempre que passamos por uma crise – seja por tédio, fracasso ou depressão – estamos esquecendo como viver uma vida significativa.
Here’s My Story
Lutando a Guerra do Golfo em Minnesota

No início dos anos 1950, minha mãe, Sra. Miriam Popack, entrou no Conselho Nacional de Agudat Neshei Ubnot Chabad, mais conhecida simplesmente como Neshei Chabad
Artigos
Pinchás: o Protetor da Torá

Pinchás era neto de Aharon e sobrinho-netode Moshe. Ele é famoso por seu zelo em matar Zimri, o líder licencioso da tribo de Shimon…
Mensagem da Parasha
Lições da Parashat Pinechas
Ao final da Porção da Torá da semana passada, aprendemos sobre as mulheres medianitas que tentaram seduzir os homens judeus a adorar Ba'al Peor…
Em resumo
17 de Tamuz
O dia 17 de Tamuz é marcado por tristeza e luto; um dia de jejum e introspecção para o povo judeu. Marca o dia em que os romanos romperam as muralhas de Jerusalém para darem início à destruição do Segundo Templo, no ano 70 EC. Nesta mesma data Moshê quebrou as tábuas ao ver o povo judeu adorando o bezerro de ouro.
17 de Tamuz: História, Leis e Costumes
O Talmud (Taanit 28b) relaciona cinco eventos trágicos na história judaica ocorridos em 17 de Tamuz, motivo pelo qual foi instituído um jejum neste dia:
11 Fatos Sobre o Jejum de 17 de Tamuz
O 17º dia de Tamuz, conhecido como Shiva Assar BeTamuz, é um dos quatro jejuns que o profeta Zechariá prevê que um dia se transformará de tristeza em alegria.
Toda entidade criada possui uma centelha de Divindade dentro de si, um ponto de divindade que constitui sua alma. Quando utilizamos algo para servir ao Criador, penetramos em sua concha de mundanidade, revelando e percebendo sua essência divina. Assim, elevamos essas "centelhas", reunindo-as com sua Fonte.
— O "Ari", Rabi Isaac Luria
Imprimir revista
Novo em <>

A Ciência e o Milagre

Irã Ataca Israel

Am Israel Chai!

Frango com Laranja para Pessach

191º Dia de Guerra

Por Que o Ovo na Keará?