Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Mensagem da Parashá

Lições da Parashat Vayêshev

As Pequenas Coisas da Vida
O que deu a Yossef a paciência de perseverar e superar os tremendos obstáculos que enfrentou durante toda a vida?
Achenu - nosso irmão
A inveja os impediu de se comunicarem com Yossef. Quando atiraram Yossef no fosso, referiram-se ao irmão usando o pronome "ele" numerosas vezes, jamais chamando Yossef pelo nome. Cobiçaram tanto o amor do pai que viam Yossef como um mero "ele", disponível para ser jogado fora, se necessário fosse. Apenas Yehudá se levanta e chama Yossef de "achenu - nosso irmão".
Compra por impulso
A Torá relata que depois que os irmãos ponderaram sobre suas ações mais cuidadosamente, decidiram vendê-lo como escravo, dizendo: "Que nossa mão não caia sobre ele, pois é nosso irmão, nosso próprio sangue". A verdade é que esta foi também uma decisão impensada, da qual se arrependeriam mais tarde.
Em busca da paz
O Lubavitcher Rebe explica que o Mundo Vindouro é um mundo da verdade. É um mundo onde aquilo que aconteceu ontem e aquilo que acontecerá amanhã não pode ser separado do que está acontecendo hoje, e o que acontece a seu próximo não pode ser separado daquilo que acontece com você. A paz, em nosso mundo ainda imperfeito, se visualizada da perspectiva do "Mundo Vindouro", é uma mentira.
Reuven e Yehudá
No que tange à virtude pessoal, Reuven na verdade superou Yehudá, tanto na pureza de suas intenções para com Yossef como no arrependimento por suas faltas. Mas Yehudá foi quem realmente salvou Yossef, ao passo que Reuven inadvertidamente colocou-o em perigo mortal. De fato, se ele não tivesse estado preocupado com "seus sacos de estopa e seu jejum," poderia ter impedido que Yossef fosse vendido como escravo.