Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Nassô

Ciclo da Vida
O Casamento Judaico

A tradição nos diz que neste dia D'us perdoa completamente ambos pelas transgressões cometidas em suas vidas, para que possam começar suas vidas de casados em um estado totalmente puro.
Personalidades
O Rei David
A festa de Shavuot é estreitamente ligada ao rei David, o salmista e pai da casa real, pois David nasceu e faleceu em Shavuot.
Mashiach
Preparativos para a Chegada de Mashiach
Um simples ato positivo seu pode "inclinar a balança" e decidir o futuro da humanidade. Acrescente boas ações no que se refere aos seus semelhantes e a D’us, colocando uma ênfase especial em que isto influa para apressar o fim do Exílio, iniciando a Gueulá (Redenção).
Mulher
Mulheres na Torá

Por fora, as mulheres da Torá parecem desempenhar apenas um papel coadjuvante num drama dominado pelos homens. Vista de dentro, emerge uma história de homens manipulados por mulheres potentes e criados com valores femininos.
Histórias Chassídicas
A Roda da Vida

No entanto, o bom amigo não podia aceitar o destino da alma de seu ex-companheiro, e suplicou à Corte Celestial que, apesar da maneira egoísta e vergonhosa pela qual o amigo o tratara repetidas vezes, mesmo assim o amava e não queria vê-lo sofrer por sua causa.
Parashá Nassô
Resumo da Parashá
Nassô prossegue delineando as tarefas e responsabilidades das três famílias levitas - Gershon e Merari na porção desta semana, Kehat na semana passada - e contando todos os levitas que estavam em idade de servir no Mishcan.
P & R
Intimidade
Toda a energia e potencial de um judeu devem ser canalizados para ações positivas. Isto inclui todas as áreas de sua vida, inclusive seu relacionamento íntimo. Este é consagrado através do casamento judaico, onde Kedushin – santificação Divina - celebra o encontro entre duas metades da mesma alma.

Nossos sábios nos ensinam que se alguém é afligido por algum problema, deve meditar sobre o ocorrido, rever seus comportamentos e aceitar o problema como um chamado Divino às suas atitudes. Normalmente, atribuímos nosso sofrimento a fatores externos e não a nosso desvio de conduta. Reconheça esse chamado. Tudo o que D´us faz é para o nosso bem e Ele está sempre disposto a relevar nossos erros, desde que nos arrependamos.


— Kolel Rio
Imprimir revista