Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Artigos

Caridade sob as lentes da Tradição Judaica

Receita Para o Sustento
Vale a pena comprometer-se a dar uma certa porcentagem do lucro para tsedacá.
Tsedacá antes da tefilá
Por que fazemos tsedacá antes da tefilá?
Tsedacá em Épocas de Dificuldade Econômica
Quando a economia está sofrendo, as mais atingidas são as organizações de caridade e as pessoas necessitadas que confiam desesperadamente nos serviços que essas instituições fornecem.
Teshuvá, Tefilá e Tsedacá
Qual é este serviço? É, como dizemos em nossas preces, “arrependimento, prece e caridade” que afastam o mal e trazem o bem. Porém as palavras são ilusórias... Teshuvá não é arrependimento, Tefilá não é prece e tsedacá não é caridade.
A vida de um dólar
A Torá inclui 613 mitsvot – seiscentas e treze ações que, como D’us desejou que as fizéssemos, nos conectam com Ele. Mas quando nossos Sábios dizem simplesmente "a mitsvá", estão se referindo à mitsvá da caridade.
O Poder da Pushke
"Uma caixa de caridade num lar ou escritório" – ensinou o Lubavitcher Rebe – "redefine todo o espaço. Não é apenas mais uma casa ou apenas um escritório. Transforma-se num centro de bondade e carinho."
Ouro, prata e cobre
Há três tipos de tsedacá. A pessoa deve perceber em todas elas que o dinheiro que controla, em realidade, não é "seu", mas do Criador. Se D’us confiou-lhe riqueza, é para testar se dará tsedacá com generosidade, e com as intenções apropriadas.
Abra a sua mão...
Moshê explicou esta mitsvá aos judeus que entrariam em Êrets Yisrael. No deserto, não houvera necessidade de dar tsedacá porque cada judeu recebia maná para as refeições e porque todos tinham roupas para usar.
Mais Ideias Sobre Tsedacá
A pessoa deve perceber, contudo, que todo o dinheiro que controla, em realidade, não é "seu", mas do Criador. Se D’us confiou-lhe riqueza, é para testar se dará tsedacá com generosidade, e com as intenções apropriadas.
Fome: Alimente Esta Ideia
A meu ver, o problema não está em passar fome, mas sim em seus causadores; são eles que estão passando fome: fome moral, ética e espiritual. Se esperar até se sensibilizar, o faminto já morreu.