Yossef não pôde agüentar quando Yehudá fala na dor de seu pai.

"Rápido! Que todos os egípcios deixem a sala," ordenou Yossef. "Que apenas fiquem os dez irmãos."

Quando ficou a sós com seus irmãos, ele disse:

"Sei onde está seu irmão perdido. Ele está bem aqui."

Os irmãos o olham. Do que ele estava falando? Onde está Yossef?

"Yossef! Yossef!” Os irmãos olham em todas as direções sem avistar ninguém.

Então vem a revelação: “ Eu sou seu irmão Yossef!" - exclamou ele e acrescentou em voz baixa : "Eu sou Yossef, a quem vocês venderam aos egípcios!" (Yossef não queria que os egípcios que estavam do lado de fora ouvissem estas palavras, para não envergonhar seus irmãos). Eles estavam apavorados e envergonhados para falar com Yossef. Receavam que ele agora os castigasse por tê-lo vendido. O choque da notícia repentina foi tremenda, mas Yossef começou gentilmente a acalmá-los, dizendo:

"Não tenham medo! Vocês não precisam se sentir mal por terem me vendido aos egípcios. Na realidade, isso foi uma ordem Divina. D'us queria que me tornasse um governante no Egito para que eu pudesse supri-los com comida durante os anos de fome."

Yossef abraçou todos os seus irmãos. Lentamente, eles se recuperaram do choque.

Yossef, Um Verdadeiro Tsadic (justo)

Mesmo sendo um dirigente poderoso, Yossef não se vingou de seus irmãos por terem-no vendido e humilhado. Ao contrário, ele os confortou com palavras amáveis. Não tinha ressentimento algum contra eles, mesmo tendo sofrido tantos anos.

Yossef concluiu:

"Voltem rápido para casa e façam nosso pai saber que estou vivo. Contem-lhe também que sou um respeitado governante no Egito e tragam-no aqui e voltem todos vocês com suas famílias. Vou alimentá-los e cuidarei para que nada lhes falte."