Extraído dos escritos do sexto Lubavitcher Rebe, adaptação de Yanki Tauber.
No verão de 1929, o sexto Lubavitcher Rebe, Rabi Yossef Yitschac Schneersohn (1880-1950), visitou a Terra de Israel. O Rebe deixou a Terra Santa na quinta-feira, 22 de agosto, dois dias antes das Rebeliões Árabes de 1929, nas quais muitos judeus foram massacrados em Hebron e Jerusalém. Dentre os mortos e feridos estavam vários discípulos e parentes do Rebe.

Numa carta ao então Rabino Chefe de Israel, Rabi Avraham Yitschac Kook, Rabi Yossef Yitschac escreve:

"Quando recebi as notícias dos pogroms perpetrados na Terra Santa no domingo [25 de agosto], no barco de Alexandria a Trieste, caí doente com um problema nos rins, de pura dor e desgosto. Graças a D’us ,o mais precioso dos homens, o sábio e temente a D’us Dr. Wallach, estava conosco no barco e fez muito para aliviar minha enfermidade…Naquele estado, fui forçado a continuar minha jornada aqui; por diversos dias após minha chegada ainda estava incapaz de me recuperar do efeito que teve sobre mim a conflagração com a qual D’us feriu a casa de Yaacov, em geral, e especificamente ao ler a lista dos mortos e feridos, os santos mártires, que suas almas sejam laçadas no laço da vida…"

Em outras ocasião, Rabi Yossef Yitschac relatou que ao final da viagem, Dr. Wallach aproximou-se dele e implorou seu perdão. "Rebe!" — disse ele — "como posso expiar o fato de ser a causa de sua doença?"

"O senhor, a causa de minha doença?" perguntou o Rebe atônito.

"Sim" — disse o médico — "não tenho dúvidas de que se eu não estivesse no barco consigo, o senhor não teria adoecido. O senhor, Rebe, é um homem de quem depende toda a nação judaica; certamente, D’us não teria permitido que uma doença grave se abatesse sobre o senhor, a menos que o instrumento de sua cura estivesse junto no navio."

Esperamos que na longa jornada em que embarcamos, no "barco da vida", encontremos o "médico" que trará a verdadeira cura a todos.

Que possamos nos unir e nos preparar para a chegada dele: Dr. Mashiach!

Que chegue hoje!