Por Aron Moss
Os místicos ensinam que devemos vislumbrar lições espirituais de tudo que atravessa nosso caminho. Então, o que podemos aprender de um vírus no computador?



Estamos todos conectados. Estou sentado à frente do meu computador aqui em Sidney e está tudo bem, até que um velho amigo no outro lado do mundo recebe um vírus em seu computador. Como meu nome aparece em sua lista de endereços, torno-me um vítima quando o vírus entra em seu computador e envia a si mesmo a toda a lista. Então, recebo o vírus só porque ele o fez! 
Estamos todos juntos nesse mundo. Eu não deveria enganar a mim mesmo pensando que o problema de outra pessoa não é meu. Seu sofrimento é meu sofrimento; a felicidade dele está inexplicavelmente ligada à minha. 



Todo pequeno detalhe é importante. Quando vejo um e-mail estranho na minha caixa de mensagens, tenho uma opção a fazer. Com um clique posso deletá-lo e evitar a inconveniência de um computador infectado. Ou, com um clique posso provocar uma avalanche. É apenas um minúsculo clique, mas os resultados são enormes.



Com freqüência, são as pequenas coisas que significam tanto. Uma palavra amiga ou um telefonema apenas para dizer alô pode causar um impacto na vida de uma pessoa em maneiras que você nem imagina.



Podemos mudar o mundo. Todo vírus começa com um idiota. Alguém, em algum lugar que não tem nada melhor a fazer que praticar o vandalismo virtual. E a partir do plano destrutivo daquela pessoa milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas.



Às vezes sentimos que nossas vidinhas são insignificantes no esquema das coisas. Com tantas pessoas no mundo, que diferença eu faço? 



O vírus do computador nos ensina que não importa o quanto nos sentimos pequenos, cada um de nós tem o poder de mudar o mundo. E se tanto dano pode ser causado com um esforço tão pequeno, imagine quanto bem e energia positiva podem ser criados se nisso pusermos nosso coração e nossa mente!