Por Yaacov Lieder
Certa mãe perguntou-me recentemente: "Se eu disser 'não' a meu filho por algo que ele queria e depois mudar de idéia, isso poderia parecer uma fraqueza de minha parte?"
Expliquei que, se a criança tem alguma informação adicional que ela possa fornecer, não é errado se os pais disserem: "Tendo em vista a informação adicional que você me deu agora..." ou "À luz das diferentes circunstâncias... posso reconsiderar e tomar a decisão apropriada." É irrelevante se a decisão é "sim" ou "não." É uma lição muito importante demonstrar a uma criança que existe alguma flexibilidade, e que os pais não precisam sempre fazer as coisas à maneira deles.
Isso lembra-me de uma história que ouvi sobre um Rebe chassídico. As pessoas tinham de esperar semanas para ver este Rebe e receber sua bênção e conselho. Entravam vinte pessoas de uma vez na sala, e então cada uma aproximava-se individualmente do Rebe. Certa vez, uma pessoa que estava na lista empurrou de lado o secretário do Rebe e forçou a entrada na sala. Quando chegou sua vez de falar com o Rebe, este lhe disse: "Vi a maneira como forçou sua entrada pela porta. Como seu mestre, tenho uma importante lição para ensiná-lo. Você não tem de fazer sempre as coisas a seu modo. Portanto, agora saia da sala coloque-se na lista e espere sua vez de falar comigo." A pessoa, que tinha um assunto dos mais urgentes para discutir com o Rebe, ficou desolada, sabendo que levaria várias semanas para ver o Rebe novamente.
Ao encaminhar-se para fora da sala, o Rebe chamou-o de volta, dizendo: "Volte, meu filho, vou atendê-lo agora. Porque tenho uma lição ainda mais importante para ensinar a você... Eu, seu professor, também não tenho de fazer as coisas a meu modo."
Não podemos ensinar às crianças a lição de que eles nem sempre têm de fazer as coisas à maneira deles insistindo em fazer sempre as coisas a nosso modo.