Por Yaacov Lieder
Você já notou que, ao descrever os procedimentos de segurança em uma aeronave antes de decolar, falam sobre as máscaras que caem em caso de emergência, e dizem que você deve primeiro ajustar sua própria máscara antes de colocar a de seu filho?
Perguntei à comissária de bordo: "Não seria mais correto ajudar primeiro a criança antes de cuidar de si mesmo?" Ela explicou que, no caso de eu ter problemas para respirar, não seria capaz de ajudar meu filho. Portanto, primeiro devo ajustar minha máscara e então, como estou respirando adequadamente, serei capaz de atender a criança.
Aproveitei esta analogia para aplicá-la aos pais que estão criando os filhos. Às vezes podem negligenciar suas necessidades pessoais, e até as necessidades um do outro como cônjuges, porque estão ocupados cuidando da família. A prioridade dos filhos está acima da prioridade do casamento e de seus sentimentos pessoais, bem estar e crescimento.
Porém, a menos que o casamento seja nutrido, o casal não será harmônico entre si e não poderá cuidar dos filhos como uma equipe. O mesmo se aplica se eles não atendem às próprias necessidades e à paz de espírito adequadamente: não conseguirão, física e emocionalmente, dar aos filhos o melhor de si.
Precisamos ajustar nossa própria máscara e assegurarmo-nos de que nossas próprias necessidades estão sendo cuidadas. Então ficaremos em situação de dar o melhor que temos aos filhos que D'us nos confiou, a acreditar que faremos um bom trabalho educando-os.
Devemos nos lembrar o que diz a Torá - você deve amar seu amigo como a si mesmo, não mais que a si mesmo, porque você só pode dar amor quando tem amor.