Houve certa vez uma garota cega que tinha ódio de si mesma por ser cega. Odiava a todos, exceto o namorado. Ele estava sempre por perto para ajudá-la. Ela disse ao rapaz: “Se pelo menos eu pudesse ver o mudo, me casaria com você. Porém não posso fazê-lo sendo cega, pois seria um fardo pelo resto da sua vida.”

Um dia, ela recebeu a doação de um par de olhos. Quando os curativos foram retirados, ela pôde ver tudo ao redor, incluindo o namorado.

Ele perguntou: “Agora que você pode ver o mundo, casa comigo?”

A jovem olhou para o namorado e percebeu que ele era cego. A visão das pálpebras fechadas a perturbou. Ela não esperava por aquilo. A ideia de olhar para aqueles olhos fechados pelo resto da vida fez com que ela recusasse a proposta de casamento.

O namorado saiu dali em lágrimas, e dias depois ela recebeu um bilhete que dizia: “Cuide bem dos seus olhos, querida, porque antes que fossem seus, eles eram meus.”

É assim que o cérebro humano com frequência funciona quando nosso status muda. Somente alguns poucos se lembram como a vida era antes, e quem estava sempre ao seu lado nas situações de maior sofrimento.


Hoje, antes de dizer uma palavra desagradável – pense em alguém que não pode falar.

Antes de reclamar sobre a comida – pense em alguém que não tem o que comer.

Antes de reclamar sobre seu marido ou sua mulher – lembre-se por que se apaixonou e todas as coisas boas que recebeu dele ou dela.

Hoje, antes de reclamar da vida – pense em alguém que partiu cedo demais para o Céu.

Antes de reclamar sobre seus filhos – pense em alguém que deseja filhos mas é estéril.

Antes de criar caso porque sua casa está suja – pense naqueles que estão morando nas ruas.

Antes de reclamar sobre a distância que tem de dirigir,pense em alguém que precisa cobrir a mesma distância a pé.

E quando estiver cansado e reclamar do seu trabalho – pense como é abençoado por ter a capacidade de trabalhar e levar dinheiro para casa.

Antes de pensar em apontar o dedo para condenar outra pessoa – lembre-se que nenhum de nós é livre do pecado e todos respondemos a um CRIADOR.

E quando pensamentos deprimentes parecem deixá-lo triste – coloque um sorriso no rosto e agradeça a D’US por estar vivo e sadio!

A Vida É um Presente… Abra o pacote!