Ao ingerir na sucá ao menos 57,6 g de pão ou bolo ou tomar 86 ml de vinho, acrescente a seguinte bênção à bênção do alimento:

Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech haolam, asher kideshánu bemitsvotav, vetsivánu leshev bassucá.
Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos, e nos ordenou morar na sucá.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos concedeu vida, nos sustentou e nos permitiu chegar a essa ocasião.

בָּרוּךְ אַתָּה ה 'אֱלֹהֵינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם שֶׁהֶחֱיָנוּ וְקִיְּמָנוּ וְהִגִיעָנוּ ל לִזְמַן הַזֶּה

Observações:

  • Nas duas primeiras noites de Sucot, as duas bênçãos são incorporadas ao Kidush (conforme descrito no Sidur).
  • Quem não teve a chance de comer na sucá na primeira noite de Sucot deve recitar Shehecheyanu sempre que surgir a primeira oportunidade.
  • De acordo com o costume Chabad, a bênção da sucá também é dita quando se faz a Havdalá.
  • A benção da sucá não é recitada quando se come na sucá em Shemini Atszeret.