Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 90-96

Mostrar conteúdo em:
Salmo 90
Este Salmo retrata a brevidade e fragilidade da existência humana na Terra, e suplica a Deus para nos ajudar a utilizar nosso limitado tempo nesta vida de modo adequado e produtivo.
  1. Oração de Moisés, o homem de Deus. Ó Eterno, tens sido nosso abrigo por todas as gerações.
  2. Antes que se formassem as montanhas, antes que fosse criada a terra, de eternidade a eternidade, Tu é Deus.
  3. Fazes o homem tornar ao pó e dizes: “Arrependei-vos, ó filhos do homem!”.
  4. Ante Ti, mil anos são como um dia que passou, como uma vigília noturna.
  5. Tu os arrebatas e os conduzes ao sono; sua vida é como a da relva passageira.
  6. Ela viceja e cresce pela manhã e, já ao anoitecer, está murcha e seca.
  7. Pois somos consumidos por Tua ira e conturbados por Tua indignação.
  8. Exibiste ante Ti nossa iniqüidade; nossos mais secretos pecados são expostos à luz da Tua Presença.
  9. Na verdade escoam-se nossos dias sob Tua desaprovação; gastamos nossos anos de vida como um som que se desvanece.
  10. É de setenta anos a extensão de nossas vidas, ou, para os mais fortes, oitenta anos. O que seria orgulho e sucesso, não passa de fadiga e enfado, pois rapidamente se esvai e termina.
  11. Quem compreende o poder de Tua cólera, para temer, como deveria, Tua reprovação?
  12. Ensina-nos com o contar de nossos dias a alcançar a sabedoria do coração.
  13. Volta-Te para nós, ó Eterno! Até quando teremos de esperar? Volta-Te para Teus servos!
  14. Sacia-nos pela manhã com a Tua benignidade, para que nos possamos regozijar e cantar ao longo de nossos dias.
  15. Alegra-nos na proporção dos dias em que nos afligiste, dos anos em que nos abateu a adversidade.
  16. Revela a Teus servos Tuas obras, e cobre Teus filhos de Tua glória.
  17. Que sobre nós pouse Tua graça; faze prosperar as obras de nossas mãos; sim, a obra das nossas mãos, faze prosperar.



Salmo 91
O Talmud chama este hino de Cântico dos Flagelos. Quem o recitar com fé em Deus será ajudado por Ele no perigo. Nele, Moisés fala do fiel que encontra refúgio à sombra do Todo-Poderoso. Este é o verdadeiro herói a quem Deus promete longa vida e salvação.
  1. Quem habita na morada do Altíssimo estará sempre sob Sua proteção.
  2. Sobre o Eterno declarei: Ele é meu refúgio e minha fortaleza, meu Deus, em Quem deposito toda a minha confiança.
  3. Ele te livrará do laço do caçador traiçoeiro e da peste que assola tenebrosamente.
  4. Ele te cobrirá com Suas asas e sob elas encontrarás abrigo seguro.
  5. Não temas o terror que campeia durante a noite, nem a flecha que busca seu alvo durante o dia,
  6. nem a peste que se propaga nas trevas, nem tampouco o destruidor que ataca ao meio-dia.
  7. Ainda que tombem mil ao teu lado e dez mil à tua direita, não serás atingido.
  8. Somente teus olhos contemplarão e perceberão a retribuição proporcionada aos ímpios.
  9. Pois disseste: “O Eterno é meu refúgio”, e fizeste tua a morada do Altíssimo.
  10. Nenhum desastre se abaterá sobre ti e nenhuma calamidade se aproximará de tua tenda.
  11. Pois Ele encarrega Seus anjos cuidarem de ti e de te protegerem por todos os caminhos.
  12. Tomar-te-ão nas suas mãos para que não tropece teu pé em alguma pedra.
  13. Poderás pisar sobre o leão e a víbora, sobre o filhote do leão e a serpente, sem perigo.
  14. “Ele se uniu a Mim, portanto o protegerei; mantê-lo-ei a salvo, porque Me ama.
  15. Quando Me chamar, hei de responder-lhe; estarei com ele quando enfrentar atribulações; resgatá-lo-ei e farei com que seja honrado.
  16. Contemplá-lo-ei com uma longa vida e o farei ver Meu poder salvador”, disse o Eterno.



Salmo 92
Louvar a Deus é necessário, mas difícil durante a semana. As pessoas precisam lutar por sua subsistência. No Shabat (sábado), livres das restrições da semana, podem voltar seus corações e mentes para a percepção de Deus e louvá-Lo.
  1. Salmo e cântico para o dia de Shabat.
  2. Como é bom louvar o Eterno e entoar salmos em honra de Teu Nome, ó Altíssimo!
  3. Proclamar desde o amanhecer Tua bondade e, às noites, Tua fidelidade.
  4. Com o alaúde, a lira e a harpa acompanhando com seu som minhas palavras.
  5. Porque me trazes satisfação com Teus feitos, cantarei com alegria, celebrando as obras de Tuas mãos.
  6. Quão magníficas elas são, ó Eterno, e quão profundos são Teus desígnios!
  7. O insensato não os percebe e os tolos não conseguem entender que,
  8. mesmo que brotem como erva os iníquos e floresçam os malévolos, eles serão, para sempre, destruídos.
  9. Porém Tu, ó Eterno, permaneces eternamente exaltado.
  10. Pois Teus inimigos, ó Eterno, perecerão, e serão dispersos todos os que praticam iniqüidades.
  11. Exaltaste minha força como a de um búfalo e me cingiste com óleo puro.
  12. Meus olhos enxergaram o destino de meus inimigos, e meus ouvidos hão de escutar o que acontecerá aos malévolos.
  13. Os justos, porém, florescerão como a palmeira; como o cedro do Líbano crescerão altaneiros.
  14. Plantados na casa do Eterno, florescerão nos átrios do nosso Deus.
  15. Mesmo na velhice, cheios de seiva e viço produzirão frutos
  16. para proclamar que reto é o Eterno. Ele é a minha Rocha, que não dá lugar à injustiça.



Salmo 93
Este Salmo é uma continuação direta do tema do Salmo anterior, de que a grandeza de Deus será reconhecida na era messiânica. Fala de Deus em Sua plenitude de grandeza e poder, tal como Ele estava ao completar os seis dias da Criação, descrevendo-O “aprontando-se”, como quem se veste para o Shabat.
  1. Reina o Eterno e majestade O reveste; sim, força e majestade O revestem.
  2. Firme e inabalado está o mundo por Ele criado. Desde a mais remota antigüidade, firme é o trono do Eterno.
  3. Elevam os rios a voz de suas águas fragorosas.
  4. Acima, porém, do bramido das águas mais volumosas, acima do quebrado das vagas do mar, está o Eterno, que é poderoso nas alturas!
  5. Fidelíssimos são os Teus testemunhos; santidade embelezará Tua casa, ó Eterno, agora e para todo o sempre.



Salmo 94
Deus considerou adequado administrar o mundo de modo a permitir que pessoas menos sensíveis duvidem da realidade de Sua Providência. Apesar disso, ficamos com a certeza de que a bondade prevalecerá e o mal será punido e garantidos pelo fato de que Deus defenderá a causa de Israel e libertar-nos-á de nossos inimigos.
  1. Ó Eterno, Deus de vingança, mostra-Te! Aparece, ó Deus da vingança!
  2. Ergue-Te, ó Juiz da terra, e retribui aos soberbos como merecem.
  3. Até quando, Eterno, até quando exultarão os perversos,
  4. e se derramarão em discursos arrogantes e se vangloriarão os que praticam iniqüidades?
  5. Eles esmagam Teu povo e afligem Tua herança.
  6. Assassinam a viúva, o estrangeiro e o órfão.
  7. Eles murmuram: O Eterno nada verá nem o saberá o Deus de Jacob.
  8. Tentai compreender, ignorantes dentre o povo, e vós, insensatos, quando havereis de perceber?
  9. Porventura não escutará quem plantou os ouvidos? Não enxergará quem criou os olhos?
  10. Não haverá de punir quem educou as nações, e trouxe aos homens o saber?
  11. O Eterno bem sabe quão vãos são os pensamentos do homem.
  12. Feliz o homem que repreendido pelo Eterno, Dele recebe o ensinamento pela Sua Lei,
  13. pois então dá-lhe conforto na época da adversidade, enquanto para o perverso prepara uma cova.
  14. O Eterno não rejeitará Seu povo nem desamparará a Sua herança.
  15. Justiça será feita aos íntegros e será obedecida por todos os retos de coração.
  16. Quem se levantará a meu favor contra os perversos? Quem estará por mim contra os iníquos?
  17. Não tivesse o Eterno sido o meu auxílio, minha alma estaria, em breve, na morada do silêncio.
  18. Quando eu disse “meu pé resvalou”, Tua bondade, ó Eterno, me susteve. Quando dúvidas se multiplicavam em meu coração,
  19. Teu conforto alegrava minha alma.
  20. Pode o trono da perversidade estar Contigo associado? Ou com aquele que, sob a aparência da lei, perpetra maldades?
  21. Estes se reúnem para tramar contra a alma do justo e condenar o sangue inocente.
  22. Mas o Eterno é meu baluarte, meu refúgio, a alta rocha em que me abrigo.
  23. Faz voltar sobre os malévolos sua própria iniqüidade, e com sua própria maldade os exterminará. Sim, o Eterno, nosso Deus, os exterminará.



Salmo 95
Os primeiros sete versículos deste Salmo são um chamado do salmista ao seu povo para reconhecer Deus como o único Criador e Força Condutora do Universo, em geral, e de Israel, em particular. A segunda parte é uma exortação direta do Deus de Israel, lembrando os pecados de nossos antepassados, e que nos leva a não imitá-los.
  1. Vinde e ergamos nossas canções para o Eterno; aclamemos a Rocha de nossa salvação.
  2. Com ação de graças nos apresentaremos perante Ele e em Seu louvor entoaremos salmos.
  3. Pois o Eterno é Deus e Rei majestoso, acima de todos os poderosos.
  4. A Ele pertence toda a terra, dos abismos mais profundos ao cume das montanhas mais elevadas.
  5. Seus são os mares e os continentes, pois tudo é obra de Suas mãos.
  6. Vinde, pois, adoremos e prostremo-nos em reverência ante o Eterno, nosso Criador,
  7. pois Ele é nosso Deus e nós somos Seu povo. Ele é nosso Pastor e nós somos o rebanho que Ele guia neste mundo, desde que Sua voz obedeçamos.
  8. Que nossos corações e nossas mentes saibam compreender Sua exortação. Não permitais que se endureçam vossos corações como em Merivá, como aconteceu em Massá, no deserto,
  9. quando vossos pais, mesmo tendo presenciado Meus feitos, duvidaram de Mim.
  10. Por quarenta anos Meu desgosto fez aquela geração vagar pelo deserto, pois Eu lhes disse: “Sois um povo de coração desnorteado, incapaz de trilhar Meus caminhos.”
  11. Em Minha ira, então, jurei não deixá-lo entrar na terra de Meu repouso.



Salmo 96
Este Salmo é um chamado para o mundo cantar um novo cântico, em homenagem à futura redenção de Israel, como indicado pelo versículo. O cântico é novo porque, como nenhum outro nas Escrituras, ele virá no único momento da História em que as nações da Terra unir-se-ão no reconhecimento a Deus.
  1. Erguei ao Eterno uma nova canção. Que toda a terra Lhe entoe uma melodia.
  2. Cantai ao Eterno, bendizei Seu Nome, proclamai a cada dia a salvação que Dele provém.
  3. Que ante todas as nações exaltemos Sua glória e entre todos os povos Seus feitos maravilhosos,
  4. porque grande é o Eterno e digno dos mais altos louvores. Ele é reverenciado acima de todos os poderosos,
  5. pois os deuses dos povos pagãos são apenas ídolos, enquanto o Eterno é o Criador dos céus.
  6. Honra e majestade estão à Sua frente; glória e beleza resplandecem de Seu santuário.
  7. Rendei ao Eterno, ó família dos povos, rendei ao Eterno tributo de glória e majestade.
  8. Rendei a devida honra a Seu Nome; vinde a Seus átrios portando oferendas.
  9. Prostrai-vos ante o Eterno em Sua sagrada morada; tremam diante Dele todos os habitantes da terra.
  10. Anunciai entre as nações: o Eterno reina; Ele firmou o mundo de forma a que não possa ser abalado. Com eqüidade Ele julgará os povos.
  11. Alegrem-se os céus e regozije-se a terra, brame o mar em toda sua plenitude;
  12. exultem os campos com tudo que neles há, e cantem em júbilo todas as árvores da floresta
  13. diante do Eterno, pois eis que Ele vem para julgar a terra. Ele julgará o mundo com Sua justiça, e os povos com a Sua verdade.



Salmo 90
Este Salmo retrata a brevidade e fragilidade da existência humana na Terra, e suplica a Deus para nos ajudar a utilizar nosso limitado tempo nesta vida de modo adequado e produtivo.
  1. Tefila lemoshe ish haelohim, Adonai, maon ata hayíta lánu bedor vador.
  2. Betérem harim iuládu vatecholel érets vetevel, umeolam ad olam ata El.
  3. Tashêv enosh ad daca, vatômer shúvu vene adam.
  4. Ki élef shanim beenêcha keiom etmol ki iaavor, veashmura valaila.
  5. Zeramtam shena yihiu, baboker kechatsir iachalof.
  6. Baboker iatsits vechalaf, laérev iemolel veiavesh.
  7. Ki chalínu veapêcha, uvachamatechá niv’hálnu.
  8. Shata avonotênu lenegdêcha, alumênu lim’or panêcha.
  9. Ki chol iamênu panu veevratêcha, kilínu shanênu chemo hêgue.
  10. Ieme shenotênu vahem shiv’im shana, veim bigvurot shemonim shana verobam amal vaáven, ki gaz chish vanaúfa.
  11. Mi iodêa oz apêcha, ucheyir’atecha evratêcha.
  12. Limnot iamênu ken hoda, venavi levav chochmá.
  13. Shuva Adonai ad matai, vehinachem al avadêcha.
  14. Sabeênu vaboker chasdêcha, uneranena venismechá bechol iamênu.
  15. Samechênu kimot initánu, shenot raínu raá.
  16. Ierae el avadêcha faolêcha, vahadarechá al benehem.
  17. Vihi nôam Adonai Elohênu alênu, umaassê iadênu conena alênu, umaassê iadênu conenêhu.

Salmo 91
O Talmud chama este hino de Cântico dos Flagelos. Quem o recitar com fé em Deus será ajudado por Ele no perigo. Nele, Moisés fala do fiel que encontra refúgio à sombra do Todo-Poderoso. Este é o verdadeiro herói a quem Deus promete longa vida e salvação.
  1. Ioshev besséter elion, betsel Shadai yit’lonan.
  2. Omar ladonai mach’si umtsu- dati, Elohai evtach bo.
  3. Ki hu iatsilechá mipach iacush, midéver avót.
  4. Beevrato iássech lach, vetáchat kenafav tech’se, tsina vessorecha amito.
  5. Ló tira mipáchad laila, mechets iauf iomam.
  6. Midéver baofel iahaloch, mikétev iashud tsahoráyim.
  7. Yipol mitsidechá élef urvavá miminêcha, elêcha lo yigash.
  8. Rac beenêcha tabit, veshilumat reshaim tir’e.
  9. Ki ata Adonai mach’si, elion sámta meonêcha.
  10. Ló teune elêcha raá venêga lo yicrav beaholêcha.
  11. Ki mal’achav ietsave lach, lishmorchá bechol derachêcha.
  12. Al capáyim yisaúncha, pen tigof baéven raglêcha.
  13. Al shachal vaféten tidroch, tirmos kefir vetanin.
  14. Ki vi chashac vaafaletêhu, assaguevêhu ki iada shemi.
  15. Yicraêni veenêhu, imo anochi vetsara, achaletsêhu vaachabedêhu.
  16. Órech iamim asbiêhu vear’êhu bishuati.

Salmo 92
Louvar a Deus é necessário, mas difícil durante a semana. As pessoas precisam lutar por sua subsistência. No Shabat (sábado), livres das restrições da semana, podem voltar seus corações e mentes para a percepção de Deus e louvá-Lo.
  1. Mizmor shir leiom hashabat.
  2. Tov lehodot ladonai ulzamer leshimchá elión.
  3. Lehaguid babóker chasdêcha, veemunatechá balelót.
  4. Alê assór vaalê nável, alê higaion bechinor.
  5. Ki simachtáni Adonai befaolêcha, bemaasse iadêcha aranên.
  6. Ma gadelú maassêcha Adonai, meod amecú mach’shevotêcha.
  7. Ish baár lo iedá, uchessil lo iavín et zot.
  8. Bifrôach reshaim kemó éssev, vaiatsítsu cól pôale áven, lehishamedam adê ad.
  9. Veata marom leolam Adonai.
  10. Ki hinê oievêcha Adonai, ki hinê oievêcha iovêdu, yitparedú cól pôale áven.
  11. Vatarem kir’em carni, baloti beshémen raanan.
  12. Vatabet ení beshurai, bacamim alai mereim, tishmána oznai.
  13. Tsadic catamar yifrach, keérez balevanon yisguê.
  14. Shetulim bevêt Adonai, bechats’rot Elohênu iafríchu.
  15. Od ienuvun bessevá, deshenim veraananim yihiú.
  16. Lehaguid ki iashar Adonai, tsuri velo avláta bó.

Salmo 93
Este Salmo é uma continuação direta do tema do Salmo anterior, de que a grandeza de Deus será reconhecida na era messiânica. Fala de Deus em Sua plenitude de grandeza e poder, tal como Ele estava ao completar os seis dias da Criação, descrevendo-O “aprontando-se”, como quem se veste para o Shabat.
  1. Adonai malách, gueút lavesh, lavesh Adonai, oz hit’azar, af ticon tevel bal timot.
  2. Nachon kis’achá meaz, meolam áta.
  3. Nasseú neharot Adonai, nasseú neharot colam, is’ú neharot doch’iám.
  4. Micolot máyim rabim, adirim mishberê iam, adir bamarom Adonai.
  5. Edotêcha neem’nu meod, levetechá naava codesh, Adonai leórech iamim.

Salmo 94
Deus considerou adequado administrar o mundo de modo a permitir que pessoas menos sensíveis duvidem da realidade de Sua Providência. Apesar disso, ficamos com a certeza de que a bondade prevalecerá e o mal será punido e garantidos pelo fato de que Deus defenderá a causa de Israel e libertar-nos-á de nossos inimigos.
  1. El necamot Adonai, El necamot hofía.
  2. Hinassê shofet haárets, hashev guemul al gueím.
  3. Ad matai reshaim Adonai, ad matai reshaim iaalózu.
  4. Iabíu iedaberu atac, yit’amerú col pôale áven.
  5. Amechá Adonai iedakeú venachalatechá ieanú.
  6. Almana veguer iaharôgu, vitomim ieratsêchu.
  7. Vaiomeru lo yir’ê Iá, veló iavin Elohê Iaacov.
  8. Bínu boarim baam, uch’silim matai taskílu.
  9. Hanôta ózen halo yishma, im iôtser áyin halo iabit.
  10. Haiosser goyim halo iochíach, hamelamed adam dáat.
  11. Adonai iodêa mach’shevot adam, ki hêma hável.
  12. Ashrê haguéver asher teiasserênu Iá, umitoratechá telamedênu.
  13. Lehashkit lo míme ra, ad yicarê larasha sháchat.
  14. Ki lo yitosh Adonai amo, venachalato lo iaazov.
  15. Ki ad tsédec iashuv mishpat, veacharav col yishrê lev.
  16. Mi iacum li im mereím, mi yit’iatsev li im pôale áven.
  17. Lulê Adonai ezráta li, kim’at shachna dumá nafshi.
  18. Im amárti máta ragli, chasdechá Adonai yis’adêni.
  19. Berov sar’apai bekirbi, tanchumêcha ieshaash’ú nafshi.
  20. Haichovrecha kisse havot, iotser amal ale choc.
  21. Iagôdu al néfesh tsadic, vedam naki iarshíu.
  22. Vaihi Adonai li lemisgav, velohai letsur mach’si.
  23. Vaiáshev alehem et onam uv’raatam iatsmitem, iatsmitem Adonai Elohênu.

Salmo 95
Os primeiros sete versículos deste Salmo são um chamado do salmista ao seu povo para reconhecer Deus como o único Criador e Força Condutora do Universo, em geral, e de Israel, em particular. A segunda parte é uma exortação direta do Deus de Israel, lembrando os pecados de nossos antepassados, e que nos leva a não imitá-los.
  1. Lechú neranená ladonai, nariá letsur yish’ênu.
  2. Necadmá fanav betoda, bizmirot naría lo.
  3. Ki El gadol Adonai, umélech gadol al col elohim.
  4. Asher beiado mechkerê árets, vetoafot harim lo.
  5. Asher lo haiam vehu assáhu, veiabéshet iadav iatsáru.
  6. Bôu nishtachave venichráa, nivrecha lifnê Adonai ossênu.
  7. Ki hu Elohênu, vaanáchnu am mar’ito vetson iado, haiom im becoló tishmáu.
  8. Al tac’shú levavchem kimrivá, keiom massá bamidbar.
  9. Asher nissúni avotechêm, bechanúni gam raú faolí.
  10. Arbaim shaná acut bedor, vaomar am toê levav hem, vehem lo iadeú derachái.
  11. Asher nishbáti veapí, im ievoún el menuchatí.

Salmo 96
Este Salmo é um chamado para o mundo cantar um novo cântico, em homenagem à futura redenção de Israel, como indicado pelo versículo. O cântico é novo porque, como nenhum outro nas Escrituras, ele virá no único momento da História em que as nações da Terra unir-se-ão no reconhecimento a Deus.
  1. Shíru ladonai shir chadásh, shíru ladonai col haárets.
  2. Shíru ladonai, barechú shemo, basseru miion leiom ieshuató.
  3. Saperu vagoyim kevodo, bechol haamim nifleotáv.
  4. Ki gadol Adonai umehulal meod, norá hu al col elohim.
  5. Ki col elohê haamim elilím, vadonai shamáyim assá.
  6. Hod vehadar lefanáv, óz vetif’éret bemicdasho.
  7. Havu ladonai mishpechót amim, havú ladonai cavód vaoz.
  8. Havú ladonai kevod shemó, seú minchá uvôu lechats’rotáv.
  9. Hishtachavú ladonai behadrát códesh, chílu mipanáv col haárets.
  10. Imrú vagoyim Adonai malách, af ticón tevel bal timot, iadin amim bemesharim.
  11. Yismechú hashamáyim vetaguel haárets, yir’am haiam umeloó.
  12. Iaalóz sadai vechol asher bo, az ieranenú col atsê iáar.
  13. Lifnê Adonai ki va, ki va lishpot haárets, yishpot tevel betsédec veamim beemunató.


© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháBehar
Esta página em outros idiomas