Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.
Para visualizar horários do Shabat clique aqui para selecionar sua localização

Segunda-feira, 21 Outubro, 2019

Horas haláchicas (Zemanim)
Para visualizar horários haláchicos Clique aqui para configurar a sua localização
Shemini Atseret
Leis e Costumes

Em Simchat Torá ("Júbilo da Torá") concluímos, e recomeçamos, o ciclo anual de leitura da Torá. O evento é marcado com grande alegria e entusiasmo, através das "hacafot", danças, feitas na véspera e na manhã de Simchat Torá, na qual marchamos e dançamos com Rolos de Torá ao redor da bimá. Durante a leitura da Torá, todos, incluindo todos os meninos abaixo da idade de bar-mitsvá, são chamados à Torá; assim a leitura é feita inúmeras vezes, para que todos recitem a bênção sobre a Torá neste dia.

Na prece Mussaf de hoje começamos a inserir a frase mashiv haruach umorid hageshem ("quem faz o vento soprar e traz a chuva") nas nossas preces diárias (como continuaremos a fazer durante o inverno, até o 1º dia de Pêssach). Hinos especiais sobre a chuva e a água são acrescentados à Mussaf em honra da ocasião.

Yizcor é recitado hoje após a leitura da Torá.

Devido à santidade do Shabat, o acendimento de velas (de uma chama pré-existente) para Simchat Torá deve ser feito após o anoitecer.

A Festa de Sucot, comemorando a proteção envolvente de D’us aos Filhos de Israel durante sua jornada de 40 anos pelo deserto (1313-1273 AEC), é celebrada durante sete dias, começando na véspera de 15 de Tishrei. Durante estes dias, somos ordenados a “habitar” na sucá – uma cabana de construção temporária, com o teto coberto por vegetação, sem acabamento (galhos, ramos, bambu, etc.) – significando a fragilidade e a vida temporária da habitação humana e do abrigo feito pelo homem, e nossa total dependência da proteção e providência Divina.

Pelo menos um k’zayit (cerca de 28 gramas de pão) deve ser comido na sucá no primeiro dia da Festa, entre o anoitecer e a meia-noite. Uma bênção especial, Leishêv BaSucá, é recitada. Para o restante da Festa, todas as refeições devem ser feitas na sucá (veja o código da Lei Judaica, ou consulte uma autoridade haláchica para saber de que consiste uma “refeição”). O costume Chabad é se abster de comer ou beber qualquer coisa fora da sucá, até mesmo um copo de água.

Hoje é o último dia em que comemos na sucá. Embora a bênção na sucá seja recitada antes de fazer uma refeição, não é recitada hoje. Pouco antes do pôr-do-sol, muitos têm o costume de fazer um último lanche na sucá, assim “despedindo-se da sucá” até o ano seguinte.

Nota: Em algumas comunidades é costume fazer algumas ou todas as refeições fora da sucá.