Ganham Destaque em Livro

Publicado em Rua Judaica

Enquanto Israel celebra os 70 anos de independência, vê sua longa lista de inovações tecnológicas e contribuições ao mundo ganhar as páginas do mais novo livro do norte-americano Avi Jorisch, membro sênior do Conselho Americano de Política Externa e especialista em História e Filosofia Islâmica. “Tu Inovarás: Como a Engenhosidade Israelense Repara o Mundo”, escrito a partir de uma experiência própria do autor, não apenas lista as descobertas e invenções israelenses, mas também mostra como um país, mesmo cercado por vizinhos hostis e acostumado a se defender em inúmeros conflitos, consegue encontrar soluções que ajudam a suprir suas necessidades e, ainda assim, contribuir com inovações para toda a humanidade.

Em entrevista ao jornal israelense 'The Times of Israel', Jorisch, que nasceu em uma família de sobreviventes do Holocausto e viveu e estudou por muitos anos em Israel, diz como o terror da guerra despertou seu olhar para a capacidade de inovação do país. "Foi no verão de 2014, eu estava lá, durante a guerra de Gaza, quando militantes islâmicos do Hamas lançaram mísseis contra Israel. Eu vi como o sistema de defesa israelense funcionou para interceptar os foguetes. Foram semanas de sirenes tocando o tempo todo, mas minha família, como todo o povo de Israel, encontrou conforto no sistema de defesa. Fiquei maravilhado com esta invenção", disse o autor.

Jorisch se refere ao Iron Dome, um sofisticado sistema de radar, inaugurado em 2011, que prevê a trajetória de objetos que representam ameaça e aciona os sistemas de defesa do país. Para escrever seu livro, Jorisch selecionou 15 tecnologias desenvolvidas por Israel em campos variados, como drogas, irrigação por gotejamento, energia solar, defesa, agricultura e segurança cibernética.

No livro, que por enquanto é vendido em lojas dos EUA, Jorisch propõe uma reflexão importante: "Não é uma obra sobre tecnologia, é sobre impacto. Todas essas tecnologias já tiveram impacto. E se Israel já contribuiu tanto para o mundo, imagine como seria o país se não tivesse constantemente que se defender".

Israel, que tem uma população de aproximadamente 8,6 milhões de pessoas, foi eleito o 5º país mais inovador do mundo em ranking recente da Bloomberg