O poder de uma mitsvá

Enquanto essas linhas estão sendo escritas, nossos Twitters, Facebooks, caixas de e-mails, até manchetes de jornais carregam terríveis reportagens sobre as horas terríveis que esperam por Israel. Nossa família judaica está sob fogo, foguetes estão chovendo no sul, e a guerra espreita.

E todo judeu se pergunta: o que posso fazer para ajudar?

Existe algo que possamos fazer? A maioria de nós está a centenas ou milhares de quilômetros de distância, em nossas próprias comunidades. Porém nosso próprio ser clama: O que podemos fazer?

O Rebe, Rabi Menachem Mendel Schneerson, de abençoada memória, nos ensinou que sim, há algo que podemos fazer. O Rebe nos ensinou o poder de uma mitsvá.

O Chamado do Rebe à Ação: Uma História

Na véspera da Guerra dos Seis Dias em 1967, quando o mundo inteiro previa o fim de Israel, o Rebe iniciou a campanha dos tefilin, e nos garantiu que milagres estavam por vir. Ele citou a promessa Divina de que pelo mérito da mitsvá do tefilin, “todas as nações do mundo verão que o nome de D'us é chamado sobre vocês, e eles o temerão” (Devarim 28:10).

No verão de 1973, pouco antes de irromper a Guerra de Yom Kipur, o Rebe pediu que as crianças judias se reunissem para rezar e recitar palavras de Torá no kotel e outros locais em Israel, em cumprimento do versículo “Das bocas de crianças pequenas Tu estabeleceste o poder… de neutralizar o inimigo” (Salmos 8:3).

Em numerosas outras ocasiões, quando o povo de Israel enfrentou ameaças de seus inimigos, o Rebe nos pediu para reagir aumentando em estudo de Torá, prece e caridade.

Uma mitsvá, uma ação Divina, tem o poder de atingir o âmago de nosso ser – onde somos todos um só, e a distância física entre nós não importa. Neste âmago, uma ação positiva de nossa parte ajudará a trazer salvação a um irmão ou irmã que sofre.

Durante os conflitos do passado na Terra de Israel, e durante épocas de perigo para o povo judeu, o Rebe fez sugestões práticas que trariam as bênçãos Divinas e Sua proteção.

Não vamos subestimar o poder do bem! Com uma única boa ação de nossa parte, aqui e agora, podemos contribuir para a vitória e segurança de nossos irmãos em Israel.

Separe um minuto de seu tempo para tomar uma boa decisão. Você pode fazer a diferença!

Torá:

Dedique-se ao estudo diário da Torá ou reserve um tempo em sua agenda; participe dos shiurim e combine com rabinos de sua sinagoga ou colel.

Tefilá:

Recite uma prece pela segurança dos soldados da Forças de Defesa Israelenses, e para todos os moradores da Terra Santa (sugestão: Salmos 20, 22, 69 e 150 geralmente são recitados em tempos difíceis).

Tsedacá:

Caridade e atos de bondade: Ponha uma moeda numa caixa de caridade, faça uma doação em dinheiro a uma pessoa necessitada ou a uma causa de caridade, ou estenda a mão a quem precisa.

Tefilin:

Se você já coloca tefilin todo dia, encoraje um amigo a fazê-lo. Se ainda não coloca, agora é uma boa hora para pôr em prática esta importante mitsvá. Peça ajuda a um amigo que já coloca como deve proceder ou ao rabino de sua sinagoga.

Mezuzá:

Se você ainda não tem mezuzot, adquira elas agora, uma para cada batente de porta para sua casa! Se você já tem, pode estar na hora de checá-las para assegurar que as palavras no pergaminho não apagaram e que são casher.

Velas de Shabat:

Veja a tabela de acendimento das velas de Shabat. Comece hoje mesmo! Antes do acendimento é costume colocar moedas na caixa de tsedacá. Faça seus pedidos logo após a prece sobre as velas. Inclua em seus pedidos que Hashem abençoe os soldados de Israel, nosso povo e toda a humanidade para que haja paz e luz no mundo inteiro.

Um simples ato positivo é capaz de mudanças profundas que alteram a balança do mundo. Que possamos em breve contar com a vinda de Mashiach. Melhores notícias e um Shabat Shalom para todos, onde estiverem.