Compaixão, Harmonia, Verdade

Tiferet - compaixão mescla e harmoniza o fluxo livre de amor de chesed com a disciplina da guevurá. Tiferet assume esta força introduzindo uma terceira dimensão - a dimensão da verdade, que não é nem amor nem disciplina, e por isso pode integrar os dois. A verdade é acessada através do desprendimento: elevando-se acima de seu ego e suas predisposições, permitindo-lhe perceber uma verdade mais elevada. A verdade lhe fornece um quadro claro e objetivo da suas necessidades, bem como das necessidades de outros. O desequilíbrio entre amor e disciplina (e por isso, qualquer distorção) é resultado de uma perspectiva subjetiva, por conseqüência, limitada. Introduzir a verdade, suspendendo preconceitos pessoais, permite que a pessoa expresse seus sentimentos (incluindo a síntese de chesed e guevurá) da maneira mais saudável.

Esta qualidade dá o nome a Tiferet, o que significa Beleza: mescla as cores cambiantes do amor e da disciplina, e a harmonia resultante a torna bela.

Chesed de Tiferet

Examine o aspecto amor da compaixão. Pergunte a si mesmo:

Minha compaixão é terna e amorosa ou manifesta-se como piedade? Minha simpatia é condescendente e benevolente? Mesmo que esta não seja minha intenção, os outros a percebem como tal? Minha compaixão transborda com amor e calidez; é expressa com entusiasmo ou é estática e sem vida?

Exercício do dia:Ao ajudar alguém, ofereça-se de maneira completa. Dê um sorriso ou faça um gesto carinhoso.