Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 120-134

Mostrar conteúdo em:
Costumes Especiais para o Mês de Elul e para as Grandes Festas
O Baal Shem Tov instituiu um costume de recitar três capítulos adicionais de Salmos todos os dias, desde o dia 1º de Elul até Yom Kipur (em Yom Kippur os restantes 36 capítulos são recitados, completando assim todo o livro dos Salmos).
Veja abaixo para os capítulos adicionais de hoje.
Salmo 120
Os quinze Salmos seguintes (120-134), conhecidos como os Cânticos de Ascensão (ou dos Degraus), eram cantados no Templo, onde o judeu era levado a alturas espirituais cada vez mais elevadas. No Templo, Israel declarava que o ser humano não deve permanecer espiritualmente estagnado. O mundo é composto por infinitos degraus de bondade, e a missão do ser humano é galgar as alturas espirituais, que partem da terra e vão até os céus.
  1. Um cântico de ascensão. Em minha angústia clamei ao Eterno e Ele me atendeu.
  2. Livra minha alma, ó Eterno, de lábios mentirosos e línguas enganadoras.
  3. O que ganharás e o que Te será acrescido por teres uma língua enganadora?
  4. Calúnias são como as flechas aguçadas dos guerreiros, que transportam brasas vivas.
  5. Ai de mim, que tive que peregrinar em Méshech e habitar nas tendas de Kedar.
  6. Minha alma, por bastante tempo, teve que morar entre os que odeiam a paz.
  7. Não quero a guerra, mas mesmo quando lhes falo de paz eles preferem a guerra.



Salmo 121
Este cântico descreve os meios pelos quais Israel encontra forças para atingir as alturas espirituais e ascender até a Sua gloriosa Presença. Trata da proteção constante de Deus, e recitá-lo é particularmente apropriado em épocas de crise.
  1. Um cântico para ascensão. Ergo meus olhos para o alto de onde virá meu auxílio.
  2. Meu socorro vem do Eterno, o Criador dos céus e da terra.
  3. Ele não permitirá que resvale teu pé, pois jamais se omite Aquele que te guarda.
  4. O Guardião de Israel jamais descuida, jamais dorme.
  5. Deus é Tua proteção. Como uma sombra, te acompanha a Sua Destra.
  6. De dia não te molestará o sol, nem sofrerás de noite sob o brilho da lua.
  7. O Eterno te guardará de todo mal; Ele preservará tua alma.
  8. Estarás sob Sua proteção ao saires e ao voltares, desde agora e para todo o sempre.



Salmo 122
Este Salmo descreve Jerusalém como a cidade onde o indivíduo experimenta o encontro com a santidade. Não importa quantos peregrinos venham, cada um deles tem uma sensação de mérito e elevação.
  1. Um cântico de ascensão de David. Regozijei-me quando me disseram: “Vamos à casa do Eterno”.
  2. Chegaram nossos pés às tuas portas, ó Jerusalém.
  3. És uma cidade edificada e coesa para unir
  4. todas as tribos do Eterno que a Ti se dirigiam como um testemunho de todo Israel, para erguer graças ao Nome do Eterno.
  5. Ali foi estabelecido o tribunal de justiça, o trono da casa de David.
  6. Rogai ao Eterno pela paz de Jerusalém! Prosperem os que te amam, ó Jerusalém!
  7. Haja paz em teus baluartes e segurança em teus palácios.
  8. Por amor a meus irmãos e companheiros, rogarei por Tua paz.
  9. Por amor à casa do Eterno, nosso Deus, buscarei sempre o Teu bem.



Salmo 123
O salmista escreve a partir da perspectiva dos judeus no exílio, cuja trágica experiência ensinou-os que somente Deus pode ajudá-los.
  1. Um cântico de ascensão. Elevo meus olhos a Ti que nos céus habitas!
  2. Assim como se fixam os olhos dos servos na mão de seus senhores e os da serva nas de sua senhora, voltam-se nossos olhos para o Eterno, nosso Deus, e Nele permanecerão fixos até que de nós Se compadeça.
  3. Compadece-Te de nós, ó Eterno! Concede-nos Tua compaixão, pois estamos exaustos de suportar tanto opróbrio.
  4. Nossa alma está saturada de sofrer escárnio dos faustosos e desprezo dos soberbos.



Salmo 124
Somente o cuidado e proteção de Deus salvaram Israel da extinção.
  1. Um cântico de ascensão de David. Se não tivéssemos por nós o Eterno - seja isto proclamado por Israel -,
  2. se não tivéssemos por nós o Eterno quando malévolos contra nós se levantaram,
  3. teríamos sido devorados vivos ao se acender contra nós
  4. seu furor; ondas violentas nos teriam afogado.
  5. Torrentes impetuosas teriam submergido nossa alma.
  6. Bendito seja o Eterno, que não permitiu sermos nós uma presa para suas garras e dentes.
  7. Como um pássaro que escapa do laço com que o tentam prender caçadores, escapou nossa alma. Rompeu-se o laço e fomos libertados.
  8. Nosso socorro foi e é o Nome do Eterno, o Criador dos céus e da terra.



Salmo 125
Os que confiam em Deus estão sempre seguros. Ele os protege tanto dos ataques físicos quanto espirituais feitos pelos iníquos.
  1. Um cântico de ascensão. Os que depositam sua confiança no Eterno serão firmes como o monte de Tsión, que permanecerá inabalável para todo o sempre.
  2. Assim como um colar de montanhas contorna Jerusalém, a proteção do Eterno envolve Seu povo perpetuamente.
  3. Não permanecerá o cetro dos ímpios com poder sobre a terra dos justos, para que não sejam tentados a se deixar seduzir pela iniqüidade.
  4. Faze o bem, ó Eterno, aos justos e aos retos de coração.
  5. Quanto aos que se desviam para caminhos tortuosos, que o Eterno os conduza junto com todos os malévolos à destruição. E que haja paz sobre Israel.



Salmo 126
A longa missão de Israel no exílio será finalmente completada. Deus nos conduzirá de volta à Terra de Israel, rejuvenescidos física e espiritualmente.
  1. Um cântico de ascensão. Quando o Eterno nos trouxer de volta a Tsión, a nós, seus exilados, nos parecerá estar sonhando.
  2. Nosso semblante então estampará somente alegria e nossa boca vibrará em cânticos. Dirão então todas as nações: “Quão extraordinário é o que fez o Eterno por este povo!”
  3. Imenso será nosso regozijo pelas maravilhas que fará por nós o Eterno.
  4. Traze-nos de volta do cativeiro, ó Eterno, como correntes d’água que se espalham e penetram na terra sedenta.
  5. Certamente os que ora semeiam em lágrimas, hão de chegar à colheita com alegria.
  6. Os que a chorar vêm trazendo as sementes, em júbilo retornarão carregando os frutos da colheita tão esperada.



Salmo 127
Uma pessoa não deve chegar a extremos para prover habitação e sustento para o seu lar, pensando que tem o poder de garantir resultados, pois somente Deus coroa os esforços com êxito. É o que Ele fará para os que Nele confiam, bastando apenas fazer a parte que lhes cabe.
  1. Um cântico de ascensão de Salomão. A não ser que o Eterno edifique a Casa, trabalham em vão os que a querem construir. Se Ele não guardar a cidade, vã será a vigília da sentinela.
  2. Os que retardam seu sono até alta noite, acordam antes do amanhecer e dedicam-se arduamente a ganhar seu sustento, não alcançarão os bens que o Eterno concede aos que O amam, mesmo quando estes estão a repousar.
  3. Quanto a seus filhos, são uma doação do Eterno; sua descendência é a recompensa que recebem.
  4. Como flechas na mão de um guerreiro, assim são os filhos de sua mocidade.
  5. Bem-aventurado o homem cuja aljava deles está repleta! Mesmo por seus inimigos serão respeitados, quando com eles dialogarem junto às portas da cidade.



Salmo 128
Este Salmo apresenta uma descrição do judeu genuinamente justo, reto, temente a Deus e fiel seguidor de Seus mandamentos. Ele experimentará a verdadeira bem-aventurança, não só no mundo vindouro como neste também.
  1. Um cântico de ascensão. Feliz é aquele que reverencia o Eterno e trilha Seus caminhos.
  2. O trabalho de suas mãos proverá seu sustento, feliz será e tudo lhe correrá bem.
  3. Em seu lar, sua esposa será como uma fecunda videira e seus filhos como ramos da oliveira em volta de sua mesa.
  4. Assim será abençoado o homem que reverencia o Eterno.
  5. E lhe dirão: Que de Tsión te abençoe o Eterno e que possas contemplar a prosperidade de Jerusalém por todos os dias de tua vida.
  6. Que alcances a felicidade dos filhos de teus filhos e a paz sobre Israel.



Salmo 129
Decorridos séculos e milênios, Israel lança um olhar retrospectivo para sua história. A capacidade dos judeus sobreviverem a todos os esforços para destruí-los atesta a mão de Deus conduzindo o curso da história de Israel e protegendo os judeus de todos os perigos.
  1. Um cântico de ascensão. Muito me afligiram desde minha juventude - podes declará-lo, ó Israel! -
  2. muito me combateram desde a minha mocidade, mas contra mim não prevaleceram.
  3. Como lavradores que aram a terra abrindo profundos sulcos, feriram-me e quiseram me imobilizar meus inimigos.
  4. Mas o Eterno é justo, e cortou as cordas dos ímpios.
  5. Retrocedam humilhados os que odeiam Tsión!
  6. Sejam como a relva exposta nos telhados, que seca antes mesmo de florescer.
  7. Dela não quer o segador encher sua mão, nem buscá-la quer o atador de feixes.
  8. Os transeuntes não dirão, como diante de belas flores, que “seja sobre vós estendida a bênção do Eterno, em cujo Nome vos abençoamos!”



Salmo 130
Como pode o ser humano atormentado, carregado de culpa por seus pecados, transpor a barreira que percebe separá-lo de Deus? Ele não deve se desesperar. Deus, em Sua misericórdia, procura os filhos perdidos que desejam retornar. Este Salmo é recitado em tempos de crise.
  1. Um cântico de ascensão. Das profundezas do abismo clamo a Ti, ó Eterno!
  2. Ouve minha voz e permita que estejam atentos os Teus ouvidos a meu brado suplicante.
  3. Se mantivesses diante de Ti a imagem de todas as nossas iniqüidades, quem mereceria subsistir?
  4. Mas Tu manténs aberta a porta do perdão, para que possas ser reverenciado com amor e respeito.
  5. Pelo Eterno aguardo esperançoso, por sua palavra de perdão espero, por Ele minha alma anseia.
  6. Mais que o vigia noturno busca a chegada do alvorecer, sim, mais do que ele anseia pelo amanhecer, deseja minha alma o Eterno.
  7. Ó Israel, põe no Eterno toda a tua esperança pois Nele está a benignidade e com Ele vem a redenção.
  8. Certamente Ele redimirá Israel de todas as suas iniqüidades.



Salmo 131
O justo não se torna arrogante por causa de suas realizações, nem com ciúmes dos maiores que ele, porque sabe que todo êxito é concedido por Deus a cada pessoa segundo sua necessidade e sua missão.
  1. Um cântico de ascensão de David. Ó Eterno, não é altaneiro meu coração, nem altivo meu olhar, e não tenho a pretensão de lidar com assuntos que estão acima de minha compreensão.
  2. Sosseguei minha alma para que não fosse soberba, e como uma criança acalentada por sua mãe se sente minha alma.
  3. Espere tranqüilo e confiante no Eterno, ó Israel, agora e por todo o sempre.



Salmo 132
Às vezes, a tarefa de uma pessoa é preparar as bases de um edifício, e não administrar a sua construção. Embora pareça menos glorioso aos olhos humanos, quem desempenha tal missão será devidamente recompensado, e por seu mérito a meta será atingida.
  1. Cântico de ascensão. Lembra-Te, ó Eterno, de David e de todas as aflições que o acometeram.
  2. Como votos solenes e juramentos, fez, ao Eterno, o Poderoso de Jacob, afirmando:
  3. Na tenda em que moro não entrarei , nem em meu leito buscarei repouso;
  4. não concederei sono a meus olhos, nem cerrarei minhas pálpebras
  5. até encontrar um lugar para o Eterno, uma morada digna para o Poderoso de Jacob.
  6. Ouvimos que seria em Efrat, e a encontramos nos campos de Iáar.
  7. Entremos em Seus tabernáculos e prostremo-nos diante da base de Seus pés.
  8. Ergue-Te, ó Eterno, e vem ao lugar de Teu repouso, Tu e a Arca de Tua glória.
  9. Que de justiça se revistam Teus sacerdotes, e de regozijo cantem Teus fiéis.
  10. Por amor a David, Teu servo, não rejeites Teu ungido.
  11. Fez o Eterno a David uma promessa da qual não se retratará: “Um de teus descendentes farei ascender a teu trono.
  12. Se guardarem teus filhos Meu pacto, e Meus mandamentos cumprirem, segundo o que lhes hei de ensinar, também seus filhos, perpetuamente, sentar-se-ão em teu trono.”
  13. Pois o Eterno elegeu Tsión como o lugar preferido para Sua morada, dizendo:
  14. “Aqui para sempre hei de morar, pois esta é Minha escolha.
  15. Abençoarei abundantemente seus suprimentos; fartarei de pão seus necessitados.
  16. Vestes de glória e salvação fornecerei a seus sacerdotes e seus fiéis cantarão em regozijo.
  17. Farei florescer a dinastia de David, e uma luz prepararei para guiar Meu ungido.
  18. Seus inimigos cobrirei de vergonha, enquanto sua coroa farei sempre resplandecer.”



Salmo 133
Como tratou do Templo no Salmo anterior, David continua louvando o idílio que existirá quando os seres humanos viverem juntos como irmãos. e também estiverem unidos em seus corações.
  1. Cântico de ascensão de David. Como é bom e agradável viverem irmãos juntos em harmonia.
  2. É como o óleo precioso que unge a cabeça de Aarão, e do qual escorrem gotas para sua barba e daí para a orla das suas vestes.
  3. É como o orvalho do Hermon que vem cair sobre as montanhas de Tsión, como bênçãos ordenadas pelo Eterno. Sejam elas perpetuadas em sua vida!



Salmo 134
O Salmo anterior descreveu o idílio de uma humanidade cujos membros vivem juntos como irmãos. Aqui, somos provocados a manter nossa pureza espiritual mesmo na melancolia do exílio e dispersão, construindo “casas para Deus” – cumprindo nossa missão como seres humanos – onde e como pudermos.
  1. Cântico de ascensão. Bendizei ao Eterno, todos vós, Seus servos, que permaneceis em Sua casa pelas noites adentro.
  2. Estendei para o Santuário vossas mãos e bendizei ao Eterno.
  3. E que de Tsión vos responda o Eterno, que criou o céu e a terra com Sua bênção.



Salmo 120
Os quinze Salmos seguintes (120-134), conhecidos como os Cânticos de Ascensão (ou dos Degraus), eram cantados no Templo, onde o judeu era levado a alturas espirituais cada vez mais elevadas. No Templo, Israel declarava que o ser humano não deve permanecer espiritualmente estagnado. O mundo é composto por infinitos degraus de bondade, e a missão do ser humano é galgar as alturas espirituais, que partem da terra e vão até os céus.
  1. Shir hamaalot, el Adonai batsaráta li caráti vaiaanêni.
  2. Adonai hatsíla hafshi missefat shéker, milashon remiya.
  3. Ma yiten lecha uma iossif lach lashon remiya.
  4. Chitsê guibor shenunim, im gachalê retamim.
  5. Oia li ki garti méshech, shachánti im aholê Kedar.
  6. Rabat shachna la nafshi im sone shalom.
  7. Ani shalom, vechi adaber hêma lamilchama.

Salmo 121
Este cântico descreve os meios pelos quais Israel encontra forças para atingir as alturas espirituais e ascender até a Sua gloriosa Presença. Trata da proteção constante de Deus, e recitá-lo é particularmente apropriado em épocas de crise.
  1. Shir lamaalot, essa enai el heharim, meáyin iavo ezri.
  2. Ezri meim Adonai, osse shamáyim vaárets.
  3. Al yiten lamot raglêcha, al ianum shomerêcha.
  4. Hine lo ianum velo yishan, shomer Yisrael.
  5. Adonai shomerêcha, Adonai tsilechá al iad ieminêcha.
  6. Iomam hashémesh lo iakêca, veiarêach balaila.
  7. Adonai yishmorchá micol ra, yishmor et nafshêcha.
  8. Adonai yishmor tsetechá uvoêcha, meata vead olam.

Salmo 122
Este Salmo descreve Jerusalém como a cidade onde o indivíduo experimenta o encontro com a santidade. Não importa quantos peregrinos venham, cada um deles tem uma sensação de mérito e elevação.
  1. Shir hamaalot ledavid, samáchti beomerim li bet Adonai nelech.
  2. Omedot haiu raglênu bishearáyich Ierushaláyim.
  3. Ierushaláyim habenuia keir shechubera la iachdav.
  4. Shesham alu shevatim shivtê Iá edut leyisrael, lehodot leshem Adonai.
  5. Ki sháma iashevu chis’ot lemishpat, kis’ot levet David.
  6. Shaalu shelom Ierushaláyim, hishláiu ohaváyich.
  7. Iehi shalom becheléch, shalva bearmenotáyich.
  8. Lemáan achai vereái, adabera na shalom bach.
  9. Lemáan bet Adonai Elohênu, avac’shá tov lach.

Salmo 123
O salmista escreve a partir da perspectiva dos judeus no exílio, cuja trágica experiência ensinou-os que somente Deus pode ajudá-los.
  1. Shir hamaalot elêcha nassáti et enai, haioshevi bashamáyim.
  2. Hine cheenê avadim el iad adonehem, keenê shifcha el iad guevirta, ken enênu el Adonai Elohênu ad sheiechonênu.
  3. Chonênu, Adonai, chonênu, ki rav savánu vuz.
  4. Rabat saveá la nafshênu, haláag hashaananim, habuz ligueê ionim.

Salmo 124
Somente o cuidado e proteção de Deus salvaram Israel da extinção.
  1. Shir hamaalot ledavid, lulê Adonai sheháia lánu, iômar na Yisrael.
  2. Lulê Adonai sheháia lánu becum alênu adam.
  3. Azai chayim belaúnu, bacharot apam bánu.
  4. Azai hamáyim shetafúnu, náchla avar al nafshênu.
  5. Azai avar al nafshênu hamáyim hazedonim.
  6. Baruch Adonai, shelo netanánu téref leshinehem.
  7. Nafshênu ketsipor nimleta mipach iokeshim, hapach nishbar vaanáchnu nimlátnu.
  8. Ezrênu beshem Adonai, osse shamáyim vaárets.

Salmo 125
Os que confiam em Deus estão sempre seguros. Ele os protege tanto dos ataques físicos quanto espirituais feitos pelos iníquos.
  1. Shir hamaalot, habotechim badonai, kehar Tsión lo yimot, leolam ieshev.
  2. Ierushaláyim harim saviv la, vadonai saviv leamo meata vead olam.
  3. Ki lo ianúach shévet harêsha al goral hatsadikim, lemáan lo yishlechu hatsadikim beavláta iedehem.
  4. Hetíva Adonai latovim, velisharim belibotam.
  5. Vehamatim acalcalotam, iolichem Adonai et pôale haáven, shalom al Yisrael.

Salmo 126
A longa missão de Israel no exílio será finalmente completada. Deus nos conduzirá de volta à Terra de Israel, rejuvenescidos física e espiritualmente.
  1. Shir hamaalot, beshuv Adonai et shivat Tsión hayínu kecholemim.
  2. Az yimalê sechoc pínu ulshonênu rina, az iomeru vagoyim higdil Adonai laassot im êle.
  3. Higdil Adonai laassot imánu, hayínu semechim.
  4. Shuva Adonai et shevitênu caafikim banéguev.
  5. Hazoreim bedim’a, berina yic’tsôru.
  6. Haloch ielech uvacho nosse méshech hazára, bo iavo verina, nosse alumotav.

Salmo 127
Uma pessoa não deve chegar a extremos para prover habitação e sustento para o seu lar, pensando que tem o poder de garantir resultados, pois somente Deus coroa os esforços com êxito. É o que Ele fará para os que Nele confiam, bastando apenas fazer a parte que lhes cabe.
  1. Shir hamaalot lishlomô, im Adonai lo yivne váyit, shav amelu vonav bo, im Adonai lo yishmor ir, shav shacad shomer.
  2. Shav lachem mashkíme cum, meacharê shévet, ochelê léchem haatsavim, ken yiten lidido shena.
  3. Hine nachalat Adonai banim, sachar peri habáten.
  4. Kechitsim beiad guibor, ken benê haneurim.
  5. Ashrê haguéver asher mile et ashpato mehem, lo ievôshu ki iedabru et oievim basháar.

Salmo 128
Este Salmo apresenta uma descrição do judeu genuinamente justo, reto, temente a Deus e fiel seguidor de Seus mandamentos. Ele experimentará a verdadeira bem-aventurança, não só no mundo vindouro como neste também.
  1. Shir hamaalot, ashrê col ierê Adonai, haholech bidrachav.
  2. Ieguía capêcha ki tochel, ashrêcha vetov lach.
  3. Eshtechá keguéfen poriya, beiarketê vetêcha, banêcha kishtilê zetim saviv leshulchanêcha.
  4. Hine ki chen ievôrach gáver iere Adonai.
  5. Ievarechechá Adonai mitsión, ur’e betuv Ierushaláyim col iemê chaiêcha.
  6. Ur’e vanim levanêcha, shalom al Yisrael.

Salmo 129
Decorridos séculos e milênios, Israel lança um olhar retrospectivo para sua história. A capacidade dos judeus sobreviverem a todos os esforços para destruí-los atesta a mão de Deus conduzindo o curso da história de Israel e protegendo os judeus de todos os perigos.
  1. Shir hamaalot, rabat tserarúni mineurai iomar na Yisrael.
  2. Rabat tserarúni mineurai, gam lo iáchelu li.
  3. Al gabi chareshu choreshim, heeríchu lemaanitam.
  4. Adonai tsadic, kitsets avot reshaim.
  5. Ievôshu veyissôgu achor com soneê Tsión.
  6. Yihiu cachatsir gagot, shecadmat shalaf iavesh.
  7. Shelo mile chapo cotser, vechitsno meamer.
  8. Velo ameru haoverin bircat Adonai alechem, beráchnu etchem beshem Adonai.

Salmo 130
Como pode o ser humano atormentado, carregado de culpa por seus pecados, transpor a barreira que percebe separá-lo de Deus? Ele não deve se desesperar. Deus, em Sua misericórdia, procura os filhos perdidos que desejam retornar. Este Salmo é recitado em tempos de crise.
  1. Shir hamaalót, mimaamakím keratícha Adonai.
  2. Adonai shim’á vecolí, tihiêna oznêcha cashuvót lecol tachanunái.
  3. Im avonot tishmór Iá, Adonai mi iaamod.
  4. Ki imechá hasselicha lemáan tivarê.
  5. Kivíti Adonai kivetá nafshi, velidvaró hochálti.
  6. Nafshi ladonai mishomerím labóker, shomerím labóker.
  7. Iachel Yisrael el Adonai, ki im Adonai hachéssed veharbê imó fedút.
  8. Vehu yifdê et Yisrael micól avonotáv.

Salmo 131
O justo não se torna arrogante por causa de suas realizações, nem com ciúmes dos maiores que ele, porque sabe que todo êxito é concedido por Deus a cada pessoa segundo sua necessidade e sua missão.
  1. Shir hamaalot ledavid, Adonai lo gava libi, velo ramu enai ,velo hilachti bigdolot uvniflaot mimêni.
  2. Im lo shivíti vedomámti nafshi, kegamul alê imo cagamul alai nafshi.
  3. Iachel Yisrael el Adonai meata vead olam.

Salmo 132
Às vezes, a tarefa de uma pessoa é preparar as bases de um edifício, e não administrar a sua construção. Embora pareça menos glorioso aos olhos humanos, quem desempenha tal missão será devidamente recompensado, e por seu mérito a meta será atingida.
  1. Shir hamaalot, zechor Adonai ledavid et col unoto.
  2. Asher nishba ladonai, nadar laavir Iaacov.
  3. Im avo beôhel beti, im eele al êres ietsuái.
  4. Im eten shenat leenái, leaf’apai tenuma.
  5. Ad emtsa macom ladonai, mishcanot laavir Iaacov.
  6. Hine shemaanúha veefráta, metsanúha bisde iáar.
  7. Navôa lemishkenotav, nishtachave lahadom raglav.
  8. Cuma Adonai limnuchatêcha, ata vaaron uzêcha.
  9. Cohanêcha yilbeshu tsédec, vachassidêcha ieranênu.
  10. Baavur David avdêcha, al tashev pene meshichêcha.
  11. Nishba Adonai ledavid, emet lo iashuv mimêna, miperí vitnechá ashit lechisse lach.
  12. Im yishmeru vanêcha beriti, veedoti zo alamedem, gam benehem ade ad ieshevu lechisse lach.
  13. Ki vachar Adonai betsión, iva lemoshav lo.
  14. Zot menuchati adê ad, po eshev ki ivitíha.
  15. Tseda barech avarech, evionêha asbía láchem.
  16. Vechoanêha albish iêsha, vachassidêha ranen ieranênu.
  17. Sham atsmíach keren ledavid, aráchti ner limshichi.
  18. Oivav albish bóshet, vealav iatsits nizro.

Salmo 133
Como tratou do Templo no Salmo anterior, David continua louvando o idílio que existirá quando os seres humanos viverem juntos como irmãos. e também estiverem unidos em seus corações.
  1. Shir hamaalot ledavid, hinê ma tov uma naím shévet achim gam iáchad.
  2. Cashémen hatov al harosh, iored al hazacan, zecan Aharon sheiored al pi midotav.
  3. Ketal Chermon sheiored al harerê Tsión, ki sham tsiva Adonai et haberacha, chayim ad haolam.

Salmo 134
O Salmo anterior descreveu o idílio de uma humanidade cujos membros vivem juntos como irmãos. Aqui, somos provocados a manter nossa pureza espiritual mesmo na melancolia do exílio e dispersão, construindo “casas para Deus” – cumprindo nossa missão como seres humanos – onde e como pudermos.
  1. Shir hamaalot, hinê barechú et Adonai col ovdê Adonai, haomedim bevêt Adonai balelot.
  2. Seú iedechém códesh uvarechú et Adonai.
  3. Ievarechechá Adonai mitsión, ossê shamáyim vaárets.

Três capítulos Adicionais
O Baal Shem Tov instituiu um costume de recitar três capítulos adicionais de Salmos todos os dias, desde o dia 1º de Elul até Yom Kipur (em Yom Kippur os restantes 36 capítulos são recitados, completando assim todo o livro dos Salmos).
Hoje os capítulos são79, 80 e 81.
Salmo 79
As nações destruíram o Templo para blasfemar contra Deus e causaram uma dor a Israel que transcende a humilhação pessoal. Oramos a Deus para restaurar logo a honra de Israel – e, assim, a Sua própria – aos olhos de um mundo em dúvida.
  1. Um salmo de Assaf. Ó Deus, os povos invadiram Tua possessão, profanaram o Teu sagrado santuário, converteram Jerusalém em montes de escombros.
  2. Deixaram os cadáveres dos Teus servos para se tornarem alimento para as aves de rapina, e a carne dos Teus devotos para as feras da terra.
  3. Seu sangue derramaram como água por toda Jerusalém e nem sequer havia quem os pudesse enterrar.
  4. Nos tornamos objetos de escárnio para nossos vizinhos, zombaria e desprezo para os que nos rodeiam.
  5. Até quando, Eterno, ficarás irado? Será eterna Tua cólera? Até quando Teu zelo queimará como fogo?
  6. Derrama Tua ira sobre os povos que não Te reconhecem e sobre os reinos que não invocam o Teu Nome.
  7. Porque destruíram Jacob e assolaram a sua morada.
  8. Não Te recordes contra nós das iniqüidades do passado; apressa-Te em proporcionar-nos a Tua misericórdia, pois estamos muito enfraquecidos.
  9. Socorre-nos, ó Deus da nossa salvação, pela glória do Teu Nome! Salva-nos e expia os nossos pecados pelo amor do Teu Nome!
  10. Para que não indaguem as nações: “Onde está o seu Deus?” Que vejam as nações diante de nossos olhos a vingança do sangue derramado dos Teus servos.
  11. Que Te alcance o gemido do encarcerado, e pela grandeza do Teu poder salva-o da morte.
  12. Retribui a nossos vizinhos sete vezes mais desgraças que aquelas com que Te desonraram, ó Eterno!
  13. Então, nós, Teu povo, o rebanho de Teu campo, louvar-Te-emos eternamente, e de geração em geração cantaremos Tua glória.



Salmo 80
Como sugerido pelo cabeçalho deste Salmo, é um testemunho sobre os exílios futuros de Israel. Ele recorda ao povo judeu sua gloriosa relação anterior com Deus, e garante que será restaurada. Os três apelos quase idênticos (versículos 4, 8 e 20) são as petições dos três principais exílios: o exílio das Dez Tribos, o exílio da Babilônia e o atual exílio romano.
  1. Ao mestre do canto, com “Shoshanim”, “Edut”, um salmo de Assaf.
  2. Dá ouvidos, ó Pastor de Israel, que conduzes José como a um rebanho; revela-Te ante nós, ó Tu, que habitas entre os querubins!
  3. Apresenta-Te ante Efraim, Benjamim e Menashê, desperta Teu poder e vem salvar-nos.
  4. Restaura-nos, ó Deus, e faze sobre nós resplandecer Tua face, e então seremos salvos.
  5. Eterno, Deus dos Exércitos, até quando ignorarás as preces do Teu povo?
  6. Deste-lhe lágrimas por pão e os fizeste beber copioso pranto.
  7. Fizeste-nos lutar com nossos vizinhos, e nossos inimigos zombam de nós.
  8. Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos! Faze sobre nós resplandecer Tua face, e então seremos salvos.
  9. Uma vinha trouxeste do Egito, e expulsaste povos para plantá-la.
  10. Lhe preparaste terreno, e ela fincou raízes e encheu a terra.
  11. Sua sombra encobriu montanhas, e seus galhos se tornaram cedros vigorosos.
  12. Até o mar estendeu seus ramos, e até o rio seus brotos.
  13. Por que destruíste suas cercas e deste modo a despojam todos os transeuntes?
  14. Devasta-a o javali da floresta, devoram-na todos que rastejam pelo campo.
  15. Ó Eterno dos Exércitos, rogamos que retornes! Dos céus, observa o que se passa e tem consideração por esta vinha,
  16. pela cepa plantada por Tua mão, pelo broto que para Ti fortaleceste.
  17. Ela está queimada pelo fogo e cortada; ante Tua repreensão ela perece.
  18. Concede Tua ajuda àquele que está à Tua Destra, ao filho do homem que para Ti fortaleceste.
  19. Nós não nos apartaremos de Ti; preserva pois nossa vida, para que Teu Nome possamos invocar.
  20. Restaura-nos, ó Eterno, Deus dos Exércitos, e faze sobre nós resplandecer Tua face, e então seremos salvos!



Salmo 81
Não importa o quanto uma pessoa submergiu: Deus sempre espera seu arrependimento e vire uma nova página. Assim como nos libertou da escravidão no Egito, Ele também está pronto para afrouxar os grilhões do pecado que nos prendem ao nosso estado inferior. Precisamos apenas começar e tomar a resolução de fazer a Sua vontade.
  1. Ao mestre do canto, sobre “Guitit”, de Assaf.
  2. Erguei canções de júbilo a Deus, que é a nossa fortaleza; fazei soar alegres vozes ao Deus de Jacob.
  3. Entoai um salmo e fazei ressoar o pandeiro, a agradável harpa e o saltério.
  4. Soprai o “Shofar” na lua nova, no tempo fixado como dia da nossa festa.
  5. Pois este é um estatuto para Israel, um dia de juízo para o Deus de Jacob.
  6. Ele o estabeleceu para José como testemunho, quando este saiu para governar na terra do Egito, onde ouviu uma língua que não conhecia.
  7. Deus disse: “Livrei seu ombro da carga, e do caldeirão da servidão retirei suas mãos.
  8. Na angústia clamaste e Eu te livrei; com voz de trovão te respondi e provei-te junto às águas de Merivá.
  9. Ouve, povo Meu, Eu te advertirei, ó Israel, se Me escutares!
  10. Não haverá deuses estranhos em teu meio nem adoração a ídolos.
  11. Eu sou o Eterno, teu Deus, que te fez subir da terra do Egito; abre bem a tua boca, e te satisfarei.
  12. Mas o Meu povo não escutou a Minha voz, e Israel não Me quis.
  13. Assim, deixei-os seguir segundo a obstinação dos seus corações, para que atendessem seus próprios conselhos.
  14. Ah, se Me escutasse o Meu povo, se Israel trilhasse Meus caminhos!
  15. Num instante Eu abateria os seus inimigos, e contra os seus adversários alçaria Minha mão.”
  16. Aos inimigos de Israel que odeiam o Eterno mas não o declaram abertamente, seu castigo será eterno,
  17. enquanto a Israel Ele nutrirá com o melhor dos alimentos, e com o mel que emana da rocha o saciará.




© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháNitsavim
Esta página em outros idiomas