Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 60-65

Mostrar conteúdo em:
Costumes Especiais para o Mês de Elul e para as Grandes Festas
O Baal Shem Tov instituiu um costume de recitar três capítulos adicionais de Salmos todos os dias, desde o dia 1º de Elul até Yom Kipur (em Yom Kippur os restantes 36 capítulos são recitados, completando assim todo o livro dos Salmos).
Veja abaixo para os capítulos adicionais de hoje.
Salmo 60
David compôs este Salmo ao final de sua bem-sucedida campanha contra os inimigos de Israel que violavam impunemente as fronteiras ao norte. Expressa confiança na garantia Divina de que seu reino seria consolidado internamente, e temido e respeitado externamente.
  1. Ao mestre do canto, com “Shushan Edut”, um “Michtam” de David para instruir.
  2. Quando guerreou contra Aram Naharáyim e Aram Tsova, e Joab, em seu retorno, derrotou Edom e abateu um exército de doze mil homens.
  3. Ó Eterno, ao nos abandonares Tu nos alquebraste. Te enfureceste conosco.
  4. Reintegra nossas forças; fizeste estremecer a terra e a fendeste; restaura esta brecha antes que desmorone.
  5. Severidade demonstraste a Teu povo; um vinho que nos tornou cambaleantes nos deste a beber.
  6. Concede aos que Te reverenciam um estandarte a ser erguido, em nome da verdade.
  7. Para que sejam libertados os que Tu amas, salva-os com Tua Destra e concede-me assim uma resposta.
  8. Em Seu santuário, prometeu-me o Eterno que exultante eu haveria de dividir porções em Shechem e medir o Vale de Sucót.
  9. Guil’ad e Menashe seriam terras minhas; Efraim minha principal fortificação e Judá meu cetro.
  10. Moab seria a bacia na qual lavaria minhas mãos; sobre Edom pisaria meu calçado e a Filistéia me aclamaria.
  11. Pudesse eu agora chegar até a cidade fortificada, até Edom!
  12. Mas Tu nos rejeitaste, ó Eterno, e não marchas com nosso exército.
  13. Ajuda-nos contra o inimigo, porque vão é o auxílio dos homens.
  14. Só com o Eterno triunfaremos, pois Ele destruirá nossos inimigos.



Salmo 61
Apesar de designado rei, David precisa fugir dos que desejam destruí-lo. Estas experiências pessoais são como a experiência nacional de Israel, q também tema das preces de David.
  1. Ao mestre do canto, sobre “Neguinat”, de David.
  2. Ouve, ó Eterno, minha súplica e atenta à minha prece.
  3. Quando fraqueja meu coração, mesmo dos confins da terra clamo a Ti; Tu me atendes e me transportas a uma rocha elevada onde encontro proteção.
  4. Pois Tu tens sido meu refúgio, uma fortaleza ante meu inimigo.
  5. Possa eu morar sempre em Tua tenda e abrigar-me à sombra de Tuas asas.
  6. Ouviste, ó Eterno, os votos que Te fiz; assegura a herança dos que temem o Teu Nome.
  7. Acrescenta dias aos dias de vida do rei e que se estendam por gerações seus anos.
  8. Que lhe seja permitido sentar sempre em seu trono em Tua presença. Que bondade e fidelidade lhe sirvam sempre de proteção.
  9. Então, com salmos e canções, para sempre exaltarei Teu Nome, e cumprirei os votos que Te fiz.



Salmo 62
Nunca devemos permitir que o poder do opressor ou sua sedutora riqueza obtida por intermédio de atos condenáveis, corroam a nossa confiança em Deus e a fé na Sua justiça.
  1. Ao mestre do canto, com “Iedutun”, um salmo de David.
  2. Somente pelo Eterno, em silêncio, aguarda minha alma, pois Dele virá meu socorro.
  3. Em verdade, somente Ele é minha Rocha, minha salvação, meu baluarte, que não me deixa desesperar jamais.
  4. Até quando atacareis traiçoeiramente um homem para abatê-lo como se fora uma parede desaprumada, uma cerca a desabar?
  5. Planejam despojá-lo de sua grandeza; comprazem-se com calúnias. Bendizem-no com suas bocas enquanto o amaldiçoam em seus corações.
  6. Porém, somente pelo Eterno espera minha alma, em silêncio, pois Ele é que me traz a esperança.
  7. Ele é minha Rocha, minha salvação, meu baluarte e por isto não desesperarei jamais.
  8. Sobre o Eterno se fundamenta minha salvação e minha glória; a Rocha da minha fortaleza, a segurança de meu abrigo estão em Deus.
  9. Confia sempre Nele, ó povo meu! Perante Sua Presença derrama teu coração; Ele é nosso refúgio.
  10. Vãs são as palavras dos homens, mentirosas são as afirmações dos poderosos; postas juntas numa balança nada pesam.
  11. Não depositai na opressão vossa confiança nem no roubo a esperança; mesmo que prosperem, não lhes dêem atenção.
  12. Uma vez falou Deus e duas lições escutei: o poder pertence a Deus,
  13. e a bondade é Tua, ó Eterno, pois Tu recompensas o homem conforme seus atos.



Salmo 63
No exílio, vítima de nociva maledicência, afastado da família, da nação e do lar, sozinho diante de Deus num deserto, David ora a Deus.
  1. Salmo de David, quando estava no deserto de Judá.
  2. Ó Eterno, Tu és o meu Deus e a Ti eu busco sempre; sedenta de Ti está minha alma e meu corpo por Ti anseia, nesta terra árida, esgotada e sêca.
  3. Recordo como Te contemplei no Santuário, para me embeber de Teu poder e de Tua glória.
  4. Pois melhor que a própria vida é Tua magnanimidade, e por isto Te enaltecerão meus lábios.
  5. Sim, abençoar-Te-ei por toda a minha vida e erguerei meus braços invocando Teu Nome.
  6. Como se fora com um banquete abundante se saciará minha alma, e com alegria nos lábios Te louvará minha boca.
  7. Em meu leito, em noites de vigília, lembrar-Te-ei e meditarei sobre Tua bondade,
  8. pois tens sido meu socorro, e à sombra de Tuas asas me tenho rejubilado.
  9. Minha alma a Ti se une, e Tua Destra me sustenta.
  10. Aqueles que buscam a destruição de minha alma, lançar-se-ão às profundezas da terra.
  11. A espada os ferirá e se tornarão pasto para os chacais.
  12. O rei, porém, no Eterno se alegrará, e exultará todo aquele que por Ele jurar quando fechada for a boca dos mentirosos.



Salmo 64
Este Salmo tem o mesmo tema do anterior.
  1. Ao mestre do canto, um salmo de David.
  2. Ouve, ó Eterno, minha voz quando expresso meu lamento; do temor ao inimigo preserva minha vida.
  3. Oculta-me do conluio dos perversos e da conspiração dos ímpios,
  4. que afiam suas línguas como espadas, e como flechas disparam suas palavras cheias de veneno
  5. para alcançar de emboscada o inocente, para sem remorso atingi-lo.
  6. Obstinam-se em sua maldade, conspiram para instalar armadilhas e dizem: “Quem as perceberá?”
  7. Diligentemente buscam pretextos para intrigas nos pensamentos do ser humano e no fundo dos corações.
  8. Mas o Eterno contra eles dispara uma flecha e de pronto os fere.
  9. Sua própria língua lhes provocará o fracasso; todos menearão com desprezo suas cabeças.
  10. Tomar-se-á de temor todo homem, enaltecerá a obra da criação e compreenderá os feitos do Eterno.
  11. Que se alegre o justo no Eterno; Nele se refugie e que glorificados sejam os justos de coração.



Salmo 65
A seca ou qualquer retenção da benevolência Divina nos deve levar ao arrependimento. O mesmo Deus que subjuga as forças mais poderosas rejuvenesce a Terra mais queimada e a nação mais ressecada.
  1. Ao mestre do canto, um salmo de David, um cântico.
  2. A Ti é dedicado todo louvor em Tsión, mesmo quando é silencioso; votos feitos a Ti serão cumpridos.
  3. A Ti, que acolhes as preces, acorrem todos os homens.
  4. Quando me acabrunham todas as minhas iniqüidades, é de Ti que busco perdão.
  5. Feliz é aquele que escolheste para de Ti se aproximar e habitar em Teus átrios! Possamos todos nós ser saciados com as bênçãos que emanam de Tua casa, de Teu Sagrado Templo.
  6. Responde-nos com grandiosos feitos, que mostrem Tua justiça, ó Deus de nossa salvação, que sustentas a terra até seus confins e os mares até o mais profundo;
  7. que em Seu poder cria as montanhas, pleno de força,
  8. acalma os mares estrondeantes, as ondas que nele se elevam, e o tumulto da multidão de nações.
  9. Temor por Teus portentos despertas nos habitantes de terras longínquas, e júbilo trazes aos habitantes dos países do Oriente e do Ocidente.
  10. Cuidaste da terra e a irrigaste, enriquecendo-a com cursos de água por Ti abastecidos; provês grão para o alimento do ser humano, pois para isto a terra preparaste.
  11. Regas seus sulcos, fazes por seus canais correr a água; com as gotas da chuva a fazes germinar e sua flora abençoas.
  12. Com Tua bondade a cobres por todo o ano e abundância extravasa de Tuas veredas.
  13. Pastagens brotam nos desertos e de júbilo se cingem as colinas.
  14. As pradarias se revestem de rebanhos, grãos cobrem os prados e clamor de exaltação e modulação de canções deles emanam.



Salmo 60
David compôs este Salmo ao final de sua bem-sucedida campanha contra os inimigos de Israel que violavam impunemente as fronteiras ao norte. Expressa confiança na garantia Divina de que seu reino seria consolidado internamente, e temido e respeitado externamente.
  1. Lamenatsêach al shushan edut, michtam ledavid lelamed.
  2. Behatsoto et Aram Naharáyim veet Aram Tsova, vaiashov Ioav vaiach et Edom begê mélach shenem assar álef.
  3. Elohim zenachtánu ferats’tánu, anáfta teshovev lánu.
  4. Hir’áshta érets petsamtá, refa shevarêha chi máta.
  5. Hir’íta amechá cashá, hishkitánu iayin tar’ela.
  6. Natáta lireêcha nes lehitnosses, mipenê cóshet sêla.
  7. Lemáan iechaletsun iedidêcha, hoshía ieminechá vaanêni.
  8. Elohim diber becodsho eeloza, achalecá Shechém veémec sucót amaded.
  9. Li Gil’ad veli Menashe veefráyim maoz roshi, Iehudá mechokeki.
  10. Moav sir rach’tsi, al Edom ashlich naali, alai peléshet hit’roái.
  11. Mi iovilêni ir matsor, mi nachani ad Edom.
  12. Halo ata Elohim zenachtánu, velo tetse Elohim betsivotênu.
  13. Háva lanu ezrat mitsar, veshav teshuat adam.
  14. Belohim naasse cháyil, vehu iavus tsarênu.

Salmo 61
Apesar de designado rei, David precisa fugir dos que desejam destruí-lo. Estas experiências pessoais são como a experiência nacional de Israel, q também tema das preces de David.
  1. Lamenatsêach al neguinat ledavid.
  2. Shim’á Elohim rinati, hac’shiva tefilati.
  3. Mictse haárets elêcha ecra baatof libi, betsur iarum mimêni tanchêni.
  4. Ki hayíta mach’se li, migdal oz mipenê oiev.
  5. Agúra veahalchá olamim, echesse vesséter kenafêcha sêla.
  6. Ki ata Elohim shamáta lindarai, natáta ierushat yir’ê shemêcha.
  7. Iamim al iemê mélech tossif, shenotav kemo dor vador.
  8. Ieshev olam lifnê Elohim, chéssed veemét man yintseruhu.
  9. Ken azamera shimchá laad, leshalemi nedarai iom iom.

Salmo 62
Nunca devemos permitir que o poder do opressor ou sua sedutora riqueza obtida por intermédio de atos condenáveis, corroam a nossa confiança em Deus e a fé na Sua justiça.
  1. Lamenatsêach al iedutun mizmor ledavid.
  2. Ach el Elohim dumiiá nafshi, mimênu ieshuati.
  3. Ach hu tsuri vishuati, misgabi lo emot raba.
  4. Ad ána tehotetu al ish teratsechu chulechem, kekir natui gader hadechuia.
  5. Ach misseeto iaatsu lehadíach yirtsu chazav, befiv ievarechu uvekirbam iecalelu sêla.
  6. Ach lelohim domi nafshi, ki mimênu ticvati.
  7. Ach hu tsuri vishuati, misgabi lo emot.
  8. Al Elohim yish’i uchvodi, tsur uzi mach’si belohim.
  9. Bitchu vo vechol et, am shifchu lefanav levavechém, Elohim machasse lánu sêla.
  10. Ach hével benê adam cazav benê ish, bemozenáyim laalót hema mehével iáchad.
  11. Al tivtechu veôshec, uvgazel al tebálu, cháyil ki ianuv al tashítu lev.
  12. Achat diber Elohim shetáyim zu shamáti, ki oz lelohim.
  13. Ulechá Adonai chássed, ki ata teshalem leish kemaassêhu.

Salmo 63
No exílio, vítima de nociva maledicência, afastado da família, da nação e do lar, sozinho diante de Deus num deserto, David ora a Deus.
  1. Mizmor ledavid, bihioto bemidbar Iehudá.
  2. Elohim Eli ata ashacharêca, tsamea lechá nafshi, cama lechá vessari beérets tsiiá veaief beli máyim.
  3. Ken bacódesh chazitícha, lir’ot uzechá uchvodêcha.
  4. Ki tov chasdechá mechayim, sefatai ieshabechunechá.
  5. Ken avarechechá vechaiai, beshimchá essá chapai.
  6. Kemo chélev vadéshen tisbá nafshi, vessiftê renanót iehalel pi.
  7. Im zecharticha al ietsuái, beashmurót egue bach.
  8. Ki hayíta ezráta li, uvetsel kenafêcha aranen.
  9. Davecá nafshi acharêcha, bi tamechá ieminêcha.
  10. Vehêma leshoá ievac’shu nafshi, iavôu betachtiót haárets.
  11. Iaguirúhu al iedê chárev, menat shualim yihiu.
  12. Vehamélech yismach belohim, yit’halel col hanishbá bo, ki yissacher pi doverê sháker.

Salmo 64
Este Salmo tem o mesmo tema do anterior.
  1. Lamenatsêach mizmor ledavid.
  2. Shemá Elohim coli vessichi, mipachad oiev titsor chaiai.
  3. Tastirêni missod mereim, merigshat pôale áven.
  4. Asher shanenu chachérev leshonam, darechu chitsam davar mar.
  5. Lirot bamistarim tam, pit’om iorúhu velo yiráu.
  6. Iechazecú lámo davar rá, iessaperú litmon mokeshim, ameru mi yir’e lámo.
  7. Iachpessu olót tamnu chéfes mechupas, vekérev ish velev amoc.
  8. Vaiorem Elohim, chets pit’om haiu macotam.
  9. Vaiach’shilúhu alêmo leshonam, yitnodedu col roe vam.
  10. Vayireu col adam, vaiaguídu pôal Elohim umaassehu hiskilu.
  11. Yismach tsadic badonai vechassa vo, veyit’halelú col yishrê lev.

Salmo 65
A seca ou qualquer retenção da benevolência Divina nos deve levar ao arrependimento. O mesmo Deus que subjuga as forças mais poderosas rejuvenesce a Terra mais queimada e a nação mais ressecada.
  1. Lamenatsêach mizmor ledavid shir.
  2. Lechá dumiiá tehilá Elohim betsión, ulechá ieshulam néder.
  3. Shomêa tefilá, adêcha col bassar iavôu.
  4. Divrê avonót gaveru mêni, peshaênu ata techaperem.
  5. Ashrê tivchar utcarev yishcon chatserêcha, nisbeá betuv betêcha kedosh hechalêcha.
  6. Noraot betsédec taanênu Elohê yish’ênu, mivtach col cats’ve érets veiam rechokim.
  7. Mechin harim bechocho, nezar bigvura.
  8. Mashbíach sheon iamim, sheon galehem vahamon leumim.
  9. Vayireu ioshevê ketsavót meototêcha, motsaê vóker vaérev tarnin.
  10. Pacadta haárets vateshokekêha, rabat tasherêna péleg Elohim male máyim, tachin deganam ki chen techinêha.
  11. Telamêha rave nachet guedudêha, birvivim temogueguêna tsimchá tevarech.
  12. Itárta shenat tovatêcha, umagalêcha yir’afun dáshen.
  13. Yir’afu neót midbar, veguil guevaót tachgórna.
  14. Laveshú charim hatson vaamakim iaatfu var, yit’roaú af iashíru.

Três capítulos Adicionais
O Baal Shem Tov instituiu um costume de recitar três capítulos adicionais de Salmos todos os dias, desde o dia 1º de Elul até Yom Kipur (em Yom Kippur os restantes 36 capítulos são recitados, completando assim todo o livro dos Salmos).
Hoje os capítulos são31, 32 e 33.
Salmo 31
David compôs este Salmo quando fugia da implacável perseguição movida por Saul. Tantas vezes revelaram sua localização a Saul tantas vezes Deus salvou David de seu inimigo mortal ( I Samuel 22-24). É uma lição para o ser humano: confiar em Deus, cuja vontade determina o destino de cada indivíduo.
  1. Ao mestre do canto, um salmo de David.
  2. Em Ti, busquei refúgio, ó Eterno; não deixes que me sinta frustrado, jamais. Por Tua retidão, abriga-me.
  3. Inclina para mim Teu ouvido e apressa-Te em resgatar-me; sê a Rocha inabalável, a fortaleza de minha salvação.
  4. Tu és meu rochedo, minha cidadela, e por amor a Teu Nome, guia-me e orienta-me.
  5. Livra-me da armadilha que contra mim preparam, pois Tu és meu baluarte.
  6. Em Tua Mão confiei meu espírito e Tu me redimiste, ó Eterno, Deus da verdade.
  7. Repudio os que se mantêm em crenças vazias, pois eu só no Eterno confio.
  8. Sei que me alegrarei e regozijarei em Tua benevolência, porquanto viste minha aflição e compreendeste a angústia de minha alma.
  9. Não me entregaste nas mãos do inimigo e aplainaste uma senda para que meus pés possam percorrê-la.
  10. Tem misericórdia, ó Eterno, pois a aflição me invade; como minha alma e meu corpo, meus olhos se consomem de pesar.
  11. Em aflição decorreu minha vida, em lamentos meus anos; devido à minha iniqüidade, se debilitaram minhas forças, fraquejaram meus ossos.
  12. Objeto de opróbrio me tornei para meus opressores; de meus próximos, um alvo; de meus conhecidos, um temor. Afastam-se de mim os que me vêem.
  13. Em seus corações me tornei esquecido como um morto, um objeto sem qualquer valor.
  14. De muitos escutei difamações, intrigas de todos os lados, quando se reúnem tramando contra minha vida.
  15. Mas em Ti confiei, Eterno, e exclamei: “Tu és meu Deus!”
  16. Em Tuas mãos está minha vida; livra-me de meus inimigos e perseguidores.
  17. Faze resplandecer sobre mim Tua face, salva-me em Tua benevolência.
  18. Eterno, não deixes que me desiluda após a Ti ter rogado; aos ímpios deixa desesperançados e que sejam conduzidos ao silêncio do sepulcro.
  19. Emudeçam os lábios que com arrogância e desprezo caluniaram o justo.
  20. Imensa é a bondade que destinas àqueles que Te temem e que dispensas aos que em Ti buscam refúgio.
  21. Abriga-os sob a sombra de Tua presença; da falsidade dos malévolos, protege-os em Teu abrigo, contra as línguas maledicentes.
  22. Bendito seja o Eterno que me fez conhecer Sua bondade, como uma verdadeira cidadela.
  23. Cheguei a pensar: “Da visão de Teus olhos fui banido”, porém ouviste a voz de minhas súplicas no clamor que Te dirigi.
  24. Seja o Eterno amado por todos Seus devotos! O Eterno guarda Seus fiéis mas aos arrogantes retribui de acordo com seus atos.
  25. Que força e coragem animem os corações de todos os que esperam pelo Eterno.



Salmo 32
David exalta a alegria e o estado de sincero arrependimento. É preciso compreender que Deus envia sofrimento e infortúnio para ajudar o ser humano a alcançar este estado.
  1. De David, um “Maskil”. Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada e seu pecado é relevado.
  2. Bem-aventurado o homem que o Eterno não considera iníquo e em cujo espírito não há falsidade.
  3. Enquanto calei, meus ossos se definhavam e meus gemidos ecoavam todo o tempo.
  4. Pois dia e noite pesava Tua mão sobre mim e desvanecia minha força.
  5. Então, meus pecados a Ti confessei e minha iniqüidade não encobri; eu disse: “Confessarei minhas transgressões para o Eterno”, e Tu perdoaste a iniqüidade do meu pecado.
  6. Por isso, suplicará a Ti todo devoto no momento propício, para que a correnteza das águas revoltas não o alcancem.
  7. Tu és meu abrigo, dos infortúnios me guardas; com cânticos de salvação me envolves.
  8. Diz o Eterno: “Instruir-te-ei e te guiarei no caminho a seguir; Meus olhos sobre ti te orientarão.”
  9. Não sejam como o cavalo ou como a mula que não possuem compreensão, e que apenas com rédea e cabresto podem ser domados, e que não se aproximam de ti.
  10. Muitos são os sofrimentos do ímpio, porém aquele que confia no Eterno, a benevolência o envolve.
  11. Alegrem-se no Eterno e rejubilem-se, ó justos, e exultai todos os retos de coração.



Salmo 33
Deus criou o mundo para funcionar conforme leis consistentes, dando a cada força lugar e limite. E isto vale para a moral: a vontade de Deus para o comportamento da humanidade é constante. Nenhuma pessoa ou nação pode violar Suas ordens ou preceitos impunemente; somente o íntegro e piedoso irá perdurar.
  1. Justos, exultai no Eterno! Àqueles de coração puro, cabe erguer cânticos de louvor.
  2. Rendei graças com o saltério e com a harpa.
  3. Entoai uma nova canção, com doçura, júbilo e exaltação,
  4. pois perfeita é a palavra do Eterno, e fidelidade marca tudo o que faz.
  5. Ele ama a retidão e a justiça; repleta está a terra da benignidade do Eterno.
  6. Por sua palavra foram criados os céus e pelo sopro de Sua boca, tudo que nela existe.
  7. Ele recolhe as águas como num vaso e junta as ondas nos abismos.
  8. Que toda a terra saiba temer o Eterno, assim como é temido por todos os habitantes do mundo.
  9. Pois Ele falou e cumpriu; ordenou e assim se fez.
  10. Ele frustra o projeto das nações e anula os intentos dos povos.
  11. Os desígnios de Seu coração persistem para sempre e Seu conselho se mantém por todas as gerações.
  12. Feliz é a nação que por seu Deus tem o Eterno e o povo que Ele escolheu por Sua herança.
  13. Do alto, olha o Eterno e divisa todos os filhos dos homens.
  14. De Sua habitação, a todos os habitantes da terra dirige Seu olhar.
  15. Ele analisa os corações de todos e prescruta todas as suas obras.
  16. Não há rei que só por seu grande exército alcance vitórias, nem poderosos que só por força se possam livrar de todos os males.
  17. Não asseguram vitória os cavaleiros, nem mesmo por sua robustez a salvação.
  18. Os olhos do Eterno fitam os que O temem, e dão atenção aos que esperam por Sua benevolência,
  19. para livrar da morte suas almas e sustentá-las em tempos de escassez.
  20. Nossa alma espera pelo Eterno. Ele é o nosso amparo e nosso Escudo,
  21. pois Nele se alegrará nosso coração, já que em Seu santo Nome depositamos nossa confiança.
  22. Derrama sobre nós Tua bondade, ó Eterno, em proporção às esperanças que só em Ti depositamos.




© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháKi Tetsê
Esta página em outros idiomas