Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 49-54

Mostrar conteúdo em:
Salmo 49
Reconhecendo que a cobiça de Côrach (Coré) por riqueza originou sua queda, seus filhos justos compuseram este Salmo para ensinar ao ser humano que a presença na Terra deve ser usada para aperfeiçoar o desenvolvimento espiritual, e se preparar para o mundo vindouro. A vida é uma oportunidade para realizações verdadeiras e preciosa demais para ser desperdiçada com prazeres e buscas inúteis.
  1. Ao mestre do canto, dos filhos de Côrach, um salmo.
  2. Que escutem todos os povos; que atentem todos os habitantes da terra,
  3. sejam eles nobres ou plebeus, ricos ou pobres.
  4. Pois haverá sabedoria em minhas palavras e sensatez no fruto da meditação de meu coração.
  5. Meus ouvidos estarão atentos às parábolas de nossos sábios e, ao som de harpas, esclarecerei seus pensamentos mais profundos.
  6. Por que haveria eu de temer dias fatídicos em que me cercasse a perfídia de meus inimigos?
  7. Os que se fiam em sua força e de suas riquezas imensas se vangloriam,
  8. nem mesmo a seu irmão podem eles remir, nem ao Eterno oferecer resgate por sua morte,
  9. pois tão alto é o preço da vida, que jamais poderá ser alcançado pelo homem,
  10. para viver eternamente e não chegar ao sepulcro.
  11. Pois se vê que morre o sábio assim como perecem os tolos e insensatos, deixando a outros suas riquezas.
  12. Pensavam os ímpios que eternas seriam suas casas, e por gerações sucessivas persistiriam suas moradas; até deram seus próprios nomes às suas terras.
  13. Porém o homem, com toda sua riqueza, não persiste, pois como qualquer ser vivo, é mortal.
  14. Este é o seu destino – frustrando sua imensa autoconfiança –, vivenciado também por todos que os seguem.
  15. Como ovelhas, são tangidos ao sepulcro pela morte, e os justos terão domínio sobre eles; sua beleza e sua força se consumirá e somente a profundeza do “Sheól” será sua morada.
  16. Mas minha alma será redimida do “Sheól”, pois o Eterno me resgatará.
  17. Não invejes nem temas ao homem que enriquece e alcança glórias
  18. pois, ao morrer, nem sua glória nem nada mais levará consigo.
  19. Embora em vida pensasse que “louvar-me-ão pelo sucesso que alcancei”,
  20. sua alma se juntará à de seus antepassados e não mais retornará a luz.
  21. O homem que se engrandece e não tem entendimento para seguir os caminhos traçados pelo Eterno, assemelha-se aos animais que perecem e não deixam sequer lembrança.



Salmo 50
Além da adesão a seus mandamentos, Deus também quer a pureza de espírito.
  1. Salmo de Assáf. O Todo-Poderoso, nosso Deus, Se pronunciou, convocando toda a terra, do levante ao poente.
  2. De Tsión, magnífica em sua beleza, Ele apareceu.
  3. Que venha o nosso Deus e não Se cale; um fogo devorador O precede e em Seu redor esbraveja a tempestade.
  4. Os céus e a terra Ele convoca, para fazer justiça a Seu povo.
  5. “Que venham os que a Mim são devotados, os que Comigo selaram uma Aliança com sacrifícios.”
  6. Então os céus proclamam a Sua retidão, pois o Eterno é o Juiz.
  7. “Escuta bem, Meu povo, e falarei, ó Israel, e apresentarei Minha acusação. Eu Sou o Eterno, teu Deus!
  8. Não te censuro por falta de teus sacrifícios, pois tuas oferendas trazes a cada dia.
  9. Não requisito novilhos de teus cercados, nem cabritos de teus rebanhos.
  10. Pois a Mim pertencem todos os animais das florestas e todos os rebanhos dos montes.
  11. Conheço cada ave das montanhas e cada criatura que rasteja pelos campos. Meus eles são.
  12. Se tivesse fome, Eu não precisaria te dizer, pois a Mim pertence o universo e tudo que há nele.
  13. Porventura Me alimento da carne dos novilhos ou do sangue dos cabritos?
  14. Oferece antes um sacrifício de agradecimento e cumpre teus votos para com o Altíssimo.
  15. Clama por Mim na hora da aflição que Eu te ampararei e tu Me glorificarás.”
  16. Quanto aos ímpios, diz o Eterno: “Por que recitas Minhas leis e tens em teus lábios as palavras de Minha Aliança?
  17. Tu, que abominas qualquer disciplina e renegas Minhas palavras!
  18. Ao encontrar um ladrão, a ele te associas, e por companhia buscas os adúlteros.
  19. Tua boca dedicaste ao mal e tua língua à falsidade.
  20. Te ocupas em falar contra o teu irmão e a difamar o filho de tua mãe.
  21. Assim agiste; poderei Eu permanecer calado? Imaginas que Te serei igual? Não! Censurar-te-ei e abertamente te julgarei.
  22. Entendei bem, vós, que do Eterno vos esquecestes, para que Eu não vos destrua sem que possa vos salvar.
  23. Aquele que traz oferendas de agradecimento, honra a Mim, e aquele que procura sempre melhorar seu caminho, a este mostrarei a redenção Divina.”



Salmo 51
Este Salmo é chamado de “O Capítulo do Arrependimento” porque contém os princípios do arrependimento. O texto é a oração adequada para quem deseja se arrepender de seus pecados.
  1. Ao mestre do canto, um salmo de David,
  2. composto quando o procurou o profeta Natan, após sua união com Bat-Shéva.
  3. Concede-me Tua graça, ó Deus, conforme Tua benevolência, e por Tua imensa misericórdia apaga minhas transgressões.
  4. Purga-me completamente de minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado.
  5. Pois reconheço minha transgressão e ante mim está sempre meu pecado.
  6. Contra Ti pequei e ante Teus olhos pratiquei o mal; portanto, fundamentadas são Tuas palavras e justificada Tua sentença.
  7. Em iniqüidade nasci e em pecado me concebeu minha mãe.
  8. Tu buscas a verdade que se esconde no íntimo; traz-me sabedoria ao âmago de meu coração.
  9. Asperge-me com hissopo até que eu me purifique; lava-me até que eu me torne mais alvo que a neve.
  10. Faze-me novamente ouvir sons de alegria e regozijo para que possa exultar meu corpo alquebrado.
  11. Volta Tua face de meu pecado e apaga todas as minhas iniqüidades.
  12. Ó Eterno, cria em mim um coração puro e renova a integridade no interior de meu espírito.
  13. Não me afastes da Tua presença, nem retires de mim o espírito da Tua santidade.
  14. Rejubila-me novamente com Tua redenção e sustenta-me com Tua generosidade.
  15. Aos ímpios ensinarei Teus caminhos, e os pecadores a Ti hão de retornar.
  16. Salva-me do pecado de sangue derramado, ó Eterno, Deus da minha salvação, para que minha língua possa cantar exaltando Tua justiça.
  17. Deus, abre meus lábios e minha boca proferirá Teu louvor.
  18. Tu não desejas sacrifícios - pois, do contrário, eu os ofereceria -, nem Te comprazes com oferendas.
  19. O verdadeiro sacrifício ao Eterno é o coração contrito; o Eterno jamais desprezará um coração angustiado e pleno de arrependimento.
  20. Que Te regozijes em fazer o bem a Tsión e edificar as muralhas de Jerusalém.
  21. Comprazer-Te-ás com sacrifícios sinceros, e oferendas e holocaustos trazidos a Teu altar.



Salmo 52
David lamenta a tragédia e o destino de quem usa seu talento para fazer o mal.
  1. Ao mestre do canto, um “Maskil” de David,
  2. quando Doeg, o Edomita, veio e informou a Saul, dizendo-lhe: “Veio David à casa de Achimélech.”
  3. Por que te vanglorias com o mal, ó guerreiro? A misericórdia de Deus prevalece continuamente.
  4. Forjas traição através da tua língua que, como uma navalha afiada, é enganadora.
  5. Preferiste o mal ao bem, a mentira à verdade.
  6. Na fala maligna te comprazes; pérfida é tua língua.
  7. Por isto Deus te destruirá para sempre, te arrancará de tua tenda e te desarraigará da terra onde vives.
  8. Os justos assistirão e os temerosos a Deus dirão:
  9. “Eis o homem que não faz de Deus sua proteção, que prefere em sua grande riqueza confiar e se fortalece na sua maldade.”
  10. Quanto a mim, sou como uma oliveira frondosa na casa de Deus, pois tenho confiado na benevolência Divina, agora e por todo o sempre.
  11. Agradecer-Te-ei eternamente pelo que me fizeste e glorificarei a bondade de Teu Nome na presença dos Teus fiéis.



Salmo 53
Este Salmo é quase idêntico ao Salmo 14, uma referência profética à destruição do primeiro Templo. Este Salmo diz respeito à destruição do segundo Templo.
  1. Ao mestre do canto, sobre “Machalat”, um “Maskil” de David.
  2. Os malévolos dizem em seu coração: “Deus não existe.” Eles se corromperam e desprezaram a justiça. Não há entre eles quem pratique o bem.
  3. Dos céus o Eterno perscruta os homens para verificar se alguém se preocupa em buscar a Deus.
  4. Mas todos se contagiaram com a depravação, e não há um sequer que pratique o bem.
  5. Acaso não se apercebem de seus erros os iníquos que devoram meu povo como se fora pão, e que não invocam a Deus?
  6. Serão atingidos por um terror como nunca houve antes, pois o Eterno espalhará os ossos dos que te sitiaram, ó Jerusalém. Ele os humilhará e os tornará objeto de desprezo.
  7. Que de Tsión venha logo a salvação de Israel. Quando o Eterno fizer retornar Seu povo, Jacob exultará e Israel se rejubilará!



Salmo 54
David ora a Deus, seu salvador e fonte que lhe dá forças, quando é traído por seu amigo e perseguido pelo inimigo implacável. Esta oração é apropriada aos que estão em situação semelhante.
  1. Ao mestre do canto, sobre instrumentos de cordas, um “Maskil” de David,
  2. quando os Zifenitas vieram dizer a Saul: “Saiba que David se esconde entre nós.”
  3. Salva-me, ó Eterno! Por Teu Nome e com Teu poder, faz-me justiça.
  4. Ouve minha oração e escuta as palavras que pronuncio.
  5. Poderosos se levantaram contra mim, e malévolos atentam contra minha vida, pois não têm diante deles a Presença Divina.
  6. Eis, porém, que me auxilia o Eterno; Ele apóia os que amparam minha alma.
  7. Faze contra meus opressores voltar-se o mal, e em Tua justiça verdadeira, devasta-os.
  8. Uma oferenda voluntária Te elevarei e Teu Nome louvarei, ó Eterno, pois o bem Ele significa.
  9. De todo infortúnio me salvaste e meus olhos puderam mirar, triunfantes, a derrocada de meus inimigos.



Salmo 49
Reconhecendo que a cobiça de Côrach (Coré) por riqueza originou sua queda, seus filhos justos compuseram este Salmo para ensinar ao ser humano que a presença na Terra deve ser usada para aperfeiçoar o desenvolvimento espiritual, e se preparar para o mundo vindouro. A vida é uma oportunidade para realizações verdadeiras e preciosa demais para ser desperdiçada com prazeres e buscas inúteis.
  1. Lamenatsêach livnê Côrach mizmor.
  2. Shim’ú zot col haamim, haazína col ioshevê cháled.
  3. Gam bene adam, gam bene ish, iáchad ashir veevion.
  4. Pi iedaber chochmot, vehagut libi tevunot.
  5. Atê lemashal ozni, eftach bechinor chidati.
  6. Láma ira bimê ra, avon akevai iessubêni.
  7. Habotechim al chelam, uverov oshram yit’halálu.
  8. Ach lo fado yifde ish, lo yiten lelohim cofro.
  9. Veiecar pidion nafsham, vechadal leolam.
  10. Vichi od lanétsach, lo yir’e hashachat.
  11. Ki yir’e chachamim iamútu, iachad kessil vaváar iovêdu, veazevu laacherim chelam.
  12. Kirbam batêmo leolam, mishkenotam ledor vador, car’u vishmotam ale adamot.
  13. Veadam bicar bal ialin, nimshal cabehemot nidmu.
  14. Ze darcam késsel lámo, veacharehem befihem yirtsu, sêla.
  15. Catson lisheol shátu, mavet yir’em, veyirdu vam iesharim labóker, vetsuram levalot sheol mizevul lo.
  16. Ach Elohim yifde nafshi miyad sheol, ki yicachêni sêla.
  17. Al tira ki iaashir ish, ki yirbe kevod beto.
  18. Ki lo vemoto yicach hacol, lo iered acharav kevodo.
  19. Ki nafsho bechaiav ievarech, veiodúcha ki tetiv lach.
  20. Tavo ad dor avotav, ad nétsach lo yir’u or.
  21. Adam bicar velo iavin, nimshal cabehemot nidmu.

Salmo 50
Além da adesão a seus mandamentos, Deus também quer a pureza de espírito.
  1. Mizmor leassaf, El Elohim Adonai diber vayicrá árets, mimizrach shémesh ad mevoô.
  2. Mitsión michlal iofi Elohim hofía.
  3. Iavo Elohênu veal iecherash, esh lefanav tochel usvivav nis’ara meod.
  4. Yicra el hashamáyim meal, veel haárets ladin amo.
  5. Isfu li chassidai, coretê veriti alê závach.
  6. Vaiaguídu shamáyim tsidco, ki Elohim shofet hu sêla.
  7. Shim’á ami vaadabêra, Yisrael veaida bach, Elohim Elohêcha anôchi.
  8. Lo al zevachêcha ochichêcha, veolotêcha lenegdi tamid.
  9. Lo ecach mibetechá far, mimich’leotêcha atudim.
  10. Ki li chol chaito iáar, behemot beharerê álef.
  11. Iadáti col of harim, veziz sadai imadi.
  12. Im er’av lo omar lach, ki li tevel umeloa.
  13. Haochal bessar abirim, vedam atudim eshtê.
  14. Zevách lelohim todá, veshalem leelion nedarêcha.
  15. Ucraêni beiom tsará, achalêts’cha utechabedêni.
  16. Velarashá amar Elohim ma lechá lessaper chucai, vatissá veriti alê fícha.
  17. Veata sanêta mussar, vatashlech devarai acharêcha.
  18. Im raíta ganav vatirets imo, veim menaafim chelkêcha.
  19. Pícha shalachta veraá, ulshonechá tats’mid mirmá.
  20. Teshev beachícha tedaber, beven imechá titen dofi.
  21. Êle assíta vehecheráshti, dimita heiot ehie chamôcha, ochichachá veeerchá leenêcha.
  22. Binu na zot shochechê Elôha, pen etrof veen matsil.
  23. Zovêach todá iechabedaneni, vessam dérech ar’ênu beiêsha Elohim.

Salmo 51
Este Salmo é chamado de “O Capítulo do Arrependimento” porque contém os princípios do arrependimento. O texto é a oração adequada para quem deseja se arrepender de seus pecados.
  1. Lamenatsêach mizmor ledavid.
  2. Bevo elav Natan hanavi, caasher ba el Bat Shava.
  3. Choneni Elohim kechasdêcha, kerov rachamêcha meche feshaai.
  4. Hérev cabesseni meavoni, umechatati taharêni.
  5. Ki feshaai ani eda, vechatati negdi tamid.
  6. Lechá levadechá chatáti, vehara beenêcha assíti, lemáan tits’dac bedavrêcha, tizke veshoftêcha.
  7. Hen beavon cholalti, uvchet iechematni imi.
  8. Hen emét chafáts’ta vatuchot, uvsatum chochma todiêni.
  9. Techateêni veezov veet’har, techabessêni umishéleg albin.
  10. Tashmiêni sasson vessimchá, taguêlna atsamot dikíta.
  11. Haster panêcha mechataai, vechol avonotai meche.
  12. Lev tahor bera li Elohim, verúach nachon chadesh bekirbi.
  13. Al tashlichêni milefanêcha, verúach codshechá al ticach mimêni.
  14. Hashíva li sesson yish’êcha, verúach nediva tismechêni.
  15. Alamedá fosh’im derachêcha, vechataim elêcha iashúvu.
  16. Hatsilêni midamim, Elohim Elohê teshuati, teranen leshoni tsidcatêcha.
  17. Adonai sefatai tiftach, ufi iaguid tehilatêcha.
  18. Ki lo tachpots zévach veetêna, olá lo tirtse.
  19. Zivchê Elohim rúach nishbára, lev nishbar venidkê Elohim lo tivze.
  20. Hetiva virtsonechá et Tsión, tivnê chomót Ierushalayim.
  21. Az tachpóts zivchê tsédec olá vechalil, az iaalu al mizbachachá farim.

Salmo 52
David lamenta a tragédia e o destino de quem usa seu talento para fazer o mal.
  1. Lamenatsêach maskil ledavid.
  2. Bevo Doeg haadomi vaiagued leshaul, vaiomer lo, ba David el bêt Achimélech.
  3. Ma tit’halel beraá haguibor, chéssed El col haiom.
  4. Havót tach’shov leshonêcha, ketáar melutash osse remiiá.
  5. Ahávta rá mitov, shéker midaber tsédec sêla.
  6. Ahávta chol divrê vála leshon mirmá.
  7. Gam El yitatsechá lanétsach, iachtechá veyissachachá meôhel, vesheresh’chá meérets chayim sêla.
  8. Veyir’u tsadikim veyiráu vealav yis’chácu.
  9. Hine haguéver lo iassim Elohim mauzo, vayivtach berov oshro iaoz behavato.
  10. Vaani kezáyit raanan bevêt Elohim, batáchti vechéssed Elohim, olam vaed.
  11. Odechá leolam ki assíta, vaacave shimchá chi tov négued chassidêcha.

Salmo 53
Este Salmo é quase idêntico ao Salmo 14, uma referência profética à destruição do primeiro Templo. Este Salmo diz respeito à destruição do segundo Templo.
  1. Lamenatsêach al machalat maskil ledavid.
  2. Amar naval belibo en Elohim, hish’chitu vehit’ivu ável, en osse tov.
  3. Elohim mishamáyim hish’kif al benê adam, lir’ot haiesh maskil doresh et Elohim.
  4. Culó sag, iachdav neeláchu, en osse tov en gam echad.
  5. Halo iadeu pôale áven, ochelê ami achelu léchem, Elohim lo caráu.
  6. Sham pachadu fáchad lo haia fachad, ki Elohim pizar atsmot chonach, hevishôta ki Elohim meassam.
  7. Mi yiten mitsión ieshuót Yisrael, beshuv Elohim shevut amo, iaguel Iaacov yismach Yisrael.

Salmo 54
David ora a Deus, seu salvador e fonte que lhe dá forças, quando é traído por seu amigo e perseguido pelo inimigo implacável. Esta oração é apropriada aos que estão em situação semelhante.
  1. Lamenatsêach binguinót maskil ledavid.
  2. Bevo hazifim vaiomeru leshaul, halo David mistater imánu.
  3. Elohim beshimchá hoshiêni, uvigvuratechá tedinêni.
  4. Elohim shemá tefilati, haazína leimrê fi.
  5. Ki zarim cámu alai vearitsim bic’shu nafshi, lo sámu Elohim lenegdam sêla.
  6. Hine Elohim ozer li, Adonai bessomechê nafshi.
  7. Iashiv hara leshorerai, baamitechá hatsmitem.
  8. Bindavá ezbechá lach, odê shimchá Adonai ki tov.
  9. Ki micol tsará hitsiláni, uveoievai raata eni.


© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháDevarim
Esta página em outros idiomas