Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 44-48

Mostrar conteúdo em:
Salmo 44
Com uma visão profética abrangente que retrata os eventos até a era moderna, o salmista deu a Israel um cântico para guiar, fortalecer e acompanhá-lo em suas andanças pelo tempo.
  1. Ao mestre do canto, dos filhos de Côrach, um “Maskil”.
  2. Nossos ouvidos escutaram maravilhados o que nos contaram nossos pais sobre os feitos que por eles realizaste, ó Deus, no passado e em dias já distantes.
  3. Como, com Tua própria mão, expulsaste nações para nossos pais estabelecer, e abateste povos para que se pudessem expandir.
  4. Não por suas espadas e nem por sua força herdaram a terra, mas tão somente pela Tua Destra, Teu braço e a luz de Teu semblante, com os quais os agraciaste.
  5. Tu és o meu Rei, ó Eterno; ordena pois a redenção de Jacob.
  6. Só com Tua ajuda conseguiremos repelir os opressores; por Teu Nome destruiremos os que se erguem contra nós.
  7. Minha confiança não se baseia em meu arco, e sei que não por minha espada serei salvo.
  8. Tu nos livraste de nossos inimigos, e aos que nos odeiam, humilhaste.
  9. A Ti louvamos todo dia; a Teu Nome agradecemos continuamente.
  10. Agora, entretanto, nos rejeitaste e envergonhaste, e não marchas com nossas legiões.
  11. Fizeste-nos retroceder ante o inimigo e deixaste que fôssemos saqueados por nossos adversários.
  12. Nos entregaste como um rebanho a ser devorado, e entre muitos povos nos dispersaste.
  13. Por um nada, vendeste Teu povo; nem lhe valorizaste o preço.
  14. Opróbrio nos tornaste perante nossos vizinhos, motivo de escárnio e zombaria para os que nos rodeiam.
  15. Um exemplo desprezível entre os povos, uma abominação entre as nações.
  16. Não me abandona a humilhação, e o meu rosto enrubesce de vergonha
  17. ante as injúrias e os insultos que me dirigem inimigos vingativos.
  18. Mesmo assim, não Te olvidamos nem abandonamos a fidelidade à Tua Aliança.
  19. Não desfaleceram nossos corações, nem de Teu caminho se desviaram nossos passos.
  20. Mesmo nos sentindo esmagados, como se os monstros das profundidades nos atacassem, ou encobertos pelas sombras da morte,
  21. não esquecemos Teu Nome nem estendemos nossas mãos a deuses estranhos.
  22. Acaso disto não Se aperceberá o Eterno, Ele que conhece os segredos de todos os corações?
  23. Por Tua causa e por honrar Teu Nome somos mortos a cada dia, e encarados como um rebanho no matadouro.
  24. Desperta, ó Eterno! Por que pareces dormir? Ergue-Te! Não nos abandones jamais.
  25. Por que ocultas Tua face e ignoras nossa opressão e sofrimento?
  26. Prostrada até o pó está nossa alma; desfalecido sobre o chão jaz nosso corpo.
  27. Levanta-Te, vem em nossa ajuda e nos redime por Tua imensa magnanimidade.



Salmo 45
Este Salmo descreve o esplendor e a soberania do Messias, descendente de David, ou dos verdadeiros eruditos da Torá.
  1. Ao mestre do canto, sobre “Shoshanim”, dos filhos de Côrach, um “Maskil”, uma canção de amor.
  2. Sussurra meu coração palavras belas; ao rei dedico meu poema e que seja minha língua como a pena ágil de um sábio escriba.
  3. Mais formoso és que todos os homens; tuas palavras são pronunciadas envoltas em graça; certamente uma bênção eterna te concedeu o Altíssimo.
  4. Cinges tua espada ao flanco, ó herói, em teu esplendor e glória.
  5. Conquistarás vitórias, pois cavalgas pela causa da verdade, da humildade e da justiça; que tua destra te conduza a realizar feitos maravilhosos.
  6. Tuas afiadas setas penetrarão nos corações dos inimigos do rei.
  7. A teus pés se submeterão muitos povos. Teu trono, estabelecido por Deus, é eterno, e retidão é o cetro da tua realeza.
  8. Amas a justiça e abominas a maldade e, por isso, o Eterno, teu Deus, te ungiu com óleo de júbilo dentre todos os teus pares.
  9. Mirra, aloés e cássia exalam de tuas vestes; de palácios de marfim, instrumentos musicais entoam para ti melodias.
  10. As filhas dos reis te visitam prestando honras e, à tua direita, se posta a rainha ornamentada com jóias de Ofir.
  11. Escuta, ó jovem, percebe e inclina teu ouvido; esquece teu povo e a casa de teu pai.
  12. E assim encantará tua beleza o rei, e sendo ele teu senhor, inclina-te perante ele.
  13. A ti, filha de Tiro, os poderosos cortejarão com seus presentes.
  14. Mais que em suas vestimentas recobertas de ouro, está em seu interior a dimensão de sua honra.
  15. Com trajes recobertos de bordado é conduzida ao rei; virgens de seu séquito a acompanharão,
  16. e com regozijo e alegria entrarão no palácio do rei.
  17. Teus filhos sucederão teus pais, como líderes por toda a terra.
  18. Em todas as gerações lembrarei teu nome e eternamente hão de te louvar todas as nações.



Salmo 46
Na convulsão que acompanhará a era messiânica, Deus será o abrigo de Israel como Ele O é para o angustiado que Nele busca apoio.
  1. Ao mestre do canto, dos filhos de Côrach, um salmo sobre “Alamót”.
  2. Deus é nossa proteção e nossa força, auxílio sempre presente ante os infortúnios.
  3. Mesmo que estremeça a terra ou desabem os montes sobre o coração dos mares, nada temeremos,
  4. ainda que se encrespem as águas e se lancem com fúria contra os rochedos.
  5. Afluentes de um tranqüilo rio banharão com alegria a cidade do Eterno, a sagrada morada do Altíssimo.
  6. Nela habita o Eterno e, por isso não poderá ser atingida; ao romper da aurora Ele virá em seu socorro.
  7. Agitam-se nações e cambaleiam impérios, pois ao elevar Sua voz abalará toda a terra.
  8. Que o Eterno dos exércitos esteja sempre conosco! Que nossa fortaleza seja o Deus de Jacob!
  9. Vinde e percebei as obras do Eterno que espalhou desolação na terra.
  10. Fez parar as guerras em todos os confins da terra, quebrou arcos e partiu lanças, e em chamas destruiu os carros de combate.
  11. “Cessai! Sabei que Eu, o Eterno, elevar-Me-ei acima de todos os povos da terra.”
  12. Que o Eterno dos exércitos esteja sempre conosco! Que nossa fortaleza seja o Deus de Jacob!



Salmo 47
A soberania de Deus será reconhecida e aceita pela humanidade. As nações procurarão Israel que espalhou através dos tempos o conhecimento do verdadeiro Deus, apesar das campanhas contrárias. E vai ensinar-lhes o caminho adequado para servi-lo.
  1. Ao mestre do canto, dos filhos de Côrach, um salmo.
  2. Vós, ó todos os povos, aplaudi! Aclamai a Deus com vozes de júbilo!
  3. Porquanto o Eterno, o Altíssimo, é excelso; Ele é o grande Rei sobre toda a terra.
  4. Povos a nós submeteu, e nações colocou sob os nossos pés.
  5. Ele escolherá a nossa herança, o esplendor de Jacob a quem Ele ama!
  6. Eleva-se Deus ao som da “Teruá”, o Eterno - na voz do “Shofar”.
  7. Entoai salmos a Deus! Cantai ao nosso Rei, elevai-Lhe preces!
  8. Porque Deus é Rei em toda a terra; entoai-Lhe hinos com harmonia.
  9. Deus reina sobre todas as nações; Deus está no trono de Sua santidade.
  10. Os príncipes dos povos se reuniram ao povo do Deus de Abrahão; reconheceram que ao Eterno obedecem todos os guardiões da terra. Magnificente é Sua grandeza!



Salmo 48
Este Salmo descreve a beleza e eternidade de Jerusalém, glorificada por ter sido escolhida por Deus para local do Templo e maior manifestação de Sua Presença.
  1. Cântico e salmo dos filhos de Côrach.
  2. Grandioso é o Eterno, e todos os louvores Lhe são dirigidos em Sua cidade, em Seu santo monte.
  3. O monte Tsión é a mais bela visão, alegria de toda terra, que se ergue ao norte da cidade do grande rei (David).
  4. Em seus palácios se fez o Eterno conhecer como baluarte inexpugnável.
  5. Pois agruparam-se reis e contra ele marcharam juntos.
  6. Mas ao vê-lo, se conturbaram e, perturbados, fugiram.
  7. Um tremor deles se apoderou em convulsões, como as de uma mulher que está por dar à luz.
  8. Com o vento oriental, Ele destroça as naus de Tarshish.
  9. Como ouvimos, assim pudemos isto ver na cidade do Eterno dos exércitos, na cidade de nosso Deus; pois para sempre Ele a consolidará.
  10. Sobre Tua benevolência meditamos em Teu Templo.
  11. Como Teu Nome, assim também Teu louvor alcança os confins da terra; de retidão está repleta a Tua Destra.
  12. Por Teus juízos, alegre-se o monte de Tsión e as filhas de Judá.
  13. Percorrei toda Tsión, andai à sua volta, contai suas torres.
  14. Contemplai suas muralhas, examinai seus palácios para narrar o que viste às gerações vindouras.
  15. Pois este é o nosso Deus para todo o sempre; e é Ele que nos guiará mesmo além da vida.



Salmo 44
Com uma visão profética abrangente que retrata os eventos até a era moderna, o salmista deu a Israel um cântico para guiar, fortalecer e acompanhá-lo em suas andanças pelo tempo.
  1. Lamenatsêach livnê Côrach maskil.
  2. Elohim beoznênu shamánu avotênu siperú lánu, pôal paálta vimehem bimê kédem.
  3. Ata, iadechá goyim horáshta vatitaem, tara leumim vateshalechém.
  4. Ki lo vecharbam iareshu árets uzroam lo hoshía lámo, ki ieminechá uzroachá veor panêcha ki retsitam.
  5. Ata hu malki Elohim, tsave ieshuót Iaacov.
  6. Bechá tsarênu nenaguêach, beshimchá navus camênu.
  7. Ki lo vecashti evtach, vecharbi lo toshiêni.
  8. Ki hoshatánu mitsarênu, umessan’ênu hevishôta.
  9. Belohim hilálnu chol haiom, veshimchá leolam nodê sêla.
  10. Af zanáchta vatachlimênu, velo tetse betsiv’otênu.
  11. Teshivênu achor mini tsar, umessan’ênu shassu lámo.
  12. Titenênu ketson maachal, uvagoyim zeritánu.
  13. Timcor amechá velo hon, velo ribíta bimchirehém.
  14. Tessimênu cherpa lish’chenênu, laag vakéles lisvivotênu.
  15. Tessimênu mashal bagoyim, menod rosh bal’umim.
  16. Col haiom kelimati negdi, uvôshet panai kissátni.
  17. Micol mecharef umgadef, mipenê oiev umitnakem.
  18. Col zot baátnu velo shechachanúcha, velo shicárnu bivritêcha.
  19. Lo nassog achor libênu, vatet ashurênu mini orchêcha.
  20. Ki dikitánu bimcom tanim, vatechas alênu vetsalmávet.
  21. Im shacháchnu shem Elohênu, vanifros capênu leel zar.
  22. Halo Elohim iachacor zot, ki hu iodêa taalumót lev.
  23. Ki alêcha horágnu chol haiom, nech’shavnu ketson tivchá.
  24. Úra láma tishan, Adonai, hakítsa, al tiznach lanétsach.
  25. Láma fanêcha tastir, tishcach oniênu velachatsênu.
  26. Ki shácha leafar nafshênu, daveca laárets bitnênu.
  27. Cuma ezráta lánu, ufdênu lemáan chasdêcha.

Salmo 45
Este Salmo descreve o esplendor e a soberania do Messias, descendente de David, ou dos verdadeiros eruditos da Torá.
  1. Lamenatsêach al shoshanim livnê Côrach, maskil shir iedidot.
  2. Rachash libi davar tov, omer ani maassai lemélech, leshoni et sofer mahir.
  3. Iafiafíta mibenê adam, hutsac chen bessiftotêcha, al ken berachechá Elohim leolam.
  4. Chagor charbechá al iárech guibor, hodechá vahadarêcha.
  5. Vahadarechá tselach rechav al devar emét veanva tsédec, vetorechá noraót ieminêcha.
  6. Chitsêcha shenunim, amim tachtêcha yipelú belev oievê hamélech.
  7. Kis’achá Elohim olam vaed, shévet mishor shévet malchutêcha.
  8. Ahávta tsédec vatisná résha, al ken meshachachá Elohim Elohêcha shémen sasson mechaverêcha.
  9. Mor vaahalot ketsiót col bigdotêcha, min hechelê shen mini simechúcha.
  10. Benot melachim bikerotêcha, nitsevá shegal liminechá bechétem ofir.
  11. Shim’i vat ur’í vehati oznech, veshichechi amech uvet avich.
  12. Veyit’av hamélech iofiech ki hu Adonáyich vehishtachaví lo.
  13. Uvat tsor beminchá panáyich iechalú ashirê am.
  14. Col kevudá vat mélech penima, mimishbetsót zahav levushá.
  15. Lircamót tuval lamélech, betulót acharêha reotêha muvaót lach.
  16. Tuválna bismachot vaguil, tevoêna behechal mélech.
  17. Tachat avotêcha yihiu vanêcha, teshitêmo lessarim bechol haárets.
  18. Azkíra shimchá bechol dor vador, al ken amim iehodúcha leolam vaed.

Salmo 46
Na convulsão que acompanhará a era messiânica, Deus será o abrigo de Israel como Ele O é para o angustiado que Nele busca apoio.
  1. Lamenatsêach livnê Côrach al alamot shir.
  2. Elohim lánu machasse vaoz, ezra vetsarot nimtsa meod.
  3. Al ken lo nira behamir árets, uvemot harim belev iamim.
  4. Iehemu iech’meru memav, yir’ashú harim begaavato sêla.
  5. Nahar pelagav iessamechú ir Elohim, kedosh mishkenê elion.
  6. Elohim bekirbá bal timot, iazerêha Elohim lifnot bóker.
  7. Hamu goyim matu mamlachot, natan becolo tamug árets.
  8. Adonai tsevaót imánu, misgav lánu Elohê Iaacov sêla.
  9. Lechú chazú mif’alót Adonai, asher sam shamot baárets.
  10. Mashbit milchamót ad ketse haárets, késhet ieshaber vekitsets chanit, agalot yisrof baesh.
  11. Harpu ud’ú ki anochi Elohim, arum bagoyim arum baárets.
  12. Adonai tsevaót imánu, misgav lánu Elohê Iaacov sêla.

Salmo 47
A soberania de Deus será reconhecida e aceita pela humanidade. As nações procurarão Israel que espalhou através dos tempos o conhecimento do verdadeiro Deus, apesar das campanhas contrárias. E vai ensinar-lhes o caminho adequado para servi-lo.
  1. Lamenatsêach livnê Côrach mizmor.
  2. Col haamim tic’ú chaf, haríu lelohim becol riná.
  3. Ki Adonai elión norá, mélech gadol al cól haárets.
  4. Iadber amim tachtênu uleumim táchat raglênu.
  5. Yivchár lánu et nachalatênu, et gueón Iaacov asher ahev, sêla.
  6. Alá Elohim bitruá, Adonai becol shofar.
  7. Zamerú Elohim zamêru, zamerú lemalkênu zamêru.
  8. Ki mélech col haárets Elohim, zamerú maskil.
  9. Malách Elohim al goyim, Elohim iashav al kissê codshó.
  10. Nedivê amim neessáfu, am Elohê Avraham, ki lelohim maguinê érets, meód naalá.

Salmo 48
Este Salmo descreve a beleza e eternidade de Jerusalém, glorificada por ter sido escolhida por Deus para local do Templo e maior manifestação de Sua Presença.
  1. Shir mizmor livnê Côrach.
  2. Gadol Adonai umehulal meod beir Elohênu har codshó.
  3. Iefê nof messos col haárets, har Tsión iarketê tsafon, kiriat mélech rav.
  4. Elohim bearmenotêha noda lemisgav.
  5. Ki hinê hamelachim noadu, averú iachdáv.
  6. Hêma raú ken tamáhu, nivhalú nechpázu.
  7. Reada achazátam sham, chil caioledá.
  8. Berúach cadim teshaber oniot tarshish.
  9. Caasher shamánu ken raínu beir Adonai Tsevaót beir Elohênu, Elohim iechonenêa ad olam, sêla.
  10. Dimínu Elohim chasdêcha bekérev hechalêcha.
  11. Keshimchá Elohim ken tehilatechá al catsvê érets, tsédec maleá ieminêcha.
  12. Yismach har Tsión, taguêlna benot Iehudá lemáan mishpatêcha.
  13. Sóbu Tsión vehakifuá, sifru migdalêha.
  14. Shitu libechem lechelá, passegú armenotêha, lemáan tessaperu ledor acharon.
  15. Ki ze Elohim Elohênu olam vad, hu ienahaguênu al mut.


© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháTetsavê
Esta página em outros idiomas