ב"ה

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 145-150

Classes on Tehillim - Salmos
Mostrar conteúdo em:
Salmo 145
Os seis Salmos a seguir concluem o Livro dos Salmos e são um componente importante de nossas orações diárias. Este Salmo tem um significado especial, porque proclama como Deus provê as necessidades de cada ser vivente. De fato, segundo os sábios qualquer pessoa que recite atentamente este Salmo três vezes por dia, tem lugar garantido no mundo vindouro.
  1. Salmo de David. Exaltar-Te-ei, meu Deus e meu Rei, e bendirei sempre Teu Nome.
  2. Sim, Louvar-Te-ei a cada dia, e Teu Nome hei de eternamente abençoar.
  3. Grande é o Eterno e digno de todos os louvores, pois incomensurável é Sua grandeza.
  4. Cada geração transmitirá à seguinte o louvor de Tuas obras, e narrará a grandeza de Teus poderosos feitos.
  5. Meus pensamentos se voltarão para o esplendor de Tua Majestade, e sobre as maravilhas de Tuas realizações, falarei sempre.
  6. Sobre Teu poder temível e sobre a abundância de Tua generosidade não deixarei de me pronunciar,
  7. e sobre Tua permanente retidão cantarei exultante.
  8. Piedoso e pleno de bondade é o Eterno, tardio em irar-Se, e sempre pronto a ser generoso.
  9. Ele é bom para com todos e o manifesta através de todos os Seus feitos.
  10. Hão de agradecer-Te todos os frutos de Tua criação, e abençoar-Te todos os que Te são devotados.
  11. Sobre Teu reinado de glória falarão e sobre Teu Poder narrarão,
  12. para dar a conhecer a todos os seres humanos Teus atos poderosos e o glorioso esplendor de Teu reino,
  13. pois ele se mantém por toda a eternidade e sobre todas as gerações manifesta Seu domínio.
  14. O Eterno reergue todos os caídos, e dá apoio a todos os abatidos.
  15. Os olhos de todos se voltam para Ti com esperança, e o alimento de que precisam lhes proporciona no tempo apropriado.
  16. Abres Tuas mão e satisfazes os anseios de todos os seres.
  17. Justos são todos os caminhos do Eterno e repletos de magnanimidade todos os Seus atos.
  18. Está sempre próximo dos que O invocam, dos que por Ele clamam com sinceridade.
  19. Atenderá o desejo dos que O temem; seu clamor há de escutar e lhes trará a salvação.
  20. Ele protege aos que O amam, mas certamente destruirá os malévolos.
  21. Que proclame minha boca o louvor do Eterno, e bendiga toda criatura Seu santo Nome por todo o sempre!

Salmo 146
Os sábios interpretam este Salmo como um hino de encorajamento aos judeus no exílio. Depois de louvar a Deus como Aquele que cuida dos desprivilegiados e oprimidos, o salmista conclui que Deus reinará para sempre, apesar dos nossos inimigos.
  1. Louvado seja o Eterno! Louva o Eterno, ó alma minha!
  2. Louvarei o Eterno enquanto eu viver, cantarei em louvor de meu Deus enquanto eu existir.
  3. Não confieis em príncipes, em seres humanos que não podem garantir salvação.
  4. Quando seu alento se exala, à terra retorna e nesse mesmo dia perecem os seus desígnios.
  5. Feliz, porém, é aquele que tem no Deus de Jacob o seu socorro, e cuja esperança está no Eterno, seu Deus;
  6. que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que eles contêm; que mantém para sempre a verdade;
  7. que proporciona justiça aos oprimidos, e dá alimento aos famintos; é o Eterno Quem liberta os agrilhoados.
  8. Ele abre os olhos dos cegos e reergue os caídos. O Eterno ama os justos,
  9. o Eterno protege os peregrinos; ao órfão e à viúva Ele reanima, mas frustra os caminhos dos ímpios.
  10. Reinará para sempre o Eterno, teu Deus, ó Tsión, em todas as gerações! Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 147
Ainda com o tema de redenção, este Salmo focaliza diretamente Jerusalém, centro a partir do qual emanará santidade, redenção e Torá.
  1. Louvado seja o Eterno! Como é bom cantar em louvor de nosso Deus; uma alegria para o coração é este louvor.
  2. O Eterno reedifica Jerusalém; Ele congrega os dispersos de Israel.
  3. Ele conforta os que estão com o coração aflito e cuida de seus ferimentos.
  4. Somente Ele conhece todo o incontável número de estrelas e atribui um nome a cada uma delas.
  5. Grande é nosso Deus, imenso é Seu poder e infinita é Sua sabedoria.
  6. Ampara os humildes e joga por terra os ímpios.
  7. Entoai ao Eterno cantos em ação de graças, melodias ao som de harpas,
  8. pois Ele é Quem estende sobre os céus as nuvens; faz descer sobre a terra as chuvas necessárias e brotar a erva sobre os montes.
  9. Provê alimentos para todos os animais, e ao corvo e seu filhote quando a Ele clamam.
  10. Não se compraz nos que confiam apenas na força dos cavalos ou na marcha dos guerreiros;
  11. agradam-Lhe, sim, os que O reverenciem e que em Sua misericórdia confiam.
  12. Louva o Eterno, ó Jerusalém! Louva teu Deus, ó Tsión!
  13. Pois Ele reforçou teus portões e em ti abençoou teus filhos.
  14. Paz estabeleceu em tuas fronteiras, e com o melhor dos alimentos te sacia.
  15. Os decretos que estabelece para a terra, logo se espalham por toda parte.
  16. Faz cair neve como lã, e asperge geadas como cinzas.
  17. Envia o gelo como bocados de pão, e diante de Seu frio, quem poderia subsistir?
  18. Diante de Sua palavra, porém, se derretem; é Ele Quem provoca o soprar do vento e o fluir das águas.
  19. Anuncia Sua palavra a Jacob, Seus estatutos e Suas leis a Israel.
  20. Para com nenhuma outra nação agiu assim, e Seus preceitos elas desconhecem. Portanto, louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 148
Depois da reconstrução do Templo e de Jerusalém todo o Universo se unirá em cânticos de júbilo e louvor a Deus. Tsión é o ponto de encontro do céu e da Terra, porque é a partir daí que as bênçãos celestiais de Deus emanam para o resto do Universo.
  1. Louvado seja o Eterno! Louvai-O nas alturas dos céus,
  2. os anjos e todas as legiões que Ele criou.
  3. Que O louvem o sol, a lua e todas as estrelas resplandecentes.
  4. Que O Louvem os mais elevados céus e as águas que estão ainda acima deles,
  5. porque por Sua palavra foram criados.
  6. Determinou-lhes seu lugar no universo e decretou-lhes leis que cumprirão eternamente.
  7. Louvai o Eterno, ó monstros marinhos e habitantes dos abismos,
  8. fogo e granizo, neve, vapores e ventos tempestuosos, todos obedientes à Sua lei;
  9. montanhas e outeiros, frutos das árvores e todos os troncos,
  10. animais selvagens e todo o gado, répteis e seres emplumados;
  11. reis e todos os governantes, príncipes e todos os juizes.
  12. Moços e moças, anciãos e crianças,
  13. louvem todos o Nome do Eterno, cuja glória é exaltada acima das maiores alturas. Sua glória se estende além dos céus e da terra.
  14. Ele elevará a glória de Seu povo, e o louvor de Seus devotados servidores, os filhos de Israel, O exaltarão, dizendo: Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 149
Em cada geração, Deus nos confronta com novos desafios e problemas. No entanto, Ele nos dá oportunidade de resolvê-los. Por isso, nossos cantos de louvor nunca param, porque sempre carregados de novos significados. Mas o maior e mais novo cântico de todos partirá dos lábios de Israel, quando a história atingir seu clímax com a vinda do Messias.
  1. Louvado seja o Eterno! Erguei-Lhe uma nova canção, e que Seu louvor esteja sempre presente na congregação de Seus devotos.
  2. Exulte Israel no louvor a Seu Criador; que se alegrem com Seu Rei todos os filhos de Tsión.
  3. Que saibam louvar Seu Nome com alegria e dança; e com pandeiros e harpas entoem-Lhe melodias.
  4. Pois o Eterno Se alegra com Seu povo; Ele beneficiará os humildes com Sua salvação.
  5. Que se regozijem com Sua glória os que Lhe são devotos, e que continuamente Lhe entoem canções com alegria.
  6. Exaltações ao Eterno provêm de seus lábios e, em suas mãos portam espadas afiadas
  7. para exercer vingança contra as nações e para castigar os povos que contra Ele se rebelam;
  8. para com cadeias aprisionar seus reis e, com férreos grilhões, seus nobres,
  9. para fazê-los cumprir a sentença por Ele decretada. E assim, em esplendor e alegria louvá-Lo-ão todos os seus devotos, dizendo: Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 150
Este Salmo final do Livro dos Salmos, resume a tarefa do salmista segundo a qual o ser humano deve enriquecer seu próprio ser espiritual reconhecendo a grandeza e a benevolência, e louvando a Deus. A longa lista de instrumentos musicais do salmista explica o largo espectro das emoções humanas e seu potencial espiritual, que a música pode despertar.
  1. Louvado seja o Eterno! Vinde louvá-Lo em Seu santuário; louvai-O diante do firmamento, onde se manifesta Seu poder.
  2. Louvai-O pela grandeza dos Seus atos, louvai-O como deve ser louvado por Sua extraordinária dimensão.
  3. Louvai-O ao som do Shofar; louvai-O com o saltério e a harpa.
  4. Louvai-O com melodias e ritmo; louvai-O com a música de órgãos e flautas.
  5. Louvai-O com o clangor de címbalos; louvai-O com altissonantes trombetas.
  6. Que todos os seres vivos louvem ao Eterno! Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 145
Os seis Salmos a seguir concluem o Livro dos Salmos e são um componente importante de nossas orações diárias. Este Salmo tem um significado especial, porque proclama como Deus provê as necessidades de cada ser vivente. De fato, segundo os sábios qualquer pessoa que recite atentamente este Salmo três vezes por dia, tem lugar garantido no mundo vindouro.
  1. Tehilá ledavid, aromimchá Elohai hamélech, vaavarechá shimchá leolam vaed.
  2. Bechol iom avare-chêca, vaahalela shimchá leolam vaed.
  3. Gadol Adonai umehulál meód, veligdulató ên chéker.
  4. Dor ledor ieshabach maassêcha, ugvurotêcha iaguídu.
  5. Hadar kevod hodêcha, vedivrê nifleotêcha assícha.
  6. Veezúz noreotêcha iomêru, ugdulatechá assaparêna.
  7. Zécher rav tuvechá iabíu, vetsidcatechá ieranênu.
  8. Chanún verachún Adonai, érech apáyim ugdól chássed.
  9. Tov Adonai lacól, verachámav al col maassáv.
  10. Iodúcha Adonai col maassêcha, vachassidêcha ievarechúcha.
  11. Kevód malchutechá iomêru, ugvuratechá iedabêru.
  12. Lehodía livenê haadam guevurotav, uchvod hadar malchutó.
  13. Malchutechá malchut cól olamim, umemshaltechá bechol dor vador.
  14. Somêch Adonai lechol hanofelim, vezokef lechol hakefufim.
  15. Enê chol elêcha iessabêru, veata notên lahém et ochlám beitó.
  16. Potêach et iadêcha, umasbía lechol chái ratsón.
  17. Tsadic Adonai bechol deráchav, vechassid bechol maasáv.
  18. Caróv Adonai lechol coreáv, lechol asher yicraúhu veemét.
  19. Retson iereáv iaassé, veet shav’atam yishmá veioshiem.
  20. Shomer Adonai et col ohaváv, veet col hareshaim iashmid.
  21. Tehilat Adonai iedaber pi, vivarêch col bassar shem codshó leolam vaed.

Salmo 146
Os sábios interpretam este Salmo como um hino de encorajamento aos judeus no exílio. Depois de louvar a Deus como Aquele que cuida dos desprivilegiados e oprimidos, o salmista conclui que Deus reinará para sempre, apesar dos nossos inimigos.
  1. Halelu Iá, haleli nafshi et Adonai.
  2. Ahalela Adonai bechaiái, azamera lelohai beodi.
  3. Al tivtechu vindivim, beven adam sheên lo teshuá.
  4. Tetse rucho iashuv leadmato, baiom hahu avedú eshtonotav.
  5. Ashrê sheel Iaacov beezro, sivro al Adonai Elohav.
  6. Osse shamáyim vaárets, et haiam veet col asher bam, hashomer emet leolam.
  7. Osse mishpat laashukim, noten léchem lareevim, Adonai matir assurim.
  8. Adonai pokêach ivrim, Adonai zokef kefufim, Adonai ohev tsadikim.
  9. Adonai shomer et guerim, iatom vealmana ieodêd, vedérech reshaim ieavet.
  10. Yimloch Adonai leolam, Eloháyich Tsión, ledor vador, halelu Iá.

Salmo 147
Ainda com o tema de redenção, este Salmo focaliza diretamente Jerusalém, centro a partir do qual emanará santidade, redenção e Torá.
  1. Halelu Iá, ki tov zamerá Elohênu, ki naím nava tehila.
  2. Bone Ierushaláyim Adonai, nidchê Yisrael iechanes.
  3. Harofe lishvurê lev, umchabesh leatsevotam.
  4. Monê mispar lacochavim, lechulam shemot yicra.
  5. Gadol adonênu verav côach, litvunato en mispar.
  6. Meoded anavim Adonai, mashpil reshaim adê árets.
  7. Enu ladonai betoda, zamerú lelohênu vechinor.
  8. Hamechassê shamáyim beavim, hamechin laárets matar, hamatsmíach harim chatsir.
  9. Noten livehema lachma, livnê orev asher yicráu.
  10. Lo vigvurat hassus iechpats, lo veshokê haish yirtse.
  11. Rotse Adonai et iereav, et hameiachalim lechasdo.
  12. Shabechi Ierushaláyim et Adonai, haleli Eloháyich Tsión.
  13. Ki chizak berichê shearáyich, berach banáyich bekirbêch.
  14. Hassam guevulêch shalom, chélev chitim iasbiech.
  15. Hasholêach imrato árets, ad meherá iaruts devaro.
  16. Hanoten shéleg catsámer, kefor caéfer iefazer.
  17. Mashlich carcho chefitim, lifnê carato mi iaamod.
  18. Yishlach devaro veiamsem, iashev rucho yizelú máyim.
  19. Maguid devarav leiaacov, chucav umishpatav leyisrael.
  20. Lo ássa chen lechol goi, umishpatim bal iedaum, halelu Iá.

Salmo 148
Depois da reconstrução do Templo e de Jerusalém todo o Universo se unirá em cânticos de júbilo e louvor a Deus. Tsión é o ponto de encontro do céu e da Terra, porque é a partir daí que as bênçãos celestiais de Deus emanam para o resto do Universo.
  1. Halelu Iá, halelú et Adonai min hashamáyim, haleluhú bameromim.
  2. Haleluhú chol mal’achav, haleluhú col tsevaav.
  3. Haleluhú shémesh veiarêach, haleluhú col côchve or.
  4. Haleluhú shemê shamáyim, vehamáayim asher meal hashamáyim.
  5. Iehalelu et shem Adonai, ki hu tsiva venivráu.
  6. Vaiaamidem laad leolam, choc natan veló iaavor.
  7. Halelu et Adonai min haárets, taninim vechol tehomot.
  8. Esh uvarad, shéleg vekitor, rúach seará ossa devaro.
  9. Heharim vechol guevaot, ets peri vechol arazim.
  10. Hachaia vechol behema, rémes vetsipor canaf.
  11. Malchê érets vechol leumim, sarim vechol shôfete árets.
  12. Bachurim vegam betulot, zekenim im nearim.
  13. Iehalelu et shem Adonai, ki nisgav shemo levado, hodô al érets veshamáyim.
  14. Vaiárem kéren leamo, tehila lechol chassidav, livnê Yisrael am kerovo, halelu Iá.

Salmo 149
Em cada geração, Deus nos confronta com novos desafios e problemas. No entanto, Ele nos dá oportunidade de resolvê-los. Por isso, nossos cantos de louvor nunca param, porque sempre carregados de novos significados. Mas o maior e mais novo cântico de todos partirá dos lábios de Israel, quando a história atingir seu clímax com a vinda do Messias.
  1. Halelu Iá, shíru ladonai shir chadash, tehilato bikehal chassidim.
  2. Yismach Yisrael beossav, benê Tsión iaguílu vemalcam.
  3. Iehalelu shemo vemachol, betof vechinor iezamerú lo.
  4. Ki rotsê Adonai amo, iefaer anavim bishuá.
  5. Ialezu chassidim bechavod, ieranenu al mishkevotam.
  6. Romemot el bigronam, vechérev pifiyot beiadam.
  7. Lassot necama bagoyim, tochechot baleumin.
  8. Lessor malchehem bezikim, venichbedehem bechavelê varzel.
  9. Laassot bahem mishpat catuv, hadar hu lechol chassidav, halelu Iá.

Salmo 150
Este Salmo final do Livro dos Salmos, resume a tarefa do salmista segundo a qual o ser humano deve enriquecer seu próprio ser espiritual reconhecendo a grandeza e a benevolência, e louvando a Deus. A longa lista de instrumentos musicais do salmista explica o largo espectro das emoções humanas e seu potencial espiritual, que a música pode despertar.
  1. Halelu Iá, halelú El becodsho, haleluhú birkía uzo.
  2. Haleluhú vigvurotav, haleluhú kerov gudlo.
  3. Haleluhú betéca shofar, haleluhú benével vechinor.
  4. Haleluhú betof umachol, haleluhú beminim veugav.
  5. Haleluhú vetsil’tselê sháma, haleluhú betsil’tselê teruá.
  6. Col haneshamá tehalel Iá, halelu Iá.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. If you enjoyed this article, we encourage you to distribute it further, provided that you comply with Chabad.org's copyright policy.

A Parashá
ParasháMikêts
Esta página em outros idiomas