Enter your email address to get our weekly email with fresh, exciting and thoughtful content that will enrich your inbox and your life.

Tehillim do Dia - Salmos

Capítulos 104-105

Mostrar conteúdo em:
Salmo 104
Esta belíssima e lírica canção é um tributo a Deus pelo mundo que Ele criou e mantém.
  1. Ó alma minha, bendize o Eterno! Meu Deus, como és maravilhoso! Majestade e glória Te envolvem.
  2. Um manto de luz Te reveste; estendes a vastidão do céu como se fora a coberta de uma tenda.
  3. Sobre as águas ergueste Tua morada; fazes das nuvens Tua carruagem, e nas asas do vento Te deslocas.
  4. Tornas os ventos Teus mensageiros, e o chamejante fogo Teu atendente.
  5. Criaste a terra, assentando-a sobre base firme para que seja para sempre inabalável.
  6. Como se estendesses sobre ela um manto, assim a cobriste com os oceanos; as águas cobriam as montanhas.
  7. Ante Tua repreensão, começaram a refluir, e ante o ribombar de Teus trovões, se apressaram.
  8. Ergueram-se os montes, aprofundaram-se os vales, ocupando os lugares que lhes destinaste.
  9. Estabeleceste limites que não poderiam ultrapassar as águas, para que não voltassem a cobrir a terra.
  10. Ordenaste às fontes que alimentassem regatos, que estes corressem pelos vales entre as montanhas.
  11. Dão, assim de beber a todos os animais dos campos e satisfazem a sede de todos os silvestres.
  12. Perto deles habitam as aves do céu e, de entre os ramos das árvores, entoam seu canto.
  13. Regas as montanhas do alto de Tua morada e se farta a terra do fruto de Tuas obras.
  14. Fazes crescer relva para o gado e plantas para o uso do homem, para que da terra possa extrair seu pão,
  15. e também o vinho que alegra seu coração, bem como o óleo que lhe faz reluzir o rosto.
  16. Fartam-se de seiva as árvores do Eterno, os cedros do Líbano por Ele plantados,
  17. onde os pássaros constróem seus ninhos e os ciprestes onde se abrigam as cegonhas.
  18. Os altos montes são refúgio para os cabritos, e as rochas para os coelhos.
  19. Para marcar as estações criaste a lua, e ao sol determinaste o tempo de seu ocaso.
  20. Estendes o manto da escuridão e faz-se a noite, quando despertam e vagueiam as feras da floresta.
  21. Os filhotes do leão rugem por sua presa, e buscam de Deus seu alimento.
  22. Quando nasce o sol, eles se recolhem a seus covis.
  23. Sai o homem para seu trabalho e sua obra até a tarde.
  24. Quão imensa é a multiplicidade de Tuas obras! Com sabedoria, todas fizeste; plena está a terra das Tuas criações.
  25. Eis o mar, amplo em sua vastidão imensa, habitado por um sem número de criaturas de todos os tamanhos.
  26. Por ele navegam os navios e sulca caminhos o grande leviatã.
  27. Todos de Ti esperam receber seu alimento no tempo apropriado.
  28. Tu o forneces e eles logo o recolhem; lhes abre Tua mão e os fartas de tudo.
  29. Quando escondes Teu rosto se perturbam; quando lhes tiras o fôlego expiram, e ao pó retornam.
  30. Quando lhes envias Teu sopro de vida são criados e, assim, renovas a face da terra.
  31. Perpétua é a glória do Eterno! Possa Ele sempre Se alegrar com o que criou.
  32. Com Seu olhar faz estremecer a terra e, a seu toque, se incandescem as montanhas.
  33. Enquanto eu viver cantarei ao Eterno; louvá-Lo-ei por todos os dias de minha vida.
  34. Possa Lhe ser agradável o meu pensar. Regozijar-me-ei no Eterno.
  35. Quanto aos pecadores, eles desaparecerão da terra e não mais existirão iníquos. Bendize o Eterno, ó alma minha! Louvado seja o Eterno! Haleluiá.



Salmo 105
Enquanto o Salmo anterior descreve a inconfundível mão de Deus na natureza, este concentra-se em como conduz a história. Acontecimentos aparentemente sem relação entre si – alguns de natureza individual, outros de caráter universal – todos se unem para cumprir o destino traçado por Deus para Seu mundo e para Seu povo: o estabelecimento de uma sociedade humana levada e governada pela sagrada Torá.
  1. Louvai ao Eterno, proclamai o Seu Nome! Divulgai entre todas as nações Seus feitos.
  2. Entoai cantos e hinos narrando todos os Seus prodígios.
  3. Senti-vos glorificados em Seu santo Nome, e que se alegrem os corações de todos os que buscam o Eterno.
  4. Sim! Buscai sempre Sua Presença e Sua Força.
  5. Ó vós, semente de Abrahão, Seu servo, ó vós, filhos de Jacob, Seus eleitos,
  6. recordai Seus prodígios, Seus atos maravilhosos e a justiça de seus julgamentos,
  7. pois Ele, o Eterno, é nosso Deus e em toda a terra são cumpridas Suas sentenças.
  8. Lembrai-vos perpetuamente de Sua aliança, da promessa empenhada a mil gerações,
  9. do pacto que fez com Abrahão, de Seu juramento a Isaac,
  10. que confirmou a Jacob como lei imutável, e a Israel como aliança eterna,
  11. proclamando: “A ti darei a terra de Canaã, quinhão de tua eterna herança.”
  12. Quando não passavam de um pequeno número, estrangeiros naquela terra
  13. e peregrinavam de nação em nação, de um povo a outro,
  14. a ninguém permitiu oprimi-los, e a reis repreendeu, dizendo:
  15. “Não toqueis Meus ungidos nem maltrateis Meus profetas.”
  16. Fome fez abater-se sobre a terra, que deixou de produzir o pão que sustenta a vida.
  17. Previamente, enviou José que como escravo foi vendido.
  18. Afligiram-no com correntes nos pés e grilhões em sua alma.
  19. Até o momento em que se cumpriu Sua palavra, e a determinação do Eterno o redimiu.
  20. Ordenou o rei sua liberação, libertando-o o governante das nações.
  21. Ele o tornou senhor de sua casa, deu-lhe poder sobre todas as suas possessões,
  22. para disciplinar seus príncipes e transmitir sabedoria a seus anciãos.
  23. Veio então Israel ao Egito e morou na terra de Cham.
  24. Tornou-o o Eterno extremamente fecundo, fazendo-o crescer em números mais que os seus inimigos.
  25. Transformou seus corações, fazendo neles crescer o ódio a Seu povo, e planos malévolos contra Seus servos.
  26. Enviou então Moisés, Seu servo, e Aarão, Seu escolhido.
  27. Eles apresentaram Seus sinais no Egito, Seus atos maravilhosos contra a terra de Cham.
  28. Fez descer as trevas e tudo escureceu, mas mesmo assim se rebelaram contra Sua palavra.
  29. Transformou em sangue suas águas e provocou a morte dos peixes.
  30. Rãs se espalharam por sua terra, até mesmo nos aposentos reais.
  31. Por Sua ordem, hordas de feras e enxames de piolhos os assolaram.
  32. Fez chover granizo e lançou fogo chamejante sobre sua terra.
  33. Devastou suas videiras e figueiras, e abateu as árvores de seu território.
  34. Por Seu comando, chegaram nuvens de gafanhotos e lagartos,
  35. que consumiram a relva e devoraram os frutos.
  36. Feriu de morte seus primogênitos, primeiros frutos de sua força.
  37. Conduziu Israel carregado de ouro e prata, sem que um inválido sequer houvesse em Suas tribos.
  38. Regozijou-se o Egito com sua partida, pois grande temor os acossara.
  39. Estendeu o Eterno uma nuvem como proteção e uma coluna de fogo para iluminar à noite.
  40. Pediram e foram atendidos, com codornizes e pão dos céus, para saciá-los.
  41. Fendeu uma rocha e dela jorraram águas que, como um rio, se espraiaram sobre a terra árida.
  42. Pois Lembrou Sua santa palavra, dada a Abrahão, Seu servo.
  43. Com regozijo, conduziu Seu povo com canções de júbilo de Seus eleitos.
  44. Deu-lhes terras de outras nações e riquezas de outros povos
  45. para que guardassem Seus estatutos e observassem Seus ensinamentos. Louvado seja o Eterno! Haleluiá!



Salmo 104
Esta belíssima e lírica canção é um tributo a Deus pelo mundo que Ele criou e mantém.
  1. Barechí nafshí et Adonai, Adonai Elohai gadálta meod, hod vehadar laváshta.
  2. Ôte or cassalmá, note shamáyim cairiá.
  3. Hamecare vamáyim aliyotav, hassam avim rechuvo, hamehalech al canfê rúach.
  4. Osse mal’achav ruchot, mesharetav esh lohet.
  5. Iassad érets al mechonêha, bal timot olam vaed.
  6. Tehom calevush kissito, al harim iáamdu máyim.
  7. Min gaaratechá ienussun, min col raamchá iechafezun.
  8. Iaalu harim, ieredu vecaot, el mecom ze iassádeta lahem.
  9. Guevul sámta bal iaavorun, bal ieshuvun lechassot haárets.
  10. Hameshalêach maianim banechalim, ben harim iehalechun.
  11. Iashcu col chaieto sadai, yishberu ferayim tsemaam.
  12. Alehem of hashamáyim yishcon, miben ofayim yitenu col.
  13. Mashke harim mealiyotav, miperi maassêcha tisba haárets.
  14. Matsmíach chatsir labehema, veéssev laavodat haadam, lehotsi léchem min haárets.
  15. Veiáin iessamach levav enosh lehats’hil panim mishámen, veléchem levav enosh yis’ad.
  16. Yisbeú atse Adonai, arzê Levanon asher nata.
  17. Asher sham tsiporim iecanênu, chassidá beroshim betá.
  18. Harim haguevohim laieelim, selaim mach’se lashefanim.
  19. Assa iarêach lemoadim, shémesh iada mevoô.
  20. Táshet chóshech víhi laila, bo tirmos col chaieto iáar.
  21. Hakefirim shoaguim latáref, ulvakesh meel ochlam.
  22. Tizrach hashémesh ieassefun, veel meonotam yirbatsun.
  23. Ietsê adam lefaolo, velaavodato adê árev.
  24. Ma rabu maassêcha Adonai, culam bechochma assíta, malea haárets kin’ianêcha.
  25. Ze haiam gadol ur’chav iadáyim, sham rémes veen mispar, chaiot ketanot im guedolot.
  26. Sham oniyot iehalechun, liv’iatan ze iatsárta lessáchec bo.
  27. Culam elêcha iessaberun, latet ochlam beito.
  28. Titen lahem yilcotun, tiftach iadechá yisbeun tov.
  29. Tastir panêcha yibahelun, tossef rucham yigvaun, veel afaram ieshuvun.
  30. Teshalach ruchachá yibareun, ut’chadesh pene adama.
  31. Iehi chevod Adonai leolam, yismach Adonai bemaassav.
  32. Hamabit laárets vatir’ad, yiga beharim veieeshánu.
  33. Ashíra ladonai bechaiái, azamera lelohai beodi.
  34. Ieerav alav shichi, anochi esmach badonai.
  35. Yitámu chataim min haárets ur’shaim od enam, barechi nafshi et Adonai, haleluiá.

Salmo 105
Enquanto o Salmo anterior descreve a inconfundível mão de Deus na natureza, este concentra-se em como conduz a história. Acontecimentos aparentemente sem relação entre si – alguns de natureza individual, outros de caráter universal – todos se unem para cumprir o destino traçado por Deus para Seu mundo e para Seu povo: o estabelecimento de uma sociedade humana levada e governada pela sagrada Torá.
  1. Hodú ladonai kir’u vishmó, hodíu vaamim alilotav.
  2. Shíru lo, zamerú lo, síchu bechol nifleotav.
  3. Hit’halelu beshem codsho, yismach lev mevac’shê Adonai.
  4. Dirshu Adonai veuzo, bakeshú fanav tamid.
  5. Zichru nifleotav asher assa, mofetav umishpetê fiv.
  6. Zéra Avraham avdo, benê Iaacov bechirav.
  7. Hu Adonai Elohênu, bechol haárets mishpatav.
  8. Zachar leolam berito, davar tsivá leélef dor.
  9. Asher carat et Avraham, ushvuato leyis’chac.
  10. Vaiaamidêha leiaacov lechoc, leyisrael berit olam.
  11. Lemor lechá eten et érets Kenáan, chével nachalatchem.
  12. Bihiotam metê mispar, kim’at vegarim ba.
  13. Vayit’halechu migoi el goi, mimamlacha el am acher.
  14. Lo hiníach adam leoshcam, vaiôchach alehem melachim.
  15. Al tigueú vimshichai, velinviai al tarêu.
  16. Vayicra raav al haárets, col mate léchem shavar.
  17. Shalach lifnehem ish, leéved nimcar Iossef.
  18. Inú vakével raglo, barzel báa nafsho.
  19. Ad et bo devaro, imrat Adonai tserafát’hu.
  20. Shálach mélech vaiatirêhu, moshel amim vaifatechêhu.
  21. Samo adon leveto, umoshel bechol kiniano.
  22. Leessor sarav benafsho, uzkenav iechakem.
  23. Vaiavo Yisrael Mitsráyim, veiaacov gar beérets Cham.
  24. Vaiêfer et amo meod, vaiaatsimêhu mitsarav.
  25. Hafach libam lisnô amo, lehit’nakel baavadav.
  26. Shalach Moshe avdo, Aharon asher báchar bo.
  27. Sámu vam divrê ototav, umofetim beérets Cham.
  28. Shálach chóshech vaiach’shich, velo maru et devaro.
  29. Hafach et memehem ledam, vaiámet et degatam.
  30. Sharats artsam tsefardeim, bechadrê malchehem.
  31. Amar vaiavo arov, kinim bechol guevulam.
  32. Natan guishmehem barad, esh lehavot beartsam.
  33. Vaiach gafnam uteenatam, vaishaber ets guevulam.
  34. Amar vaiavo arbe, veiélec veen mispar.
  35. Vaiôchal col essev beartsam, vaiôchal peri admatam.
  36. Vaiach col bechor beartsam, reshit lechol onam.
  37. Vaiotsiem bechéssef vezahav, veen bishvatav coshel.
  38. Samach Mitsaráyim betsetam, ki nafal pachdam alehem.
  39. Paras anan lemassach, veesh lehair laila.
  40. Shaal vaiave selav, veléchem shamáyim iasbiem.
  41. Pátach tsur vaiazúvu máyim, halechu batsiiot nahar.
  42. Ki zachar et devar codsho, et Avraham avdo.
  43. Vaiotsi amo vessasson, beriná et bechirav.
  44. Vayiten lahem artsot goyim, vaamal leumim yiráshu.
  45. Baavur yishmerú chucav, vetoratav yintsôru, halelu Iá.


© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.

A Parashá
ParasháMishpatim
Esta página em outros idiomas