Obtenha o melhor do conteúdo Chabad.org todas as semanas!
Encontre respostas para perguntas judaicas fascinantes, aproveite dicas e guias das festas, leia histórias da vida e muito mais!
ב"ה
Para visualizar horários do Shabat clique aqui para selecionar sua localização

Shabat, 4 Abril, 2020

Horas haláchicas (Zemanim)
Para visualizar horários haláchicos Clique aqui para configurar a sua localização
Shabat Hagadol
História Judaica

No Shabat anterior ao Êxodo – 10 de Nissan naquele ano – os primogênitos do Egito, que ocupavam as posições mais importantes no sacerdócio e no governo, lutaram uma batalha sangrenta com as tropas do faraó, num esforço para assegurar a libertação dos israelitas e impedir a Praga do Primogênito. Este grande milagre é comemorado todo ano no Shabat anterior a Pêssach, que portanto é chamado Shabat HaGadol, o Grande Shabat. (Este é um dos raros exemplos nos quais uma data comemorativa no Calendário Judaico é estabelecida pelo dia da semana, em vez de pelo dia do mês.)

Miriam, irmã de Moshê, faleceu aos 126 anos em 10 de Nissan de 2487 (1274 AEC) – 39 anos após o Êxodo e exatamente um ano antes de os Filhos de Israel entrarem na Terra Santa. Em deferência ao seu falecimento, o “Grande Shabat” é comemorado no Shabat antes de Pêssach, e não na data da ocorrência do milagre segundo o calendário, 10 de Nissan.

Três dias após os dois espiões despachados por Yehoshua investigarem a cidade de Jericó, os Filhos de Israel estavam prontos a entrar na Terra Prometida por D’us a seus ancestrais, como seu eterno legado. Quando se aproximaram do Jordão com a Arca Sagrada levada pelos Cohanim (sacerdotes), o rio se abriu para eles, como as águas do Mar Vermelho tinham se aberto quando seus pais e mães deixaram o Egito quarenta anos antes. (Yeshoshua 4).

Leis e Costumes

Na leitura Nasi de hoje lemos sobre o presente levado pelo nasi da tribo de Dan, Achiezer ben Amishadai, para a inauguração do Mishcan.

O Shabat anterior a Pêssach é chamado Shabat HaGadol, ("O Grande Shabat") em comemoração ao "grande milagre" que aconteceu no Egito neste dia, garantindo o Êxodo do Egito cinco dias depois (veja "Hoje na História Judaica"). Os costumes do Shabat HaGadol incluem ler uma porção da Hagadá (a partir de "Avadim hayinu" até "al kol avonotainu"), que narra a história do Êxodo. Outro costume nesta ocasião é que o rabino de cada comunidade faça uma palestra na qual mencione as leis de Pêssach e seu significado, em preparação para a Festa.