Obtenha o melhor do conteúdo Chabad.org todas as semanas!
Encontre respostas para perguntas judaicas fascinantes, aproveite dicas e guias das festas, leia histórias da vida e muito mais!
ב"ה
Para visualizar horários do Shabat clique aqui para selecionar sua localização

Sexta-feira, 26 Março, 2021

Horas haláchicas (Zemanim)
Para visualizar horários haláchicos Clique aqui para configurar a sua localização
História Judaica

Em 13 de Nissan de 2048 (1713 AEC), D’us apareceu a Avram, mudou seu nome para Avraham (pai de uma multidão de nações) e ordenou-lhe que circuncidasse a si mesmo e a todos os membros de sua família – e todos os futuros descendentes, com a idade de oito dias – para que “Meu pacto (berit) esteja em sua carne, como uma eterna aliança.” Avraham tinha 99 anos na ocasião, e seu filho Ishmael, treze. (Yitschac, que nasceu um ano depois, foi o primeiro judeu a ser circuncidado aos oito dias de vida).

No 12º ano de seu reinado (357 AEC), o Rei Achashverosh da Pérsia endossou o plano de Haman para “destruir, matar e aniquilar todos os judeus, jovens e velhos, bebês e mulheres, num único dia no dia 13 do 12º mês, Adar.” Em 13 de Nissan (11 meses antes da data escolhida para o massacre), foram escritas as proclamações do decreto e despachadas aos 127 países que compunham o Império Persa. Mordechai disse a Esther que fosse até o rei para implorar por seu povo. Esther então pediu que fosse proclamado um jejum de três dias (14, 15 e 16 de Nissan) – incluindo os primeiros dois dias de Pêssach), no qual todos os judeus se arrependem e rezam pelo sucesso da missão de Esther.

Dia 13 de Nissan é o aniversário de falecimento de Rabi Yossef Caro (1488-1575), autor do Shulchan Aruch (Código da Lei Judaica).

O terceiro Rebe de Chabad, Rabi Menachem Mendel Schneersohn de Lubavitch (1789-1866); conhecido como o “Tsêmach Tsêdec” pela obra haláchica do mesmo nome), faleceu a 13 de Nissan.

Leis e Costumes

Na leitura Nasi de hoje lemos sobre o presente levado pelos príncipes das 12 tribos de Israel pela dedicação do Tabernáculo durante os primeiros 12 dias de Nissan; hoje lemos a passagem (os versículos de abertura da porção Behaalotechá da Torá) descrevendo as instruções de D’us a Aharon sobre o acendimento da Menorá, que representa a contribuição da “13ª tribo” de Levi.

A Lei da Torá ordena que deixemos de comer chamêts duas horas antes do meio-dia de 14 de Nissan, e que não permaneça nada fermentado em nossa posse uma hora antes do meio-dia. Estas não são “horas no relógio”, mas “horas proporcionais”, definidas pela Lei Judaica como a 12ª parte do período entre o nascer e o pôr-do-sol. Pode-se dispor do chamêts: a( vendendo-o a um não-judeu; b) queimando o chamêts que não foi vendido ou descartado de outra forma – especialmente o chamêts encontrado na “busca pelo chamêts” , “anulando” o chamêts que não tenha sido encontrado, declarando-o sem dono.