Entre em contato

Achando Tempo

Achando Tempo

 E-mail

Por Yaakov Lieder
Trabalhando com famílias, penso com freqüência como é triste quando um casal se separa. O pai está preparado para pagar milhares de dólares em taxas legais para ter direito a passar mais tempo com os filhos; porém quando o tempo com os próprios filhos está disponível de graça, alguns pais estão "muito ocupados" para "achar tempo".
Numerosos estudos têm demonstrado que crianças cujos pais desempenham parte ativa na vida dos filhos têm mais auto-estima e uma opinião positiva sobre a vida quando se tornam adultos. Porém alguns pais simplesmente não entendem a importância do papel do pai na vida de seus filhos. Isso talvez seja porque eles jamais tiveram um modelo apropriado – talvez seu próprio pai não tenha passado tempo com eles.
"Meu marido nunca tem tempo para a família" – queixou-se uma mulher em uma de nossas reuniões. "Seus passatempos parecem ser mais importantes que sua mulher e filho. Ele encontra tempo para jogar golfe e sair com os amigos, mas para nós dificilmente sobra tempo."
Quando conversei com o marido, ficou claro que ele trabalhava muito e precisa de algum "tempo livre" para mantê-lo são. "Assim que meu negócio esteja estabelecido" – prometeu ele – "terei mais tempo. A única maneira de ‘fazer mais tempo’ agora é trabalhando mais. E não consigo trabalhar mais do que já estou trabalhando agora!"
Mas talvez o que este homem precisa não é trabalhar mais, porém trabalhar de maneira mais inteligente.
Existe algo que todos nós temos em comum, independentemente de nosso gênero, idade ou religião, que é o tempo. Ninguém tem mais de 24 horas por dia e sete dias na semana. Uma frase bem conhecida é que, se você deseja algo feito, é melhor pedir a uma pessoa ocupada – pois ele ou ela sabe como encontrar tempo para as coisas importantes. Quando alguém me diz que está ocupado demais para fazer algo, está realmente dizendo que: "Tenho coisas mais importantes para fazer com o meu tempo."
Muitos procuram planejadores financeiros e contadores para encontrar uma maneira de tirar o máximo proveito do dinheiro. Porém são poucos os que procuram especialistas em gerenciamento do tempo para ver como podem maximizar seu próprio tempo – como eles vêem aquilo que já estão fazendo e como podem usar o tempo de maneira mais sábia.
Eu sugeri ao pai atarefado que em vez de trabalhar mais, ele deveria trabalhar de maneira mais inteligente. Por exemplo, quando sair para uma caminhada pensando em relaxar, deveria levar sua mulher ou uma das crianças com ele. Se está viajando a negócios, talvez possa levar também os membros da família.
Quanto mais ocupados somos, mais criativos precisamos ser ao planejar o tempo que passaremos com nossos entes queridos. Muitas vezes é uma simples questão de bom planejamento.
Diz o ditado: "Falhar em planejar é planejar em falhar." Sugiro que consultemos nossa agenda no início de cada mês, separando ocasiões nas quais possamos incluir a família no esquema. Também pode ser feita uma reunião na qual cada membro da família explica seus compromissos para os próximos dias ou semanas, e juntos encontrarem maneiras de usar o tempo de modo mais inteligente.
Aja para fazer uma diferença. Discuta com seus entes queridos quando e como todos podem passar mais tempo juntos em família, e ficará surpreso ao ver como todos podem ser criativos e como o relacionamento familiar vai melhorar.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes