A Rainha Esther, heroína de Purim, é considerada como uma das mais notáveis mulheres judias na história. Sua impressionante história de vida contém lições que se aplicam a todos nós. Aqui estão nove lições práticas de vida que podemos aprender com ela:

1. ACREDITE EM SEUS PODERES OCULTOS


O nome Esther significa “oculto” em hebraico. Primeiramente, ela manteve oculta sua identidade como judia no palácio do rei persa. Ela também não perdeu a esperança quando parecia que a proteção de D'us ao povo judeu estava oculta. Mesmo quando foi isolada no escuro, clamou por força e coragem para ter um impacto, e suas ações por fim salvaram o povo judeu. Nós também podemos canalizar nossos poderes ocultos e transformar profundamente os eventos.

2. ABRACE O SEU DESTINO


A princípio Esther tentou se esconder dos guardas do Rei Achashverosh para evitar casar-se com ele, mas por fim não pode evitar o inevitável. Quando foi feita rainha, Mordechai, o líder dos judeus na época, entendeu que “uma coisa dessas não teria acontecido a uma mulher tão justa a menos que ela estivesse destinada a resgatar seu povo [através disso].” D'us nos coloca onde precisamos estar a fim de cumprirmos nossa missão na vida.

3. DEIXE SUA BELEZA INTERIOR BRILHAR


Quando as candidatas a nova rainha foram levadas ao palácio, receberam um detalhado regime de beleza envolvendo cuidados físicos e tratamentos cosméticos, mas Esther recusou aqueles luxos. Em vez disso, foi sua beleza natural que imediatamente chamou a atenção do rei acima de todas as outras. Você é a melhor versão de si mesma.

4. ATENHA-SE AOS SEUS PRINCÍPIOS


Mesmo no palácio, Esther comia somente alimentos casher. E quando o rei tentava persuadi-la a revelar sua origem nacional (ele deu uma festa em sua honra, liberou os cidadãos dos pagamentos de impostos e pensou em casar com outra), ela ficou firme. Deixe que seus princípios guiem você.

5. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES


Uma das reclamações de Haman contra os judeus era que eles eram “um povo disperso e desunido”. Em resposta, Esther disse a Mordechai para reunir todos os judeus. A melhor resposta ao ódio é a união.

6. QUANDO ESTIVER COM PROBLEMAS, VOLTE-SE A D'US


Esther entendeu que a salvação de seu povo dependia de seu relacionamento especial com D'us. Implorar aos pés de um rei mortal era apenas uma fachada por trás da qual disfarçava o milagre Divino. O verdadeiro veículo de sua salvação seriam o arrependimento e a prece. Primeiro entre em contato com o Criador, depois com Suas criações.

7. ASSUMA A LIDERANÇA NA AÇÃO


Esther lançou um plano de ação, e Mordechai obedeceu. “O ato é o principal”, diz o Talmud. Por causa da sua liderança, Esther salvou seu povo e a Meguilá recebeu seu nome.

8. PREPARE-SE PARA FAZER SACRIFÍCIOS


Como rainha, Esther pessoalmente teria sido poupada do decreto da aniquilação, mas ela ficou com seu povo. Para se defender, precisava abordar o rei sem ser convocada – uma ofensa capital. E assim ela fez, dizendo: “Se eu perecer, perecerei.”

9. JAMAIS PERCA A ESPERANÇA


Depois que a provação terminou, Esther pediu que sua história fosse documentada. O que Esther estava tentando conseguir ao contar a história de Purim? E qual é sua mensagem para nós? Uma das mensagens é: Não importa o quanto sua situação possa parecer desesperadora, jamais perca a esperança.