Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

O que está nas nossas mãos e nas mãos de D’us?

O que está nas nossas mãos e nas mãos de D’us?

 E-mail

Um homem discutia com Rabi Akiva(1) e insistia em dizer que o mundo foi criado ao acaso. Sem dar o braço a torcer, pediu ao sábio que desse provas da existência de D’us. Rabi Akiva educadamente pediu que o homem voltasse no dia seguinte, pois estava sem tempo para conversar.

Conforme combinado, o homem chegou à casa do mestre, mas não o encontrou. A porta estava entreaberta e ele se sentiu à vontade para entrar. Sobre a mesa havia um belo quadro onde uma paisagem estava desenhada com perfeição. O homem ficou tão absorto com a obra-prima que nem percebeu a chegada do anfitrião.

Quando Rabi Akiva o cumprimentou, ele exclamou: “Que belo quadro o senhor tem aqui. Quem é o artista de mãos abençoadas que o fez”?

“Este quadro”, disse o sábio, “foi resultado de um acidente. Havia vários potes de tinta sobre a tela, e acidentalmente eles caíram, entornando seu conteúdo. Quando fui ver, esse desastre se transformou nessa bela obra”.

“Impossível”, disse o homem. “Como pode ser que esse quadro tão perfeito tenha vindo do acaso? Somente um profissional de alto gabarito poderia tê-lo feito”.

“Ouça suas próprias palavras”, disse o Rabi. “Se um simples quadro, com alguns detalhes, comprova a existência de um pintor, o que diremos então do universo, com infinitos pormenores em impressionante harmonia? Será que tudo isso pode ser feito sem um Criador”?

Muitas vezes em nossa vida nos deparamos com certas coincidências incríveis. Por exemplo: “justo quando eu pensava sobre alguém, essa pessoa me ligou, ou nos encontramos de repente”. Há diversos fatos na hora certa e no momento certo. Será que essas “coincidências” ocorrem por acaso?

De acordo com a Cabala, a resposta é não. Os fatos ocorrem por Divina providência, que cuida de cada um de nossos passos e ações. Os sábios cabalistas dizem: “Tudo está na mão dos Céus, com exceção do temor aos Céus”. Esse temor é o quanto cada pessoa cuida para que suas ações sejam realizadas conforme a vontade Divina. O Criador deu o livre arbítrio ao homem para agir ou não de acordo com Sua vontade. Assim, se uma pessoa vai agir corretamente ou por vias antiéticas, isso dependerá exclusivamente dela.

Todos os outros detalhes de nossa existência, porém, estão nas mãos de D’us. Se seremos ricos ou pobres, saudáveis ou não, tudo é controlado pelo Criador. A pessoa é capaz de usar diversos meios para receber as bênçãos Divina; mas para que isso ocorre ela deve ser o próprio kli, receptáculo/recipiente apropriado para recebê-las.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
1000 Caracteres restantes
Envie-me e-mail quando novos comentários forem postados.