Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Yossef e a Invenção do Microondas

Yossef e a Invenção do Microondas

 E-mail

Uma das passagens mais emocionantes da Tora é aquela na qual Yossef se revela a seus irmãos. O Talmud relata que sempre que o grande sábio Rabi Elazar chegava a este versículo “”Seus irmãos ficaram tão surpresos que não puderam responder,” ele irrompia em lágrimas.

Rabi Elazar dizia: “Se a repreensão de um homem de carne e sangue (Yossef) é tão poderosa que causa tanta consternação, a repreensão de D'us (quando vem) causará muita vergonha.”

Dois pontos na declaração de Rabi Elazar parecem estar faltando. Primeiro, o versículo não diz que Yossef os repreendeu. O versículo declara apenas que “Yossef disse aos irmãos” ‘Eu sou Yossef! O meu pai ainda vive?’”

Em segundo lugar, a comparação entre a repreensão de Yossef aos irmãos e de D'us para a humanidade parece exagerada. Os irmãos pessoalmente venderam Yossef como escravo, sujeitando-o a um horrível sofrimento. Portanto, eles ficaram totalmente em choque quando tiveram de encará-lo. Nenhum de nós jamais fez uma afronta similar a D'us, para passar por tamanho medo em face à repreensão de D'us.

Similarmente, a abertura do 8º capitulo do Cântico dos Cânticos diz: “Oh, você foi como meu irmão, que mamou na minha mãe! Eu o encontrarei lá fora, vou beijar você e eles não me desprezarão.” Qual o significado deste poema? Rashi diz que estamos pedindo a D'us para sermos como nosso irmão, como Yossef aos seus irmãos. Eles o feriram, e feriram gravemente, porém ele foi em seu resgate, salvou-os da fome, alimentou-os, abrigou-os, cuidou deles, e os consolou. Pedimos a D'us para se comportar conosco da mesma maneira.

Porém, mais uma vez, a comparação parece estranha. Nunca abusamos de D'us, como fizeram os irmãos a Yossef. Por que estamos pedindo a D'us para nos tratar como Yossef tratou seus irmãos? Tanto o crime quanto o motivo para o perdão parecem irrelevantes aqui. Nunca vendemos D'us à escravidão, nem O ajudamos a atingir Seu potencial fazendo isso.

Em 1961, durante um “Maamar”, um discurso chassídico apresentado no Shabat Parshas Kedoshim, em 13 de Iyar, o Rebe partilhou uma ideia poderosa. É a história do doloroso e profundo casamento entre o corpo e a alma, e a reação Divina ao nosso abuso da nossa própria alma.

Aprendi recentemente que o forno de microondas foi inventado por acaso, resultado de um acidente involuntário provocado por um homem que era órfão e nunca terminou o curso primário. O homem era Percy Spencer. Quando tinha apenas 18 meses de idade, seu pai morreu e sua mãe o deixou com uma tia e um tio. Seu tio então morreu quando Spencer tinha apenas sete anos.

Então ele saiu da escola primária e, aos 12 anos, começou a trabalhar o dia todo num moinho, e continuou ali até completar 16 anos.

Aos 18, Spencer decidiu entrar para a Marinha dos Estados Unidos. Com habilidade em engenharia elétrica, ele ajudou a desenvolver e produzir equipamento de combate por radar. Isso era de enorme importância para os Aliados e tornou-se o segundo projeto de alta prioridade durante a Segunda Guerra Mundial, por trás do Projeto Manhattan.

Um dia, enquanto Spencer estava trabalhando na construção de magnetrons para radares, ele estava em pé na frente de um radar ativo quando percebeu que o chocolate que tinha no bolso derretera. O resto é história.

Por Yosef Y. Jacobson
Rabino Yosef Y. Jacobson é editor de Algemeiner.com, um site de notícias e comentários judaicos em inglês e yidish. Rabino Jacobson  também faz palestras sobre ensinamentos chassídicos, sendo muito popular e bastante procurado. É autor da série de fitas “Um Conto Sobre Duas Almas”.
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
Classificar por:
1 Comentário
1000 Caracteres restantes
Anonymous Mauá, SP 21 Fevereiro, 2016

Eu queria entender melhor esse Maamar!Muito me preocupo com o casamento da alma com o corpo... Reply