Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Moldando a Vida e o Caráter

Moldando a Vida e o Caráter

 E-mail

Extraído de “Rumo a Uma Vida Significativa - A Sabedoria do Rebe”

A educação do caráter de uma criança deve ter prioridade sobre sua educação acadêmica. Todos os esforços educacionais são basicamente inúteis a menos que sejam construídos sobre o alicerce do bom caráter – O Rebe

Um casal visitou um rabino em busca de conselho sobre como educar o filho de doze anos. O rabino respondeu: “Vocês me procuraram com doze anos de atraso. Um ser humano é como uma árvore. Se você fizer um arranhão no galho de uma árvore adulta, vai afetar apenas aquele galho. Mas se fizer até um minúsculo arranhão numa semente, a árvore nunca vai crescer ereta, se é que vai crescer.”

Qual é o verdadeiro significado da educação?

Se há um único fator dentro do nosso controle que pode determinar diretamente quem somos como pessoas, esse fator é a educação. Há somente uma maneira de produzir adultos sadios e realizados, pessoas que levarão vidas dedicadas e significativas, e essa maneira é educar nossos filhos.

Educação não é apenas aprender ofícios para ganhar a vida; é aprender a entender a própria vida. A vida é o reconhecimento de D'us e da missão com a qual Ele nos encarregou – refinar a nós mesmos e santificar o mundo.

Transmitir informação é apenas um pequeno e simples componente da educação. Uma verdadeira educação – educação para a vida – consiste em ensinar aos filhos que eles têm uma responsabilidade inflexível com D'us, de viver moralmente e com ética, o que vai sustentá-los individualmente e criar um mundo melhor para seus filhos e para as futuras gerações.

Como devemos educar?

A pergunta de como educar é realmente a mesma que perguntar Como devemos nos comunicar? Como devemos fazer negócios? Como devemos viver?

A resposta é sempre a mesma: por meio do amor. Sem amor, a educação na melhor das hipóteses é incompleta e na pior das hipóteses, destrutiva. Amor significa sensibilidade – não com suas ideias e seus padrões, mas com os de seu aluno e, mais importante, com os de D'us. Quando os jovens crescem familiarizados com uma existência que é maior que eles e adquirem uma aptidão e gosto intelectual pelo espiritual, ficam sintonizados com seu propósito na vida. Tornam-se filhos que se relacionam com os pais com respeito e afeição. Filhos que não tomarão propriedades que não lhes pertencem, Filhos que procurarão ajudar outras pessoas, e são generosos com seu tempo e amor.

Como essa geração deveria ser educada?

Como uma criança é impressionável, será impressionada por tudo ao seu redor. Hoje, há mais obstáculos do que nunca para uma educação adequada: televisão, crimes, o apelo das drogas. E após lutar contra todas essas distrações, resta pouco tempo e energia para cultivar a alma de nossos filhos. Não basta dar um tapinha na cabeça de seu filho ou filha e mandá-los para a escola; educação é um dever de 24 horas.

Devemos estar tão vigilantes como éramos quando a criança era recém-nascida – sempre em alerta, sempre pronto a servir às necessidades espirituais da criança.

Sem a aceitação de que a moralidade é derivada de D'us, moralidade – e portanto, educação – é guiada por nada mais que o capricho humano e consciência. A história tem nos mostrado que uma sociedade pode ser bem educada e mesmo assim, se não for guiada pelos preceitos de D'us, pode cair na imoralidade e no mal.

Portanto um sistema de educação moralmente correta é uma das responsabilidades básicas da sociedade. Embora deva haver um certo grupo de pessoas cuja responsabilidade básica é implementar educação, cada membro da sociedade deve desempenhar um papel ativo. Especialmente para os pais de crianças pequenas, a responsabilidade é clara. Pense o quanto ficaríamos perturbados ao saber de um pai que teve um filho doente, mas recusou-se a levar o filho ao médico. Se este é o caso para o corpo da criança, não deveríamos sentir a mesma preocupação pela mente, pela alma, da criança?

Ação

Assegure que seu filho receba uma educação moral. Matricule-o numa escola que coloque ênfase em desenvolvimento do caráter e moralidade, baseada nos princípios de que este pais é fundado com: Em D'us Confiamos.

Como adultos não deveríamos projetar em nossos filhos nosso próprio ceticismo e dúvidas. Lembre-se, são as crianças que melhor podem entender a simplicidade e a magia da essência de D'us. Devemos olhar para nossos filhos e dizer a nós mesmos repetidas vezes: aqui está uma alma fértil, um coração aberto e uma mente aberta, que recebi de D'us para nutrir e ensinar. A vida dessa criança vai afetar muitas outras, e devo ensiná-la da melhor maneira que eu puder.

Por Simon Jacobson
Rabino Simon Jacobson é autor do campeão de vendas Rumo a Uma Vida Significativa: A Sabedoria do Rebe (William Morrow, 1995), e fundador e diretor do Meaningful Life Center.
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
1000 Caracteres restantes
Envie-me e-mail quando novos comentários forem postados.
Ordenar por:
Discussão (2)
9 Fevereiro, 2016
Moldando a Vida e o Caráter.
"Devemos olhar para nossos filhos e dizer a nós mesmos repetidas vezes: aqui está uma alma fértil, um coração aberto e uma mente aberta, que recebi de D'us para nutrir e ensinar.". - Maravilhoso. Excelente todo o artigo.
Rondineli Santos.
Blumenau/SC.
8 Fevereiro, 2016
Um segredo à vista de todos
Pessoas de todas as religiões beneficiariam com a leitura deste artigo. O povo judeu, em todas as épocas, tem surpreendido o Mundo com o seu sucesso intelectual e material, desproporcional em relação ao seu escasso número. A razão para tal é o valor dado à Educação.
O Mundo vê apenas a parte exterior: os prémios Nobel, a percentagem de cursos superiores, os feitos em diversas áreas do Saber e da actividade humana (Arte, Literatura, Ciências, Empreendedorismo, Agricultura, etc., etc..). Esses são produtos secundários de uma educação moral e espiritual de longa tradição e inspirada pelo Alto.
O "segredo" do sucesso dos judeus é um segredo aberto. Toda a gente pode (para mais nos dias de hoje) ter acesso ao que o Judaísmo ensina. E assim obter sucesso espiritual, que é o que realmente conta.
A. Pereira
Portugal