Entre em contato

Rede de supermercados Kosher da Alemanha abre filial em Berlim

Rede de supermercados Kosher da Alemanha abre filial em Berlim

 E-mail

Rua Judaica - Edição 437
Diretor/Editor:Osias Wurman
Sexta, 04 de dezembro de 2015

O maior supermercado kosher na Alemanha abriu, em Berlim, uma filial sob o pano de fundo da decisão da Comissão Europeia de rotular os bens produzidos nos colonatos israelenses. A loja, que tem mais de 400 metros quadrados, vai oferecer alguns produtos de Israel, incluindo produtos feitos na Judéia e Samaria e nas Colinas de Golan.

A abertura do Daily Markt foi possível graças a uma cooperação singular entre o empresário alemão não-judeu Asan Mytev e empresários judeus, que não têm nenhuma intenção de dar atenção à atmosfera anti-Israel, com a ajuda do rabino Yehuda Teichtal, o rabino da comunidade judaica de Berlim.

Os empresários anunciaram que o supermercado, que está localizado no bairro de Charlottenburg, no coração da capital alemã, vai vender apenas produtos kosher, alguns dos quais serão importados de Israel.

Apesar da situação de insegurança no continente, junto com a decisão da UE para rotular e boicotar os produtos israelenses produzidos nos assentamentos, os proprietários do Daily Markt estão otimistas: "Nós não seremos dissuadidos pela situação de insegurança", diz Evgeny Bort , co-sócio e gerente da loja. "O momento não nos assusta e nós não prestaremos atenção a ele. Não podemos deixar que o terrorismo nos pare e interfira em nossas vidas."

Quanto à questão dos produtos israelenses, os gerentes dos supermercados parecem determinados a não seguir os novos ditados. Eles dizem que apesar dos comentários negativos que vêm recebendo sobre o assunto, eles não vão abster-se de vender produtos israelenses importados.

"Temos muitos clientes que respondem negativamente quando eles percebem que alguns dos nossos produtos vêm de Israel, porque eles pensam que são importados da Cisjordânia. Nós dizemos que isso não é nossa preocupação e que estamos aqui para ajudar todos aqueles que desejam comprar produtos kosher, mas essa tarefa está muito difícil."

Perguntado sobre o que faz uma pessoa não-judia abrir o maior supermercado kosher na Alemanha, Mytev responde: "Não é muito fácil encontrar produtos kosher em Berlim. Até agora, quem quisesse comprar produtos kosher era forçado a visitar várias lojas diferentes até encontrar."

"Se você quizer comprar produtos lácteos, você tinha que visitar uma loja que vende produtos lácteos kosher. Se você queria comprar carne, você tinha que ir para uma delicatessen que vende carnes kosher. Na verdade, para todos os clientes que desejavam comprar apenas produtos kosher, a tarefa aparentemente simples de compras de supermercado era realmente muito difícil. The Daily Markt proporciona-lhes uma solução para este problema, permitindo-lhes comprar todos os tipos de produtos kosher no mesmo lugar."

Os proprietários acrescentam que devido ao tamanho do supermercado, eles são capazes de fornecer uma grande variedade de produtos com preços decentes, apesar dos custos de importação. "Nós decidimos vender tudo aqui", diz Bort, "e importamos coisas boas de todo o mundo - da Europa, Estados Unidos e também de Israel."

De acordo com Bort e Mytev, a loja atrai clientes não-judeus também. "Quase metade dos nossos clientes não-judeus vem aqui por causa de nossos preços acessíveis, independentemente da questão kosher. A ideia é vender produtos kosher, que são geralmente mais caros do que os não-kosher, em preços regulares e acessíveis.

"Além disso, um grande número de nossos clientes não-judeus vem aqui por causa de nossos produtos Parve", que são conhecidos por serem de lactose-free. Como nos Estados Unidos, a população local na Alemanha também está começando a perceber que kosher é um padrão de alta qualidade e de produtos saudáveis. Os alemães preferem comprar produtos kosher porque eles querem ter certeza de que seus alimentos não tem qualquer vestígio de insetos e outros perigos para a saúde."

O Rabino Teichtal não consegue esconder a sua satisfação com a nova iniciativa também. "Embora no passado o nosso povo tenha enfrentado tempos muito difíceis na Europa em geral e na Alemanha em particular", diz ele, "as medidas necessárias para a manutenção da vida judaica sempre foram feitas. Embora a situação hoje seja bem diferente, ainda estamos enfrentando desafios de segurança, mas eles não nos desanimam.

"O novo supermercado é outra adição à linha atual de instituições judaicas na comunidade Berlim, que, juntas, nos permite manter uma vida judaica plena na cidade. Como judeus, vemos isto não apenas como um dever, mas também como um privilégio."

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes