Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Por Que Temos de Esperar Entre Comer Carne e Leite?

Por Que Temos de Esperar Entre Comer Carne e Leite?

 E-mail

Pergunta:

Entendo que a Torá nos diz que não devemos comer carne e leite juntos, mas por que não posso ter uma sobremesa com leite depois de terminar de comer meu bife? Por que aguardar o intervalo de seis horas, e por que não há um espaço de seis horas também entre laticínios e carne?

Resposta:

Carne e Laticínios

Numa discussão um pouco enigmática sobre esse tópico, o Talmud relata que o sábio babilônico Mar Ukva declarou: “Sou como vinagre, o filho do vinho. Meu pai, se comesse carne hoje, esperaria até amanhã para comer queijo. Eu, no entanto, não os comeria durante a mesma refeição, mas em outra refeição eu comeria queijo…”1

Embora essa declaração deixe claro que não se pode comer carne e laticínios na mesma refeição,2 o Talmud não explica realmente o motivo pelo qual temos de esperar seis horas.3 Porém, os comentaristas oferecem uma variedade de motivos:

1 - Maimônides explica que estamos preocupados de que a carne possa ficar presa entre os dentes.4 No entanto, após seis horas, iria deteriorar até o ponto em que não seria considerada carne.

2 - Rabi Shlomo Yitzchak, Rashi, explica que devido à natureza gordurosa da carne, o sabor pode permanecer na boca da pessoa por um longo período de tempo. Se uma pessoa comesse laticínios durante esse tempo, teria o sabor combinado de leite e carne na boca, o que é proibido.5 6

3 - Alguns explicam que demora seis horas para digerir totalmente a carne.7

Laticínios e Carne

Então por que não esperamos um tempo igualmente longo após comer laticínios antes de comer carne?

Se olharmos para os motivos acima, faz sentido: o sabor do laticínio não é tão forte, e pedaços de laticínios geralmente não ficam presos na boca. Segundo o Talmud,8 é suficiente se alguém comer ou beber outra coisa para limpar a boca de qualquer resíduo de laticínios antes de comer carne.

Porém, segundo o Zohar, a pessoa deve ser cuidadosa não apenas se abstendo de comer leite e carne na mesma refeição, mas também na mesma hora.9 Por este motivo, é costume Chabad abster-se de comer carne durante uma hora inteira após comer laticínios; outras comunidades têm o costume de esperar meia hora antes de comer carne.

Isso se aplica para a maioria dos produtos a base de de laticínios. Quando se trata de comer queijo duro com sabor forte (ex., parmesão e queijo suíço), o costume é esperar seis horas antes de comer carne.10

NOTAS
1.
Talmud Chulin 105a
2.
Shulchan Aruch, Yoreh Deiah 89:1; Shach 5.
3.
Muitos comentaristas interpretam a declaração de Mar Ukva como dizendo que a espera deveria ser de seis horas, pois naqueles dias, os rabinos faziam suas refeições matinais ao meio-dia, portanto o tempo médio entre a refeição matinal e a da noite era de seis horas. Há uma minoria de opiniões de que é suficiente esperar uma hora ou três horas. Se alguém faz parte de uma comunidade que segue aquelas opiniões, pode confiar naquelas leniências. Caso contrário, deve esperar seis horas completas.
4.
Leis de Alimentos Proibidos 9:28.
5.
Rashi sobre Chulin 105a.
6.
Num nível prático, uma diferença entre essas duas razões é que embora segundo Maimônides, uma mãe que meramente mastiga carne para amaciá-la para seu filho precisaria esperar seis horas, pois é provável que fique carne entre seus dentes, segundo Rashi, ela aparentemente não precisaria, pois não ingeriu a carne. Veja Tur, Yoreh Deiah 89.
7.
Kreisi Upleisi 89:3.
8.
Talmud Chulin 105a.
9.
Zohar 2:125a. Veja também Rabi Yishaye Halevi Horowitz, Shalah, Mesechet Shavuot 8, onde ele explica que na festa de Shavuot, quando é costume ter tanto laticínio quanto carne na refeição, a pessoa deveria esperar uma hora e recitar a prece de Bircat Hamazon após comer a refeição de laticínio. Em outras palavras, não basta comer alimentos neutros por uma hora entre os laticínios e a carne: a pessoa precisa fazer uma bênção posterior também no intervalo.
10.
Veja Shulchan Aruch, Yoreh Deiah 89; Shach e Taz 4, ad loc.
par Yehuda Shurpin
Rabino Yehuda Shurpin responde perguntas no serviço do Chabad.org "Pergunte ao Rabino"
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
Classificar por:
2 Comentários
1000 Caracteres restantes
Anônimo 27 Fevereiro, 2017

Ainda que a separação do leite e da carne seja uma mistvah classificada entre as leis consideradas chukim, a ciência moderna comprovou que não é adequado (casher significa adequado) comer carne e leite na mesma refeição, pois são alimentos que possuem forma de metabolização diferentes e, quando juntos, interferem na absorção dos nutrientes desejados.
Vejo de forma muito clara, mais uma vez, que a Fé responde as perguntas "quem?" e "para que?". Por outro lado, "que?", "quando?", "onde?" e "como?" são respondidas pela Ciência.
Não há conflito entre Ciência e Religião. O judaísmo me ensinou isso de forma muito clara.
Os avanços científicos nos dizem claramente que até mesmo as mitsvot consideradas chukim devem ser cumpridas. Apenas ainda não sabemos por quê Hashem assim as ordenou. Mas há um motivo que ainda estão ocultos aos nossos olhos. Reply

Anônimo Mogi Guaçu 13 Junho, 2016

O cálcio, presente no leite, interfere a absorção do ferro pelo organismo. Por esta razão, a ingestão de leite precisa ser evitada especialmente nas refeições que contêm alimentos ricos neste mineral - como as carnes vermelhas, por exemplo. O ferro é um nutriente de extrema importância uma vez que atua na fabricação das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio por todo o corpo. Reply