Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Respeito: Encontrá-lo Novamente

Respeito: Encontrá-lo Novamente

 E-mail

Pergunta:

Assisti a sua aula de ontem sobre o tema Respeito. Você deixou claro que respeito é o alicerce de todos os relacionamentos e que sem ele as pessoas não podem se desenvolver e frutificar. Se isso é verdade, o que acontece se eu perdi o respeito por outra pessoa? É possível recuperá-lo e isso poderia acontecer se somente uma pessoa está tentando?

Resposta:

Infelizmente, não é incomum o respeito desaparecer de um relacionamento. Isso pode acontecer por várias razões. Às vezes você descobre um lado da personalidade da pessoa que não era aparente quando se conheceram, ou a outra pessoa fez algo que magoou ou desapontou você a tal ponto que o fez perder o respeito.

Qualquer que seja o motivo, é um problema de grandes proporções. Os relacionamentos não são sustentáveis sem respeito mútuo, e seu desaparecimento pode resultar no fim do relacionamento. Porém a melhor opção é sempre tentar e salvar o relacionamento encontrando uma maneira de redescobrir e recuperar um nível de respeito aceitável.

Aqui estão três maneiras pelas quais isso pode ser feito:

a - Identifique o positivo. Toda pessoa tem algo de bom. Embora possa haver muitas coisas sobre a pessoa que você acha difícil apreciar, por baixo da superfície sempre há qualidades que são especiais e merecem respeito. Isso pode ser difícil de visualizar, pois temos a tendência de ver os outros como pacotes fechados. Portanto, pegue um pedaço de papel e identifique três qualidades que a outra pessoa possui. Pense sobre elas pelo menos uma vez ao dia. Quando você começar a valorizar e ver o valor dessas qualidades específicas, fica mais fácil ter respeito em geral.

b - Tente compreender. Se há coisas que a outra pessoa disse ou fez que fizeram você perder o respeito, isso ajuda a entender de onde está vindo. Embora possam estar erradas, poderiam não ter má intenção e foram influenciadas pela criação da pessoa, sua cultura ou ambiente. Talvez ela realmente tivesse boas intenções mas não compreendeu as necessidades dos outros. Entender de onde as pessoas estão vindo torna mais fácil respeitá-las.

c - Comunicar-se. Uma comunicação franca sempre melhora os relacionamentos. Sente-se com a outra pessoa e diga: “Quero respeitar mais a você, mas estou achando isso difícil. Esses são alguns dos motivos pelos quais acho que isso aconteceu. Como podemos trabalhar em equipe e como você pode ajudar-me a melhorar meu respeito por você?”

Relacionamentos são uma rua de duas mãos e você não pode fazer todo o trabalho sozinho. Mas tudo bem se der o primeiro passo. Quando você emprega o esforço para reacender o respeito, ficará mais fácil para a outra pessoa fazer o mesmo, e será mais fácil para você dizer: “Estou me esforçando para melhorar nosso relacionamento e espero o mesmo de você.”

Por Michoel Gourarie
Rabino Michoel Gourarie é requisitado palestrante sobre uma ampla gama de tópicos, com especial ênfase no crescimento pessoal e auto-desenvolvimento, incluindo a auto-estima, comunicação e construção de relacionamento. Ele é diretor de “Bina” e vive em Sidney, Austrália.
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
1000 Caracteres restantes
Envie-me e-mail quando novos comentários forem postados.
Ordenar por:
Discussão (1)
20 Julho, 2015
Será que entendo?
Como vocês conseguem ser tão maravilhosos (as) e não respondem meus e-mails para viabilizar minha conversão? Creio que é porque, quando explico minhas circunstâncias particulares, vocês reconhecem ser inviável... tudo bem! Estou trabalhando para criar as condições! Tenho até o fim da vida para tentar! Não quero outra coisa para minha vida, pois descobri um êxtase para a alma, conforto, paz, alegria, que só encontro aqui.
Samua de Brito Paiva
Rio de Janeiro/RJ