Entre em contato

O Que É Bitachon?

O Que É Bitachon?

Verdadeira Confiança

 E-mail

O que é

Geralmente traduzida como confiança, bitachon é uma poderosa sensação de otimismo e confiança baseada não na razão ou na experiência, mas na emuna. Você sabe que “D'us é bom e Ele é o único que manda”, e portanto não tem temores ou aflições.

Como a emuná, bitachon é supra-racional. A pessoa que mantém essa atitude sempre conseguirá ver o lado positivo das experiências da vida, mas é óbvio que sua bitachon não é baseada nelas. Não é uma atitude baseada na experiência, mas uma que cria experiência. Ela diz: “As coisas serão boas porque acredito que são boas.”

Por outro lado, bitachon não é uma estratégia para manipular o universo. A sua crença não cria o bem – o bem no qual você está tão confiante já é a realidade subjacente. Sua crença apenas fornece os meios pelos quais aquela realidade pode aparecer. Veja “A Lei da Atração é Judaica” para mais informações sobre este ponto.

Há vários níveis de bitachon, segundo o grau de emuna da pessoa, Alguém pode ter emunah que, embora as coisas agora não estejam bem, são todas para o bem (eventualmente). Uma emuna mais elevada, porém mais esclarecida é que tudo é bom agora mesmo – até quando superficialmente parece terrível. Veja “Quando Mau é Bom” para as histórias de Rabi Akiva e Nachum Ish Gamzu que ilustram como essas duas atitudes podem influenciar a bitachon resultante.

Quando é necessária

Ao contrário da emuna, bitachon não vive dentro da pessoa em estado uniforme. Na maior parte do tempo está sentada nos bastidores: Você cuida das coisas da melhor maneira possível com perfeita fé de que “D'us o abençoará em tudo que fizer”. E portanto, não é sua esperteza nem seu esforço que lhe trarão o sucesso, mas sim “a bênção de D'us é o que torna um homem rico”.

Mas então, de tempos em tempos surgem situações em que você não pode ver quaisquer meios naturais pelos quais você consegue sair disso. A esse ponto, bitachon precisa despertar e ir à luta. Em vez de dizer: “Ei, sou eu! Quem pode me ajudar?” você diz: “Minha ajuda vem de D'us que faz o céu e a terra – e portanto pode fazer tudo aquilo que Ele deseja com eles.”

O que faz

Bitachon encerra uma profunda, porém subliminar, cosmologia. Até um judeu simples acredita que D'us pode prover as nossas necessidades apesar de todos os problemas – até contrariando a ordem natural – e sem quebrar uma única lei da natureza. A cura virá através de um bom médico, o lucro virá através de uma melhor clientela – porém o médico e a clientela são apenas canais, a verdadeira cura e o lucro vêm da bênção de D'us. Em outras palavras, encontramos na bitachon um D'us além da natureza, dentro da natureza.

Isso explica porque quando um judeu está em dificuldades, primeiro cuida dos assuntos espirituais – como verificar tefilin e mezuzot, fazer caridade ou alguma outra mitsvá, passando mais tempo em estudo de Torá – antes de lidar com a urgência material à mão: primeiro coloca as bênçãos no lugar, depois lida com os canais através das quais elas virão.

Como conseguir

Para qualquer pessoa, bitachon pode ser uma fonte de tranquilidade e felicidade através das vicissitudes da vida. Muitos leem a história do maná (Êxodo) todo dia para fortalecer seu bitachon. Ler e contar histórias de outros que viveram com bitachon também ajuda. Mas nada ajuda mais que meditar profundamente sobre o profundo relacionamento que temos com a Fonte de Todo o Bem, e pôr aquela convicção para trabalhar para você sempre que necessário.

Por Tzvi Freeman
Rabino Tzvi Freeman, editor sênior de Chabad.org, também lidera nossa equipe Pergunte ao Rabino. É autor de Trazendo o Céu para a Terra. Para inscrever-se e receber atualizações regulares sobre os artigos de Rabino Freeman, visite os Freeman Files.
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes