Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Atribuições do Mashguiach

Atribuições do Mashguiach

(Supervisor de Cashrut)

 E-mail

1. O mashguiach (mashguichá) deve acender o fogo do fogão e do forno e ligar o interruptor do forno elétrico. Somente o mashguiach deve acender qualquer fogo a ser usado para o preparo de qualquer alimento.

2. O mashguiach deve verificar todos os ovos, cozidos ou crus que serão usados no preparo do alimento, descartando os que apresentam manchas de sangue. Caso contrário, o alimento estará impróprio para o consumo. A nódoa pode ter a forma de ponto ou de traço. Nos ovos crus fica na gema, na cor vermelha; nos cozidos, geralmente é encontrado na clara e tem coloração preta ou marrom escuro. Independentemente do local da nódoa, o ovo inteiro deve ser jogado fora e o recipiente bem lavado antes de ser usado novamente. Os ovos crus devem ser verificados separadamente (um por recipiente), i.e., nunca quebrando um segundo ovo por cima do primeiro.

3. O mashguiach deve peneirar toda a farinha com a peneira especial para esse fim.

4. O mashguiach deve verificar minuciosamente todas as folhas se estão isentas de vermes. Antes da verificação, as folhas devem ser bem lavadas em água corrente e colocadas de molho em vinagre e/ou num produto para esse fim (não exagerar no tempo, pois o molho excessivo pode murchar as folhas). As folhas devem ser lavadas novamente em água corrente antes da verificação.

5. O mashguiach deve verificar minuciosamente se todos os grãos (feijão, lentilha, milho, ervilha, grão de bico etc.) estão isentos de vermes. Deixá-los de molho em água por 12 horas facilita a verificação e torna-a mais eficaz.

6. O mashguiach deve verificar as impurezas do arroz. É aconselhável utilizar arroz tipo 1.

7. O mashguiach deve verificar se todos os produtos adquiridos são casher e se a despensa contém algum item não-casher. Somente produtos casher devem ser adquiridos. Sempre consultar lista atualizada.

8. O mashguiach deve abrir e fechar a cozinha mantendo a chave em seu poder.

9. O mashguiach deve controlar os empregados para que não comprometam a cashrut da cozinha.

10. Em caso de dúvida, o mashguiach deve consultar diretamente o rabino responsável pelo certificado de cashrut (hechsher). Não consulte outros rabinos, muito menos clientes ou pessoas estranhas. A única pessoa capacitada para responder pelo certificado de cashrut do estabelecimento é o rabino responsável ou alguém por ele designado.

11. Qualquer ocorrência relativa à cashrut deve ser imediatamente comunicada ao rabino. Em caso de dúvida, o alimento não pode ser liberado para consumo antes de consultar o rabino, mesmo em caso de urgência.

12. Qualquer comentário negativo com estranhos em relação ao nível de cashrut do estabelecimento inviabiliza o mashguiach.

13. O mashguiach deve manter uma vida religiosa, seguindo os preceitos da Torá; caso contrário seu trabalho como mashguiach é inviável.

14. a) O mashguiach deve cumprir a mitsvá de “hafrashat chalá”; separando um kezáyit (28,8g) de cada tipo de massa feita com farinha de trigo, de cevada, de centeio ou de aveia. Uma só bênção pode ser recitada para separar a massa de vários tipos, mas de cada tipo deve-se separar um kezáyit. Nesse caso, os vários tipos de massa necessitam vários recipientes, estes devem estar cobertos antes de recitar a bênção com uma só toalha que os une por cima.

b) A massa que deve ser separada é de pão, bolos, biscoitos etc., antes de serem assados. Se foi esquecido separar a massa antes de assá-la, pode-se fazê-lo depois de assada. No caso de bolos, cuja massa é líquida, a separação é feita após ser assado o bolo.

c) A bênção deve ser recitada se a massa (ou as várias massas juntas) tiver mais de 1,666 kg de farinha. Entre 1.200 e 1.666 kg de farinha, separa-se e queima-se o pedaço de massa sem recitar a bênção. Somente com menos de 1.200 kg de farinha não é necessário separar parte da massa.

d) Antes de recitar a bênção, deve-se misturar ou amassar a massa.

e) A bênção a ser recitada é: “Baruch Atá A-d’-nai, EW-lo-hê-nu Melech Haolam, asher kideshánu bemitsvotav vetsivánu lehafrish chalá”. Separando o pedaço da massa e levantando-o na mão direita, recita-se em seguida: “Harê zo chalá”. Embrulha-se o(s) pedaço(s) que foi (foram) separado(s) para ser(em) queimado(s).

f) Quaisquer resíduos de massa que ficam grudados na mão devem ser lavados. Esses pedacinhos não podem ser devolvidos à massa original.

g) O pedaço da massa que foi separado deve ser queimado num recipiente separado daquele utilizado normalmente para os alimentos. Não pode ser queimado no forno enquanto o pão, bolos ou biscoitos estão assando lá. Mas se já não há mais nada assando dentro do forno, o pedaço de massa pode ser assado no forno se for antes embrulhado em papel alumínio para não estar em contato direto com o forno.

h)Depois de chamuscada, deixe a massa esfriar. Pode ser jogada fora no lixo, se antes for colocada em um saquinho plástico limpo, protegida de qualquer sujeira.

15. Lembrete: o assim chamado “pão mezonot” deve conter no máximo 49% de água contra pelo menos 51% de outros líquidos compostos de puro suco de frutas, óleo, ovos crus ou açúcar.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes