Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Boicote a Israel

Boicote a Israel

 E-mail

Pouco tempo atrás, o Irã e o líder supremo, aiatolá Ruhollah Khomeini, pediram ao mundo muçulmano para boicotar tudo e qualquer coisa que tenha origem judaica.

Em resposta, Meyer M. Treinkman, um farmacêutico ofereceu-se para ajudá-los em seu boicote da seguinte forma:

"Qualquer muçulmano que tenha sífilis não deve ser curado pelo teste de Wasserman que foi descoberto por um judeu, Dr. Ehrlich. Muçulmanos que tenham gonorreia, não deveriam procurar o diagnóstico, porque estarriam usando o método de um judeu chamado Neissner.

"Um muçulmano que tenha uma doença cardíaca não deve usar Digitalis, descoberta por um judeu, Ludwig Traube. Se ele sofrer com uma dor de dente, não deve usar novocaína, uma descoberta dos judeus, Widal e Weil. Se um muçulmano tiver diabetes, não deve usar insulina, o resultado da pesquisa por Minkowsky, um judeu.

Se alguém tem uma dor de cabeça, deve evitar Pyramidon e Antypyrin, devido aos judeus Spiro e Ellege. Muçulmanos com convulsões devem permanecer nesse estado, já que foi um judeu, Oscar Leibreich, que propôs o uso de hidrato de cloral. Árabes devem fazer o mesmo com seus males psíquicos, porque Freud, pai da psicanálise, era judeu.

Se uma criança muçulmana pegar difteria, ela deve abster-se de "Schick", reação inventada por Bella Schick. Os muçulmanos devem estar prontos para morrer em grande número e não devem permitir o tratamento da orelha e danos cerebrais, trabalho do judeu ganhador do Prêmio Nobel, Robert Baram.

Morrer ou ficar aleijado por paralisia Infantil, são as opções, já que o boicote atinge o uso de vacinas anti-polio, descoberta por um judeu, Jonas Salk.

Os muçulmanos devem se recusar a usar estreptomicina e continuar a morrer de tuberculose, porque um judeu, Zalman Waxman, inventou a droga milagrosa contra essa doença mortal.

Médicos muçulmanos devem descartar todas as descobertas e melhorias do dermatologista Judas Sehn Bento, ou do especialista em pulmão, Frawnkel, e de muitos outros cientistas judeus e especialistas médicos de renome mundial.

Muçulmanos apropriadamente devem permanecer aflitos com sífilis, gonorreia, doença de coração, dores de cabeça, tifo, diabetes, transtornos mentais, convulsões poliomielite e tuberculose e terem orgulho em obedecer ao boicote islâmico".

Ah, e por falar nisso, não chame um médico em seu telefone celular porque ele foi inventado em Israel por um engenheiro judeu.

A população global judia é de aproximadamente 14 milhões, cerca de 0,02% da população do mundo. Eles receberam centenas de Prêmios Nobel:

Os judeus não promovem lavagem cerebral em crianças em campos de treino militar, ensinando-os a fazerem-se explodir e causar mortes de judeus e outros não-muçulmanos. Os judeus não sequestram aviões, nem matam atletas nos Jogos Olímpicos, ou se explodem em restaurantes alemães. Não há um único judeu que tenha destruído uma igreja. Não possuem líderes que pedem Jihad e morte a todos os infiéis.

Talvez os muçulmanos do mundo devam considerar investir mais em educação e parem de culpar os judeus por todos os seus problemas. Devem se perguntar 'o que podemos fazer para o bem da humanidade”.

Quando o Comandante Supremo das Forças Aliadas, General Dwight Eisenhower, encontrou as vítimas dos campos de extermínio ele ordenou que registrassem tudo, todas as fotografias possíveis fossem tiradas, e que os alemães das cidades vizinhas fossem guiados através dos campos e enterrassem os mortos.

Ele fez isso declarando: "Tenham tudo documentado. Obtenham os filmes, as testemunhas, pois em algum momento ao longo da história algum bastardo se erguerá e dirá que isto nunca aconteceu '

Recentemente, no Reino Unido há debates para retirar o Holocausto dos currículos escolares porque 'ofende' a população muçulmana, que afirma que ele nunca ocorreu. Ele ainda não foi removido. No entanto, este é um presságio assustador sobre o medo que está atingindo o mundo, e o quão facilmente cada país está dando para ele. E agora, após a Segunda Guerra Mundial na Europa terminada, há mais de 65 anos, o Irã, entre outros, sustenta que o Holocausto é um mito. Torna-se imperativo para nós assegurarmos que o mundo nunca esqueça.

Quantos anos vão passar para que alguns afirmem que o ataque ao World Trade Center 'nunca aconteceu'?

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
1000 Caracteres restantes
Envie-me e-mail quando novos comentários forem postados.
Ordenar por:
Discussão (12)
22 Janeiro, 2017
Nos deparamos no mundo moderno, com o ódio que as nações antigas nutriam pelos Hebreus, que em última análise nada mais é que a
manifestação do mal contra o Criador.
Gilberto F. Silva
23 Julho, 2014
Conflito Israelense
EU SOU UMA TESTEMUNHA DESDE MINHA TENRA INFÂNCIA, NASCI EM 1945 MESES DEPOIS DO TERMINO DA SEGUNDA GUERRA E CRESCI BEM TRAUMATIZADA VENDO MEU QUERIDO PAI, QUE D'US O TENHA, COM SOFRIMENTO NO CORAÇÃO E NO OLHAR DISTANTE, PORQUE ACOMPANHOU NA LONGA DISTÂNCIA, CONSEGUIU ESCAPAR E CHEGAR AQUI NO BRASIL NO TEMPO QUE AS FRONTEIRAS JÃ ESTAVAM SENDO FECHADAS PELOS SS NA ALEMANHA, TUDO QUE ACONTECEU SENTINDO-SE UM SOBREVIVENTE! SÓ DEPOIS FICOU REGISTRADO PELA CRUZ VERMELHA A LISTA DE TODA A FAMÍLIA QUE PERECERAM EM "TREBLINKA". SUA ANGÚSTIA E SOFRIMENTO DURANTE OS POUCOS ANOS QUE O TIVE AO MEU LADO, ELE FALECEU COM 58 ANOS, FORAM MAIS QUE SUFICIENTES PARA UMA MENINA SABER QUE O MUNDO AINDA É MAIS CRUEL DO QUE GOSTARIA QUE FOSSE; VOU UM POUCO ALÉM: SE O MUNDO SILENCIOU DURANTE O HOLOCAUSTO, ESTE MESMO MUNDO NÃO DEVERÁ MAIS SE OMITIR, ACEITANDO INJUSTIÇAS POR PARTE DAQUELES QUE VIVEM PARA PROCURAR CULPADOS PELAS SUAS IGNORÂNCIAS, INSEGURANÇAS E FALTA DE MORAL OPINANDO NO QUE DESCONHECEM.
Anônimo
São Paulo - Brasil m
22 Julho, 2014
Muito bom.
Fatos não podem ser renegados e nós temos os dados verídicos ao nosso lado.
Nosso maior inimigo é a ignorância prevalência nos países pobres muçulmanos.
Cesar Prinzac MD
7 Julho, 2014
HEI NÃO ESQUEÇAM DA INQUISIÇÃO TBM, TÁ, OUTRO GRANDE GENOCÍDIO COMETIDO CONTRA OS JUDEUS.
Luiz Bernstein
brasil
2 Maio, 2014
As dificuldades, mudanças de território e mais só fizeram nesse povo a diferença na peserverança pela vida.
Edson Eli Lima
Salvador
10 Março, 2014
Muito bom, fico feliz em saber de tudo isso e como sou cristão, a Biblia diz que devemos orar pela paz de Israel e feliz será aquele que o fizer assim.
Roberto
Brasil
16 Janeiro, 2014
Boicote contra Yisrael
Muito legal o texto, o Mundo tem que saber da enorme contribuição dos Judeus, de forma profética, pois foi dito,´SEREIS UMA LUZ PARA AS NAÇÕES` B´H
Humberto Lima Cater
14 Janeiro, 2014
Nunca tinha parado para relacionar tudo isso. Tem que ser publicado em maior escala, para que todos saibam disso. Quantas contribuições para todos nós. Obrigado povo judeu. A cada dia eu amo e compreendo mais vocês.
Evaneide de Mesquita
Goiânia/Go
11 Janeiro, 2014
BOICOT ISRAEL
NOSSA! ESTOU MARAVILHADA EM SABER O QUANTO OS JUDEUS COOPERARAM PARA O BEM DA HUMANIDADE. PARABÉNS ISRAEL!! E ACIMA DE TUDO BARUCH
HaSHEM!
HELIA TELHO
SANTOS
8 Janeiro, 2014
A falsa falta de memoria histórica
B¨H
Meu nome é Guershon
Sou professor de História da rede pública de educação no estado do rio grande do sul, Brasil
Meu ponto de visto sobre a temática apresentada parte do principio que o mal existe e que é possível a união do povo de Israel para que as profecias se cumpram, é momento de reflexão, humildade e união.
Guershon Brezolla Boff da Silva