Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Casa Casher de uma vez?

Casa Casher de uma vez?

 E-mail

Pergunta:

Estou pensando em manter minha casa casher, mas às vezes parece um salto grande demais para fazer tudo de uma vez. Meu problema é que quando eu fizer isso, quero fazer tudo certo, e uma cozinha 100% casher parece um sério compromisso. Poderia dar-me algumas ideias sobre como posso tornar a transição um pouco mais fácil?

Resposta:

Você está no caminho certo. Dividir uma mitsvá em pequenas etapas torna a meta mais tangível. Fazer as coisas lentamente também acrescenta o importante elemento da estabilidade à sua jornada para levar um estilo de vida da Torá.

Mas não olhe como um compromisso. Veja por que:
Suponha que um adulto deseja aprender um novo idioma, ele estaria comprometendo sua missão ao começar com palavras básicas e simples? E uma criança iniciando o estudo de matemática, estaria se comprometendo começando com simples aritmética?

Claro que não. É óbvio que b+a = ba, e que 2+2=4 não são as metas supremas. Mas são passos necessários na direção certa.

Com as mitsvot não é diferente.

Você estaria de fato fazendo concessões se acreditasse que desde que não coma bacon nem cheesebúrger, está comendo casher. E seria uma concessão pensar que os tefilin realmente precisam ser colocados somente uma vez por semana. Mas dizer que a jornada começa com o primeiro passo? É assim que crescemos.

Sobre as mitsvot, há um componente adicional: a Torá não é tudo ou nada. Cada mitsvá é um relacionamento pleno com Aquele Acima. A cada vez que comemos casher, cada vez que colocamos tefilin, a cada vez que observamos o Shabat, algo extraordinário acontece.

De maneira prática, aqui está um plano em três etapas que eu gostaria de lhe sugerir (embora você possa querer dividi-lo ainda mais).

Estágio Um

Compre somente carne casher.
Evite comer carne junto com leite.

Estágio Dois

Compre somente produtos que tenham certificado casher confiável. Você ficará surpresa ao ver quantos itens são casher na praleteira do supermercado.

Divida suas vasilhas, panelas e talheres em grupos de “carne” e “leite”, embora você possa ter usado anteriormente a colher recém designada como “leite” para “carne”. (Talvez você queira marcar seus utensílios com as novas designações, para não misturá-los.) Esta é uma boa prática para aquilo que ainda vem – prática que ajudará a diminuir confusões depois que sua cozinha for casher.

Estágio Três

Convide um rabino para ir à sua casa supervisionar sua cozinha. Ele dará conselhos sobre a melhor forma de dividir as seções “leite” e “carne”. Ele também ajudará a determinar quais utensílios podem ser casherizados, e quais terão de ser substituídos.

O grande dia: as pias, fogões e utensílios estão casherizados. Você agora estará comendo numa cozinha casher.

Como dizem, milha a milha é um sofrimento, metro a metro é duro, mas centímetro a centímetro é café pequeno.

Que o cumprimento dessa importante mitsvá traga bênçãos para você e sua família!

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
Classificar por:
4 Comentários
1000 Caracteres restantes
Helen Manaus 14 Dezembro, 2015

É exatamente como estou fazendo instintivamente! ja compro carne kasher, agora estou me familiarizando com os produtos de supermercado que são permitidos. estou deixando de misturar carne com leite e ja consigo ficar seis horas entre a carne e o leite! fico muito feliz em estar conseguindo centímetro a centímetro fazer isso! e olha que em Manaus tudo é mais difícil... mas não impossível. Reply

Vania Nogueira Blumenau, SC 30 Novembro, 2015

Este texto me trouxe muito ânimo e vontade de continuar. Há uma longa jornada até ter uma cozinha casher, mas sinto-me animada. Obrigada pelo texto tão incentivador!!! Reply

JOSI SANTOS Rio de Janeiro-Brasil 17 Janeiro, 2014

Após conhecer o Judaísmo, tudo isso me incomoda. Comecei guardando o Shabat com Amor e Alegria. Aboli, definitivamente, tudo o que é derivado de porco, camarão, etc. Quando as tardes de sexta-feira se iniciam, algo acontece com minha alma e só vai passar depois do por do sol de Sábado. A Sinagoga que frequento fica muito longe de minha casa (pego 02 conduções), isto me deixa um pouco pela metade. Tudo o que minha alma pede é ser Casher. Às vezes me sinto a milhas e milhas distante do D'us que tanto amo. Reply

Tiago Gravataí, Rio Grande do Sul via chabadpoa.org 30 Dezembro, 2013

Muito bom saber disso, alivia a alma Leiga Minha consciência não estava tranquila, pois minha alimentação não era casher. Mas ao ouvir essas palavras, sei que caminho seguir e o bom de como seguir, sem ser atormentado por uma mente leiga. Reply