Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

A Cashrut das Massas

A Cashrut das Massas

 E-mail

Todas as massas devem passar por uma inspeção confiável de cashrut. Pães, bolos e outras massas que apresentam um certificado de cashrut possuem credibilidade e são próprias para consumo.

Outras leis pertinentes ao pão

Antes de comer o pão é necessário lavar as mãos ritualmente, recitando a bênção de Al Netilat Yadáyim e, em seguida, de Hamotsi. Depois de comer pão, ou uma refeição que inclua pão, concluímos com o Bírcat Hamazon (a Bênção de Graças).

O pão usado numa refeição de carne não deve ser servido, mesmo mais tarde, com alimentos de leite e vice-versa, uma vez que, durante a refeição, o pão muitas vezes é manuseado e misturado com outros alimentos.

É preferível assar a Chalá e o pão em um forno parve (esse termo significa neutro, i. é, nem de carne nem de leite). Eles não devem ser assados com ingredientes de leite, com exceção de filões moldados de forma distinta, a qual serve de lembrete, para evitar seu uso, por engano, numa refeição de carne.

Verifique o rótulo das marcas comerciais (que frequentemente contêm leite ou derivados de leite), para ter certeza de que se trata de um produto parve. Se o pão é de leite, mesmo sendo 100% casher, são exigidos vários requisitos. Torna-se necessário consultar um rabino ortodoxo.

O pão no Templo Sagrado

O pão desempenhou um papel importante no serviço do Mishcan (Tabernáculo) no deserto e, posteriormente, no Bet Hamicdash (Templo Sagrado) em Jerusalém. Entre os recipientes sagrados utilizados estava a Shulchan (mesa). A mesa tinha doze prateleiras no topo. Cada divisão representava uma das doze tribos de Israel. A cada sexta-feira, os Cohanim encarregados do rito sacrificial assavam doze pães e, no Shabat, trocavam esses pães pelos que tinham sido assados na semana anterior. A cada semana um milagre ocorria com esses doze pães: apesar de terem sido mantidos em prateleiras abertas durante uma semana, a cada Shabat, quando os Cohanim os removiam, estavam tão frescos e quentes como quando colocados ali uma semana antes.

Hoje, relembramos o milagre dos pães no Templo assando nossa chalá de Shabat em formatos intricados e entrelaçados, relacionados com o número doze.

Pão Mezonot

Há algumas massas sobre as quais se recita a bênção mezonot (embora se pareçam com pães), por causa de seus ingredientes. Quando a proporção de líquidos combinados (incluindo ovos, óleo, gordura vegetal, sucos, mel etc.) é maior do que a quantidade de água, a bênção mezonot deve ser recitada (de acordo com muitas autoridades rabínicas, o açúcar está incluso na medida dos líquidos). Não é necessário abluir as mãos antes de comer pão-Mezonot nem recitar o Bircat Hamazon no final (mas, sim, o Al Hamichyá).

Entretanto, é halachicamente questionável e deve-se evitar fazer uma refeição completa de produtos mezonot. Comer pães-Mezonot até a saciedade ou mais do que uma certa quantidade pode requerer primeiro abluir as mãos ritualmente e recitar o AI Netilat Yadayim e o Hamotsi sobre um pedaço de pão Hamotsi, antes de iniciar a refeição.

Isto se faz necessário, em especial, ao comer diversos pedaços de pizza, sanduíches de falafel ou refeições com bisnagas mezonot.

Consulte um rabino ortodoxo quanto ao uso adequado de bisnagas, beiguels, pães, pizza e outros produtos mezonot.

Bolos e Cashrut

Vários detalhes de cashrut entram no processo de assar bolos, tortas e biscoitos. Estes se aplicam igualmente às massas preparadas comercialmente e deve-se tê-los em mente ao escolher uma padaria ou um produto de marca comercial.

Os bolos feitos com ingredientes parve assados em um forno também parve são, sem dúvida, parve. Entretanto, se forem assados em um forno chalavi (de leite) ou bassari (de carne), o estado de parve é afetado. Portanto, é melhor assar bolos em um forno parve.

Bolos que contenham ingredientes de leite precisam ser preparados em utensílios separados, inclusive liquidificador, batedeira, colheres, tigelas, caçarolas e assadeiras. Bolos derivados de leite e outras massas preparadas devem, de preferência, ser assados em um forno designado exclusivamente para o uso de laticínios.

A maior parte dos ingredientes que compõem a massa requer certificado de cashrut. Entre eles estão o óleo, a gordura, a margarina, os recheios, os condimentos, os aromatizantes e os produtos de chocolate. Estes também devem ser certificados como parve ao se preparar um bolo parve. Isto se refere especialmente ao chocolate, porque até mesmo o amargo muitas vezes contém leite em pó ou é processado em equipamentos também usados para produtos derivados de leite.

Algumas misturas casher para bolos (provenientes de Israel, EUA etc.) são de leite. Portanto, examine cuidadosamente o rótulo ao usar uma mistura comercial.

Os ovos devem ser inspecionados quanto à presença de nódoas de sangue, antes de serem misturados com outros ovos ou ingredientes, para evitar que os outros componentes se tornem não-casher. Quebre cada ovo individualmente em um copo transparente. Se um ovo apresentar qualquer mancha de sangue, deverá ser rejeitado. Enxágue bem o copo em água fria antes de reutilizá-lo. Se a mancha de sangue for encontrada depois que o ovo foi adicionado à mistura ou depois de colocado em um utensílio quente, um rabino ortodoxo deve ser consultado. A mistura ou a forma devem ser postas de lado até que o rabino declare o que deve ser feito.

Ao assar grandes quantidades (contendo aproximadamente um quilo e dois terços de farinha de trigo) de bolos, biscoitos ou massas em geral, as leis de Hafrashat (separação da) chalá (porção da massa) devem ser empregadas.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes