Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Educação Visual

Educação Visual

Publicado por Sichot in English

 E-mail

As imagens têm grande impacto sobre a mente humana. Aquilo que se vê pode deixar impressões duradouras para o bem ou para o mal.1 Olhar objetos ou imagens sagradas traz benefícios;2 pinturas de animais impuros prejudicam3 a mente e a alma.4 Como aquilo que se vê provoca impressões duradouras, especialmente em crianças pequenas, os brinquedos e as gravuras que se dá a uma criança não devem ser de animais impuros.

As crianças são especialmente suscetíveis, pois aquilo que é registrado pela mente quando jovem forma uma impressão indelével. Nas palavras do Rei Shelomô:5 “Treine uma criança no caminho que ela deve seguir e, quando crescer, ela não se afastará dele.” As impressões gravadas na mente tenra da criança6 têm efeitos potentes mesmo quando mais velha.

Há fontes haláchicas para isso. O código de Lei Judaica declara:7 “Ao sair da imersão num micvê, as mulheres devem ser cuidadosas… para que a primeira coisa que elas encontrem não seja algo impuro [como um cachorro ou burro8]… Se encontrar este tipo de coisas, uma mulher temente a D’us voltará e imergirá novamente”9 O motivo para isso é o declarado acima: olhar para animais impuros pode ter um efeito danoso sobre um embrião. Contrariamente, ver algo sagrado após a imersão tem um efeito benéfico sobre o embrião.10

Ocorre então que a pessoa deve ser especialmente cuidadosa sobre objetos e pinturas que uma criança vê. É costume judaico, por exemplo, pendurar versículos da Torá ou outros objetos sagrados sobre as paredes do quarto de um recém-nascido, ou em volta de seu berço. De modo contrário, os pais devem certificar-se que pinturas de animais impuros não estejam ao alcance do olhar da criança. Os pequenos também gostam de brincar com animais de pelúcia, mas deve-se cuidar para que somente animais, aves e peixes puros sejam escolhidos.

Quando a criança fica mais velha, é hora de aprender o alef-bet. Para que a criança possa entender facilmente o formato das letras, costuma-se ilustrá-la com desenhos, Somente desenhos de animais puros devem ser usados.11 Da mesma forma, desenhos de animais usados para fazer livros e cadernos mais atraentes devem ser apenas de animais puros.

Um personagem muito popular em todos os países é um… camundongo. Outras criaturas impuras também se tornaram símbolos famosos. A importância do exposto acima é ainda mais enfatizada nos dias de hoje, a era que precede a chegada de Mashiach. É nossa responsabilidade prepararmos a Era Messiânica, para “saborear”12 aquelas coisas que estarão presentes. E uma daquelas coisas será o cumprimento da promessa “Eu removerei o espírito de impureza da terra.”13 Uma preparação adequada para a Era Messiânica é para assegurar, onde for possível, que somente pinturas mostrando coisas puras e sagradas sejam usadas.

Que seja a vontade de D’us que por meio disso mereçamos o transbordar das “águas puras do conhecimento”, até o cumprimento da promessa “a terra estará repleta com o conhecimento de D’us, como a água cobre o leito do oceano”14 – na verdadeira e completa Redenção por meio de nosso justo Mashiach.

NOTAS
1.
Veja Kav HaYosher, cap. 2; Kuntreis HaAvodah, cap. 2.
2.
Veja Midbar Kadomos, seção “pintura”, Sefer Toledot Adam.
3.
Isso não se aplica a olhar animais com o objetivo de recitar a bênção sobre animais estranhos. O Kav HaYosher relata que até neste caso, “ele deve olhar para eles apenas temporariamente”. O mesmo raciocínio se aplica a olhar com o propósito de refletir sobre as múltiplas obras de D’us. Da mesma forma, visitar um zoológico seria também permitido.
4.
Em muitas sinagogas, a cabeça de um leão ou águia está representada na cortina em frente da Arca, e sobre o manto e coroa da Torá. Porém isso é para servir como lembrete de que a prece a D’us deve ser “forte como um leão” e “leve como uma águia”, como ensina o início do Shulchan Aruch (baseado em Avot 5:20). Outro motivo pode ser que isso imita a Carruagem Celestial sobre a qual havia a face de um leão e de uma águia. De maneira semelhante, o motivo pelo qual algumas das tribos têm animais impuros pintados em seus estandartes é porque cada desenho estava associado com a quintessência daquela tribo (Bamidbar Rabah 2:7).
5.
Mishlê 22:6.
6.
Veja Rokeiach. Hilchot Shavuot 296: “No dia que uma criança é educada sobre as letras sagradas, nós a cobrimos para que ela não veja um cachorro.”
7.
Ramah, Yoreh Deah cap. 198; Sha’arei Orah, Hilchot Nidah, cap. 26; Rokeiach e Kol Bo, Hilchot Nidah; veja também Shach sobre Yoreh Deah, cap. 198.
8.
Shach, ibid.
9.
Midrash Eleh Ezkerah (e Sha’arei Orah ibid.) cita um caso verdadeiro da mãe de R. Yishmael ben Elisha, o Cohen Gadol, que repetiu sua imersão oito vezes.
10.
Veja Berachot 20a, que mulheres olhando para R. Yochanan após a imersão tiveram filhos lindos como ele.
11.
Isso não se aplica quando se estuda na Torá sobre os diferentes tipos de animais impuros; obviamente é permitido para o professor desenhar tais animais para facilitar a compreensão. Como Rashi, o mais famoso professor de todos, comenta sobre o versículo (Vayicrá 11:2) “Isto é a coisa viva” – que Moshê “mostrou” aos judeus os animais que eles estavam proibidos de comer.
12.
Como está escrito: “Aqueles que o saboreiam merecerão a vida” – veja Magen Avraham, Orach Chayim cap. 250, sub-seção 1: Aruch Admur HaZakein, Orach Chayim cap. 250, parágr. 282.
13.
Zechariah 13:2.
14.
Yeshayahu 11:9.
© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes