Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Origem da Cabalá

Origem da Cabalá

Ensinamentos Místicos foram passados das gerações mais antigas, antes até do recebimento da Torá no Monte Sinai, em 2448 (1313 AEC). À partir desse momento, existe uma tradição clara da transmissão da Torá Oral que foi dada a Moshê na mesma hora que recebeu a Torá escrita.

Não há razão para acreditar que a tradição mística foi perpetuada de uma maneira diferente do resto da Torá Oral. Não obstante, do mesmo jeito que diferentes sábios viraram professores renomados em aspectos específicos da Torá Oral, assim também é com os ensinamentos esotéricos - nem todos os sábios eram bem versados neste campo. Realmente, o Talmud relata que muitos sábios estudaram as tradições esotéricas e muitos deles fizeram maravilhas e milagres. Mas nem todos esses sábios foram conhecidos como estudiosos deste campo.

Em sua época, Rabi Shimon bar Yochai, compilador do Zôhar, e muitos de seus colegas, foram conhecidos mestres da Cabalá. Em algum momento, esses estudos esotéricos foram escondidos, com medo de que fossem cair nas mãos erradas.

Tentamos aqui identificar e clarificar a corrente inquebrável da tradição cabalística de fontes autênticas e tradicionais. A lista abaixo normalmente contém dados biográficos dos mais importantes mestres, como uma tradução de seções de um ou mais de suas obras. Tentamos clarificar também os pontos únicos e inovadores encontrados em alguns dos luminares da Cabalá.

Biografia de Cabalistas – Parte 1
Biografia de Cabalistas – Parte 2
Era como se todos os mistérios estivessem concentrados dentro dele, esperando para ser ativados sempre que ele quisesse. Tudo isso vimos com nossos próprios olhos. Estas não são coisas que ouvimos de outros. Eram coisas maravilhosas que ainda não tinham sido vistas na terra desde a época de Rabi Shimon bar Yochai.
Biografia de Cabalistas – Parte 3
Assim, não havia um único assunto de importância nacional ou global que não chegasse à atenção e resolução do Beit Din de Safed. Suas leis eram aceitas como definitivas e conclusivas, e as decisões e esclarecimentos haláchicos de Rabi Yossef eram procurados por sábios vindos de todos os cantos da Diáspora. Ele chegou a ser registrado como líder de toda a geração.
Biografia de Cabalistas – Parte 4
Biografia de Cabalistas – Parte 5
Biografia de Cabalistas – Parte 6
Biografia de Cabalistas – Parte 7
Biografia de Cabalistas – Parte 8
Biografia de Cabalistas – Parte 9
O principal interesse de Rabi Moshe era a sistematização da Cabalá, organizando-a numa estrutura filosófica. Tão respeitado foi ele pelo seu esforço que foi o primeiro cabalista homenageado pela palavra "o" acrescentada antes de suas iniciais, e até hoje é conhecido como "O RaMaK".
Biografia de Cabalistas – Parte 10
Biografia de Cabalistas – Parte 11
Biografia de Cabalistas – Parte 12
Rabi Yonaton ben Uziel
Rabi Chaim Vital foi inquestionavelmente o principal discípulo do Sagrado Arizal, Rabi Isaac Luria, e seu mais destacado intérprete. O próprio Ari escreveu muito pouco e aquilo que é comumente conhecido como “os escritos do Ari” foram na verdade transcritos por Rabi Chaim.
Inicie um Debate
1000 Caracteres restantes