Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Mensagem

Mensagem

Lições de Tu Bishvat

 E-mail
O Ano Novo das Árvores
Da mesma forma como D'us faz com os seres humanos, no primeiro dia de Tishrei, Rosh Hashaná, D'us no dia 15 de Shevat determina qual a quantidade de frutos e folhas que cada árvore produzirá durante o ano; se crescerá satisfatoriamente, florescendo ou secará até morrer.
Crescer e Produzir Novos Frutos
Se uma árvore está em constante crescimento, certamente um ser humano deveria fazer o mesmo. Seja jovem ou idoso, não é em centímetros que o ser humano é medido, mas sim no seu progresso em aprender e utilizar este conhecimento na vida e no comportamento do dia-a-dia.
"O homem é uma árvore dos campos"
A vida espiritual do homem também inclui raízes, um corpo, e frutos. As raízes representam a fé. O tronco, o "corpo" de nossa vida espiritual - nossas conquistas intelectuais, emocionais e práticas. O fruto é nosso poder de procriação espiritual - o poder de plantar uma semente em um ser humano, nosso próximo, e vê-la brotar, crescer e dar frutos.
De que são feitas as raízes judaicas?
Nossa força vem de nosso vínculo com eles, e com seu apoio venceremos a tempestade. Traremos beleza ao mundo no qual fomos plantados.
O ato de plantar é um ato de fé. Enterrar uma semente fértil e em seguida se afastar, sem ter como acompanhar o progresso durante meses ou anos, exige equanimidade de espírito e uma confiança profunda em D'us.