Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato

Rabi Menachem Mendel Schneerson - O Rebe

Rabi Menachem Mendel Schneerson - O Rebe

11 de Nissan, 5662 (1902) - 3 de Talmuz, 5754 (1994)

 E-mail

Nascimento e infância

Em 1900, Rabi Levi Yitschac Schneerson, renomado pela sua erudição talmúdica e haláchica e em Cabalá casou-se com Rebetsin Chana Yanovski, aristocrática, de família rabínica prestigiosa.cujo pai, Rabi Meir Shlomo, era rabino da cidade de Nicolaiyev, Ucrânia.

No dia 11 de Nissan (18 de abril de 1902), nasceu seu primeiro filho, bisneto do terceiro Lubavitcher Rebe, seu homônimo.Menachem Mendel.

Seu pai, Rabi Levi Yitschac era bisneto de Rabi Baruch Shalom, o filho mais velho do Tsemach Tsedec (terceiro Rebe de Chabad-Lubavitch e neto do fundador do Movimento, Rabi Schneur Zalman, o Alter Rebe) e Rabino-Mor de Yecatrinoslav (Dniepropetrovsk) de 1907 a 1939.

Desde a infância, o Rebe mostrava prodigiosa inteligência, e logo teve de deixar o chêder, por estar muito à frente dos colegas. Aos nove anos, o diretor da escola local disse a seus pais que não havia mais nada que pudesse lhe ensinar. Desde então, seu pai – ele próprio um célebre erudito e cabalista – encarregou-se da educação do filho, empregando tutores e ensinando-o pessoalmente.

Uma autoridade rabínica certa vez visitou o pai do Rebe. Os dois sábios começaram a discutir delicados pontos de estudo, sem perceber que Mendel, então com oito anos, havia entrado na sala e estava ouvindo com atenção.

O convidado notou a expressão concentrada no rosto do menino. "Ele entende o que estamos dizendo?" perguntou. Com um olhar de conhecedor, o pai replicou: "É impossível saber."

Teve um grande exemplo e forte influência de seus pais durante sua vida. Seu pai, Rabi Levi Yitschac, agia com raro grau de dignidade e coragem para sustentar e fortalecer o judaísmo sob o regime comunista. Ao seu lado contava sempre com a grande coragem e abnegação de sua esposa, Rebetsin Chana, mãe do Rebe, que não poupava esforços colocando sua vida em risco, para que seu marido pudesse continuar escrevendo suas obras sagradas. Rabi Levi Yitschac foi preso e exilado para o vilarejo distante de Chi li, na Ásia Central e como resultado dos seus sofrimentos , faleceu no exílio, na cidade vizinha de Alma Ata, em 20 de Menachem-Av, 1944, aos 66 anos.

© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. Se você gostou desse artigo, encorajamos você a distribuí-lo, desde que concorde com a política de copyright de Chabad.org.
 E-mail
Participe da discussão
Classificar por:
1 Comentário
1000 Caracteres restantes
João Jacques Carneiro Albuquerque Fortaleza, Ceara/Brasil 23 Fevereiro, 2011

Agradecimento "A possibilidade do livre arbitrio permite a pessoa interpretar os acontecimentos sob dois prismas: pensar que o conseguiu por seu proprio esforço ou ver a verdade, a mão do Altíssimo em tudo". O Rebe escreveu o texto citado, acredite foi um milagre na minha vida.
Não sou judeu, tenho porém uma grande admiração por Israel, prova é que estudei hebraico e por três vezes já visitei a Terra Santa, sempre viajando sozinho, e mais: coloquei o nome da minha pequena construtora de Kaduri Construção Ltda em homenagem ao grande judeu que foi o Rebe. Reply