Here's a great tip:
Digite seu endereço de e-mail e lhe enviaremos nossa revista semanal com conteúdo novo, interessante e reflexivo que irá enriquecer sua caixa de entrada e sua vida, semana após semana. E é gratuito.
Oh, and don't forget to like our facebook page too!
Entre em contato
This page includes enhanced content that does not fit your mobile screen. Click here to access it on our full site.
Todas as instruções Divinas têm como objetivo o nosso bem – são diamantes e pérolas para que nos aprimoremos como pessoas e como judeus.
É tão abundante e acessível quanto o ar: só temos que respirar profundamente para encher nossos pulmões e enviá-lo para nossas veias. E com Elul vem a consciência de que, como o ar, o retorno é o nosso recurso mais essencial, o próprio sopro de nossa vida espiritual.
Teshuvá significa arrepender-se de algum erro que você cometeu, e resolver não repeti-lo. Não podemos lhe dizer como deverá se arrepender…
Um rei tinha um único filho, sua joia. O rei queria que o filho dominasse diferentes campos de conhecimento e vivenciasse muitas culturas, portanto enviou-o para um país distante…
O Alter Rebe explica que no decorrer de Elul, os judeus vão aos campos espirituais para encontrar a luz do semblante de D'us.
O costume da época dos Gueonim era recitar as Selichot somente durante Asseret Yemei Teshuvá. Se Rosh Hashaná cair numa segunda-feira ou terça, não havendo, portanto, os quatro dias citados, os ashkenazim devem iniciar as Selichot no Motsaei Shabat da semana anterior.
Depois que você já viveu anos suficientes, sabe que o futuro chega tão rápido quanto ontem, e que dez ou vinte anos a partir de agora existem hoje. Você sabe que assim como está pedindo perdão hoje pelas conseqüências de ações feitas há dez ou vinte anos, então daqui a dez ou vinte anos você estará pedindo perdão por coisas que fez hoje.
Eis aqui o verdadeiro teste. Quando a empolgação diminui, há aqueles que se afastam da vida espiritual. Pensam que a diversão acabou, esse lance espiritual não é para mim, e eles seguem em frente. Se fizermos isso então perdemos a chance de atingir o próximo nível; conectar nossa alma através dos próprios esforços.
Um pecado é como um corpo estranho que não faz parte de nosso ser. Podemos nos ferir e chorar ao tentar eliminá-lo, mas uma vez que conseguimos fazê-lo, podemos com júbilo exclamar: “Ele está fora!”
É necessário haver uma preparação sincera através de um balanço espiritual, uma reflexão profunda sobre nossos atos passados a fim de corrigir nossas falhas e tomar boas resoluções para o ano que se aproxima.
Halachá Diária
Shavuot, diferente das demais festas bíblicas, cujas datas exatas são especificadas na Torá, a festa de Shavuot é lembrada no texto bíblico sem ser relacionada a uma data específica, sendo a sua marcação dependente da Sefirat Haomer…
As pessoas parecem estar obcecadas em atulhar o máximo de coisas num mínimo de espaço. Desde organizadores de armários até programas de computador, queremos aproveitar ao máximo o espaço, tanto palpável quanto cibernético.
Por que fazemos tudo isso no mês de Elul? Não podemos esperar estarmos mais próximos de Rosh Hashaná e Yom Kipur? De qualquer forma, a maioria de nós "trabalha" melhor sob pressão!
Em Tor@mail
Um elemento fundamental que pode nos garantir sucesso em fazer as escolhas certas na nossa vida é manter uma atitude positiva e alegre. O toque do Shofar em Rosh Hashanah representa o modelo para alcançar esse tipo de plenitude em nossas vidas.
O Segredo de Elul
Esta expressão linda e romântica é o que representa nosso relacionamento com nosso Criador, que frequentemente é comparado ao relacionamento entre marido e mulher, noiva e noivo, em nossa vida individual.
Antes que se dessem conta tinham chegado a Lubavitch. O chassid foi direto à sinagoga do Rebe, onde começou a narrar aos seus amigos chassidim não apenas sua jornada, mas também aquilo que tinha aprendido com ela.
Elul é também o mês do balanço da alma. Um empresário ocasionalmente precisa calcular seu lucro e suas perdas, bem como fazer um balanço detalhado. Nós também precisamos conduzir uma auditoria anual do estado de nossa “empresa” espiritual.
Assim, o toque do shofar durante o mês de Elul é uma chamada para o arrependimento e uma preparação para o novo ano; sendo o último mês do ano, é uma época propícia para a busca interior e um balanço espiritual.
Devemos estar sensíveis a tudo que ocorre no mundo e à nossa volta, seja aqui ao lado, com nossos vizinhos, seja do outro lado do planeta. Tudo importa. Tudo faz parte de Seu plano. Devemos chorar pela criança ferida pelo ato terrorista, e sorrir pelo amigo que encontrou sua alma gêmea.
Durante 50 dias – de Rosh Chôdesh ("cabeça do mês") de Elul até o sétimo dia de Sucot (Hoshana Rabbah) – recitamos este Salmo duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Sua primeira linha é a chave para todas as experiências supramencionadas: "D'us é minha Luz…"
Desde o início do mês, cumprimentamos amigos e assinamos cartas com os votos para que sejam "inscritos e selados para o bem" e que tenham "um ano bom e doce". Além disso, acrescentamos o Salmo 27 a nossas preces diárias, e aumentamos nossa recitação de Tehilim.
Fontes cabalísticas ensinam que Elul é um período semelhante de intensa revelação Divina. Este é o presente de D’us para nós, permitindo-nos chegar aos Dias Festivos.
Essas duas personalidades, nascidas no dia dezoito deste mês, número que corresponde à palavra "chai" ("vivo", usado no sentido de "vida"), quiseram e conseguiram, através de seu exemplo e ensinamentos, imprimir uma vibração mais profunda no serviço de cada judeu neste mês de Elul.
Por Yanki Tauber
Um presidente tem quatro anos entre as eleições, um deputado precisa renovar seu mandato a cada quatro anos, enquanto os ditadores permanecem no cargo durante o tempo que quiserem, desde que consigam manter seus generais felizes (ou apavorados). Porém D'us passa pela reeleição todos os anos.
Transgressões em méritos?
Aprendemos que quando uma pessoa faz teshuvá, todas as suas transgressões são perdoadas, melhor ainda, são transformadas em mitsvot. Sendo assim, gostaria de saber, o que acontece quando essa pessoa falece e fica perante o Tribunal Celeste, onde tudo o que ela fez de bom ou de ruim é apresentado como num "filme". Essas transgressões, então, não aparecem nesse filme?
Estamos agora nestes dias especiais. Devemos canalzar a energia do tempo e liberar seu enorme poder – poder que pode mudar nossas vidas de uma maneira real; poder que pode introduzir uma nova dimensão de amor em sua vida.
Perdão
O perdão exige mudança verdadeira por parte das duas pessoas. Aquele que errou precisa de coragem para reconhecer seu erro. E a vítima precisa da coragem para se livrar da animosidade e da vingança. É o supremo teste da liberdade humana, e é um dos maiores presentes que o Judaísmo e o Cristianismo trouxeram para a imaginação moral da humanidade.