Entre em contato
Para visualizar os horários de Shabat clique aqui para configurar a sua localização

Quarta-feira, 3 Maio, 2017

 E-mail
Horas haláchicas (Zmanim)
Para visualizar horários haláchicos Clique aqui para configurar a sua localização
Ômer: 22º dia - Chessed sheb'Netzach
Hoje Conte 23
História Judaica

A reconstrução das muralhas de Jerusalém foi celebrada com grande júbilo quase 88 anos depois de serem destruídas por Nabucodonosor da Babilônia.

A 7 de Iyar de 1516, o Conselho da Cidade de Veneza decretou que todos os judeus fossem segregados numa área específica da cidade. O Gueto de Veneza era cercado pela água, com um canal levando aos seus portões. À noite os “guardas cristãos” patrulhavam as águas ao redor do gueto para garantir que o toque de recolher noturno não estava sendo violado. Na mesma época da criação deste gueto, numerosas outras leis degradantes foram decretadas, incluindo a exigência de que todos os judeus portassem estrelas amarelas como identificação.

Apesar de todas essas restrições, a comunidade judaica prosperou e funcionava normalmente. Em 1797, o gueto foi abolido por Napoleão durante a Revolução Francesa.

O local escolhido para acomodar os judeus certa vez tinha abrigado as fundições, gettos em italiano – e assim a palavra “gueto” se popularizou em toda a Europa para descrever as partes da cidade onde os judeus eram forçados a residir.

Leis e Costumes

Amanhã é o 23º dia da Contagem do Ômer. Como no calendário judaico o dia começa ao anoitecer do dia anterior, contamos o Ômer para amanhã hoje à noite, após o anoitecer. "Hoje são 23 dias, que fazem três semanas e 2 dias do Ômer." (Se você perder a contagem esta noite, pode contar o Ômer durante todo o dia de amanhã, mas sem a bênção precedente).

A Contagem de 49 dias do Ômer refaz a jornada espiritual de sete semanas dos nossos antepassados, do Êxodo ao Sinai. A cada noite recitamos uma bênção especial e contamos os dias e semanas que passaram desde o Ômer; o 50º dia é Shavuot, a festa que celebra a Outorga da Torá no Sinai.

Sefirá desta noite: Gevurah sheb’Netzach – “Restrição na Ambição”

Os ensinamentos da Cabalá explicam que há sete "Atributos Divinos" – Sefirot – que D'us assume para Se relacionar com nossa existência: Chessed, Guevurá, Tiferet, Netzach, Hod, Yesod e Malchut (Amor, Força, Beleza, Vitória, Esplendor, Fundação e Soberania). No ser humano, criado à imagem de D'us, as sete sefirot estão espelhadas nos sete "atributos emocionais" da alma humana: Bondade, Restrição, Harmonia, Ambição, Humildade, Conexão e Receptividade. Cada um dos sete atributos contém elementos de todos os sete – i.e., "Bondade na Bondade", "Restrição na Bondade", "Harmonia na Bondade", etc. – perfazendo um total de quarenta e nove traços. A Contagem de 49 Dias do Ômer é, portanto, um processo de 49 etapas de auto-refinamento, com cada dia devotado à "retificação" e aperfeiçoamento de uma das 49 sefirot.

Uma vez por mês, quando a lua aumenta no céu, recitamos uma bênção especial chamada Kidush Levaná, “a santificação da lua”, louvando o Criador pela Sua obra maravilhosa a que chamamos astronomia. Kidush Levaná é recitada após o anoitecer, geralmente sábado a noite. A bênção é concluída com canções e danças, pois nossa nação é comparada à luz, que aumenta e diminui, como temos feito no decorrer da história. Quando abençoamos a lua, renovamos nossa confiança de que muito em breve, a luz da presença de D'us preencherá toda a terra e nosso povo será redimido do exílio. Embora Kidush Levaná possa ser recitada até três dias antes do renascimento da lua, a Cabalá nos diz que é melhor esperar uma semana inteira, até o sétimo dia do mês. Quando se passaram 15 dias, a lua começa a diminuir mais uma vez e a época para recitar a bênção já passou.